Flordelis: Biografia “não” autorizada

Conheça uma parte da biografia de Flordelis, uma mulher que sobreviveu à pobreza e venceu preconceitos até ser suspeita de matar o marido


Publicado em: 08/08/19 às 2:56 por Micael Batista | Atualizado em 17/08/2019 às 19:52



Flordelis sendo batizada

Flordelis, a mãe de 55 filhos, que se tornou uma cantora gospel bem sucedida e chegou à Câmara Federal como uma das deputadas mais votadas do Rio de Janeiro, tem uma biografia digna de uma série da Netflix. Pesquisamos durante semanas, e o que traremos para você nos textos à seguir, é o drama de uma mulher que desde cedo precisou tomar decisões que lhe permitissem “sobreviver”. É essa a palavra que define Flordelis, uma “Sobrevivente”.

No dia 5 de fevereiro de 1961, nascia na Favela do Jacarezinho, uma das mais violentas do Rio de Janeiro, e hoje completamente dominada elo tráfico, Flordelis dos Santos de Souza. Seus pais, Francisco Jorge dos Santos e Calmozina Motta dos Santos, eram pessoas muito humildes, e viviam abaixo da linha da pobreza. Era comum faltar alimento e condições básicas para a sobrevivência.

Flordelis quando criança

Flordelis quando criança – Arquivo pessoal

O pai de Flordelis precisava ir trabalhar fora da favela, assim como os pais de outras crianças e isso acabava fazendo com que muitas delas crescessem sem a presença paterna. Ela viu seus amigos trilharem por caminhos errados logo cedo, amigas engravidarem prematuramente e como era muito próxima a mãe, acabou sendo levada para a igreja desde cedo.

Essa vivência ainda na infância dentro da igreja, “blindou” Flordelis das más companhias, e ela aprendeu princípios valiosos que foram muito úteis na adolescência.

Flordelis na infância - Arquivo pessoal

Flordelis na infância – Arquivo pessoal

A primeira perda de Flordelis

Quando a jovem Flordelis estava no auge dos seus 14 anos, uma tragédia abalou sua família, e isso mudaria completamente a sua história. Seu pai sofreu um grave acidente de carro, junto com ele, estava um irmão de Flordelis.

Diante da gravidade do acidente, ambos vieram a falecer, e esse talvez tenha sido o estopim, o grande gatilho que fez a adolescente assumir a responsabilidade em casa, para ajudar sua mãe com as contas.

Flordelis e família

Flordelis e família – Arquivo pessoal

O ano era 1975, e ainda sem formação, Flordelis precisava encontrar uma forma de com seguir qualquer renda que fosse, era disso que dependeria a sobrevivência dela e da mãe.

Depois da perda, ela e a mãe se “agarraram” ainda mais a fé, e Flordelis passou a fazer parte do coral da igreja. Ela não se destacava como uma exímia cantora gospel, mas uma vez ou outra, recebia a oportunidade para ministrar nos cultos.

Primeiro emprego

Como o pai sustentava a casa, Flordelis não precisou ter que trabalhar durante a infância, mas conviveu com a pobreza e viu o que ela pode causar na vida de uma criança, sobretudo, quando não recebe amparo familiar.

No entanto, quando seu pai e seu irmão morreram num acidente de carro, ela precisou amadurecer rápido e procurar emprego. Poucos meses após a trágica morte do seu genitor, ela começou a trabalhar numa padaria como balconista.

O trabalho começava muito cedo, e a remuneração não era tão boa, mas ela podia, uma vez ou outra, levar pão pra casa. Isso já ajudava muito porque já poupava do salário, e ela podia comprar outros itens para casa.

Enquanto atendia no balcão da padaria, ela aprendeu a se comunicar com as pessoas, isso foi muito útil mais tarde, quando passou a se envolver mais efetivamente em causas sociais.

Flordelis cursava o “curso normal de formação de professores”. Ela dividia seu tempo entre o trabalho, escola e igreja. No fim de 1979 Flordelis se formou professora, e só ai ela decidiu sair do trabalho.

Flordelis na adolescência - Arquivo pessoal

Flordelis na adolescência – Arquivo pessoal

A primeira creche de Flordelis tinha 100 crianças

Ela nem havia se formado professora ainda, e sua casa já era uma espécie de “creche”. Consta em sua biografia que mesmo solteira e ajudando sua mãe, Flordelis já tinha em casa, cerca de 100 crianças que ela acompanhava regularmente.

Quando ela encontrava na rua uma criança em estado de abandono, à convencia a ir com ela para sua casa, onde recebia cuidados e um lar. À essa altura, ela já visitava presídios e evangelizava adolescentes ligados ao tráfico de drogas, prostituição ou que sofriam maus tratos.

Pouco a pouco a casa da recém-formada professora, se transformava numa creche. Essas crianças ainda não eram adotadas, ela apenas cuidava, orientava, orava com eles e os evangelizava.

Nessa fase da vida, ela trabalhava como professora e lecionava para a educação infantil em uma escola da comunidade.

Primeiro casamento

Em 1980, no auge dos seus 19 anos, Flordelis se apaixonou por um homem com quem se relacionou e teve 3 filhos com ele.O casamento não deu certo e ele a abandonou. Com o fim do casamento, ela decidiu que estava na hora de voltar para a igreja, e recomeçar de onde havia parado.

