Pr. Abílio Santana entra com representação na PGR e pede prisão preventiva de Lula

O deputado acusa o ex-presidente de estar praticando diversos atos atentatórios à ordem e paz pública,


2 semanas atrás | Micael Batista



Pr. Abílio Santana

O deputado federal Abílio Santana (PL-BA) entrou com uma representação junto à Procuradoria Geral da República pedindo a prisão preventiva do ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O parlamentar argumenta que Lula, ao sair da prisão, proferiu discursos de ódio, praticando crimes contra a ordem pública, ao incitar a militância para atacar o Governo Federal, promovendo desagregação e desordem. “Os seus discursos violentos são claras incitações de uma guerra civil, ele quer instalar um caos no país. Nítida demonstração de desespero de quem não aceita ver o Brasil crescer, ” afirmou.

O deputado acusa o ex-presidente de estar praticando diversos atos atentatórios à ordem e paz pública, violando à Lei n.º 1.802/53, que define os crimes contra o Estado e a Ordem Política e Social. “São condutas reiteradas e deliberadas para a prática de crimes graves, por isso peço a prisão preventiva, para rigorosa apuração. Não podemos permitir que o terror seja instaurado, através das atrocidades ditas por um homem que faz do povo massa de manobra, ” disse Abílio.

A peça de representação, encaminhada para o Procurador-Geral da República, Augusto Aras, cita trechos do discurso proferido por Lula, no dia seguinte à sua soltura, em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo – SP, onde afirmou que o Brasil precisava seguir o exemplo do Chile. “A gente tem que seguir o exemplo do povo do Chile, do povo da Bolívia, a gente tem que resistir”. Na fala, Lula defendeu, ainda, o ataque ao governo, completando: “na verdade, atacar e não apenas se defender”.

Para Abílio, citações como essas, são típicas de quem quer instalar uma guerra civil no Brasil. “ Ele pede para seguir o exemplo do Chile, onde a extrema esquerda provoca destruição e mais de 20 mortes seguindo estratégia do Foro de São Paulo, que discutiu, em uma de suas reuniões e pauta, ataques a Igrejas e depredação de objetos religiosos. É um claro incentivo a uma guerra civil no país, colocando, ainda, a culpa de todo o caos que poderá se instalar, no Supremo Tribunal Federal”, concluiu.




publicidade

Mais artigos

Pastor Marco Feliciano é expulso do partido acusado de corrupção e assédio

Feliciano também é acusado de ter gasto R$ 157 mil do dinheiro público para fazer um tratamento odontológico


Márcio Poncio vai de “mal a pior”, veja o histórico do pastor em 2019

Evangélicos mais conservadores não concordam com as atitudes do pastor da Igreja Pentecostal Anabatista


Deputado Abílio rebate Carlos Martins: “anônimo desinformado que quer aparecer”

Abílio afirmou que Martins faltou com respeito e se mostrou desinformado sobre o cristianismo


Saiba quais foram os cantores gospel mais ouvidos no Spotify em 2019

A lista é contém veteranos e contemporâneos, e prova que nem sem o que está na moda é o que se consome mais


Pastor é preso após manter esposa em cárcere privado

O homem teria proibido a esposa de se comunicar com a família, usar o celular, a agredia fisicamente e passou a proibi-la de sair de casa.


Deputado-pastor quer o fim de motéis em áreas urbanas

Pastor Eurico afirma que os estabelecimentos dedicados ao sexo ferem o princípio da moral e dos bons costumes


Com doença grave, Mara Lima canta em praça pública no dia da Bíblia

Ela publicou um trecho de sua participação em suas redes sociais, e foi extremamente elogiada por seguir firme, apesar das dificuldades.


Samuel Mariano afirma que não irá parar de fazer shows para pastorear ADBrás JP

Samuel Mariano irá tomar posse como pastor presidente da ADBrás João Pessoa no próximo dia 10 de dezembro


Saiba porque processo sobre a morte de Anderson do Carmo está parado há um mês

Todas as testemunhas já foram ouvidas, mas ainda falta o depoimento da própria Flordelis


Pastores questionam consagração de Samuel Mariano

O cantor gospel será presidente da Assembleia de Deus em João Pessoa, na Paraíba