Dono da MK e o “prejuízo” com a morte do marido de Flordelis

A morte do pastor Anderson do Carmo deixou Flordelis sem credibilidade perante o "tribunal da rua"


4 meses atrás | Micael Batista



Cantora gospel Flordelis e Senador Arolde de Oliveira

Quem acompanha os bastidores da música gospel, sabe que o Senador Arolde de Oliveira, dono da MK, uma das principais gravadores gospel do país, fez um movimento político ousado em 2018, quando apadrinhou as candidaturas de dois nomes do cast de sua empresa.

Trata-se da cantora gospel Flordelis e da radialista Rosane Felix. Ambas concorreram na eleição de 2018.

Flordelis acabou eleita deputada federal pelo Rio de Janeiro, com 196.959. Já Rosane Felix, foi eleita deputada estadual pelo Rio de Janeiro, com 53.644 votos. Ambas concorreram pelo PSD (Partido Social Democrático), presidido por Arolde de Oliveira, no estado.

Membros do PSD no Rio de Janeiro

Membros do PSD no Rio de Janeiro

Rosane Felix rompe com Arolde

Em fevereiro deste ano, Rosane Felix anunciou que estava saindo da rádio 93 FM, emissora de Arolde e que pertence ao grupo MK.

Ela foi demitida, por que a rádio entendeu que ela não poderia continuar na emissora, e assumir a atividade parlamentar.

Com a saída de Rosane da emissora, seu esposo, o radialista Malta Junior, acabou entregando uma carta de demissão e também saiu da rádio de Arolde.

Flordelis ficou tóxica

Com a morte do pastor Anderson do Carmo, executado no dia 16 de junho com quase 30 tiros, e a deputada federal sendo investigada como suspeita na morte do esposo, Flordelis acabou se tornando um problema para Arolde.

A opinião pública se voltou contra ela, e mesmo antes de a justiça apresentar um veredito sobre o crime, a cantora gospel já está sendo condenada pelo tribunal das ruas.

Diante disso, a MK decidiu retirar o apoio à Flordelis. Isso ficou claro com a ausência de publicidade em torno da artista. Não são publicadas mais informações sobre o trabalho da cantora gospel nas redes sociais da gravadora, e nenhum cantor gospel do cast comenta ou interage sobre o assunto.

Se a polícia chegar a conclusão de que a deputada tem participação efetiva no crime, ela será presa e poderá ter seu mandato cassado.

Prejuízo político

As duas grandes apostas de Arolde parecem ter saído do seu controle. Se por um lado, Rosane segue se destacando na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, ao que parece, “magoada” com seu “benfeitor”, Flordelis simplesmente virou um problema difícil de digerir.




publicidade

Mais artigos

Netflix é boicotada após filme do Porta dos Fundos com Jesus gay

O filme sugere uma relação homossexual entre Jesus e Satanás e põe Deus, Maria e José como um triângulo amoroso


Troféu Gerando Salvação 2019: Confira a lista dos vencedores

Grandes nomes da música gospel na atualidade estiveram presente no evento


Ex-Tiazinha faz treinamento intensivo de pregação com pastor Ed René

Suzana Alves se converteu há alguns anos e hoje frequenta a igreja Bola de Neve


Marco Feliciano se manifesta sobre expulsão do partido e desmente acusações

Feliciano foi expulso do Podemos nessa segunda-feira (9), depois de uma série de denuncias de corrupção


Em novo vídeo Paxtorzão satiriza coaching gospel

A sátira arrancou gargalhadas dos internautas e os comentários positivos foram uma unanimidade


Evangélicos perdoaram Flordelis?

Lideres religiosos, cantores gospel e até a própria gravadora de Flordelis, MK, parecem tê-la abandonado. 


Pastor Marco Feliciano é expulso do partido acusado de corrupção e assédio

Feliciano também é acusado de ter gasto R$ 157 mil do dinheiro público para fazer um tratamento odontológico


Márcio Poncio vai de “mal a pior”, veja o histórico do pastor em 2019

Evangélicos mais conservadores não concordam com as atitudes do pastor da Igreja Pentecostal Anabatista


Deputado Abílio rebate Carlos Martins: “anônimo desinformado que quer aparecer”

Abílio afirmou que Martins faltou com respeito e se mostrou desinformado sobre o cristianismo


Saiba quais foram os cantores gospel mais ouvidos no Spotify em 2019

A lista é contém veteranos e contemporâneos, e prova que nem sem o que está na moda é o que se consome mais