Flordelis sendo batizada - Arquivo pessoal

Flordelis sendo batizada – Arquivo pessoal

Nos treze anos seguintes, ela teve outros relacionamentos, mas nenhum deles durou muito. Foram paixões e aventuras, mas ninguém queria, de fato, assumir o filho de outro homem. Até que, em 1993, ela conhece Anderson do Carmo, um pregador adolescente e promissor, que pregava no Jacarezinho.

O problema, no entanto, é que Anderson do Carmo tinha 16 anos e Flordelis, o dobro de sua idade.

Flordelis segurando um violão

Flordelis segurando um violão

Anderson do Carmo era um adolescente quando casou com Flordelis

O relacionamento de Flordelis e Anderson do Carmo se tornou um enorme problema familiar. Ele estava no auge da puberdade quando a conheceu, saindo da adolescência e com 16 anos. O primeiro a se posicionar abertamente contra o relacionamento, foi o pastor de Floredis. Para ele, era inconcebível que eles ficassem juntos, já que ele ainda não tinha um trabalho e ela já era mãe de vários filhos, entre biológico e adotados.

Nessa época, ela já era chamada de “Mãe Flor” pelas crianças que eram assistidas por sua creche.

Primeiras adoções

Determinada a cuidar de crianças e ajudar, especialmente as que viviam nas ruas ou nas drogas, ela adotou 5 adolescentes que encontrou em bailes funks, financiados pelo tráfico.

Em 23 de julho de 1993, aconteceu a “Chacina da Candelária”. 6 crianças e 2 adultos, todos moradores de rua, foram mortos de forma brutal por uma ação de milicianos.

Além dos mortos, dezenas de crianças e adolescentes ficaram feridos no massacre, com medo, não puderam mais voltar para a região da Igreja da Candelária, onde costumavam ficar.

Movida de grande compaixão, Flordelis decidiu adotar 37 crianças (dos quais 14 bebês). A publicidade que naturalmente surgiu em torno dessas adoções, fez com que ela sofresse perseguições por parte de políticos, comerciantes influentes e até mesmo por parte de alguns polícias corruptos, que na época, eram ligados a milícia.

Ela chegou a ser chamada de louca, fanática e acusada de sequestrar crianças. Com mais 37 crianças, Flordelis somava 42 filhos adotivos. Ela havia acabado de casar com Anderson do Carmo.

 Mãe de 55 filhos

Com a adoção das 37 crianças oriundas do massacre que ocorreu na Central do Brasil, mais 4 filhos biológicos,  e mais 14 adolescentes que  também adotou, Flordelis se tornou mãe de 55 filhos.

Foto dos filhos de Flordelis

Foto dos filhos de Flordelis

Daniel, único filho biológico de Anderson do Carmo

Daniel, único filho biológico de Anderson do Carmo

Quem são os filhos de Flordelis?

No site criado para divulgar o filme sobre a vida de Flordelis, tem uma área em que a grande maioria dos filhos aparece individualmente.  Na página, encontramos 47 dos 55 filhos do casal.

Confira a lista:

1 – Adriano “Pequeno”

Agatha

2 – Agatha

Agatha

Agatha

3 – Alex Macedo

Alex Macedo

Alex Macedo

4 – Anabel

Anabel

Anabel

5 – André

André

André

6 – Angela

Angela

Angela

7 – Arthur

Arthur

Arthur

8 – Cristiana

Cristiana

Cristiana

9 – Daniel

Daniel

Daniel

10 – Diana

Diana

Diana

11 – Douglas

Douglas

Douglas

12 – Eliane

Eliane

Eliane

13 – Érica Araújo

Erica Araújo

Erica Araújo

14 – Érica Dias

Erica Dias

Erica Dias

15 – Erick

Erick

Erick

16 – Fábio

Fábio

Fábio

17 – Flávio

Flávio

Flávio

18 – Gerson

Gerson

Gerson

19 – Iago

Iago

Iago

20 – Isabel

Isabel

Isabel

21 – Israel

Israel

Israel

22 – Kelly

Kelly

Kelly

23 –  Lorrana

Lorrana

Lorrana

24 – Lorrane

Lorrane

Lorrane

25 – Luã

Luã

Luã

26 – Lucas

Lucas

Lucas

27 – Maria

Maria

Maria

28 – Marzy

Marzy

Marzy

29 – Michele

Michele

Michele

30 – Misael

Misael

Misael

31 – Monique

Monique

Monique

32 – Nilane

Nilane

Nilane

33 – Pastor Carlos

Pastor Carlos

Pastor Carlos

34 – Paulo Alexandre

Paulo Alexandre

Paulo Alexandre

35 – Paulo Roberto

Paulo Roberto

Paulo Roberto

36 – Rafaela

Rafaela

Rafaela

37 – Ramon

Ramon

Ramon

38 – Raquel

Raquel

Raquel

39 – Rayane

Rayane

Rayane

40 – Rebeca

Rebeca

Rebeca

41 – Renato

Renato

Renato

42 – Roberta

Roberta

Roberta

43 – Simone

Simone

Simone

44 – Tayane

Tayane

Tayane

45 – Vanessa

Vanessa

Vanessa

46 – Vania

Vania

Vania

47 – Welberth

Welberth

Welberth

Família reunida

Familia reunida

Família reunida

O nascimento da igreja

Com 55 filhos e um grupo de pessoas que já frequentava cultos regulares que acontecia num pequeno salão no Jacarezinho, conduzidos também pela missionária Calmozina Motta, em 1999 o casal fundou a igreja “Comunidade Evangélica Ministério Flordelis”. Nascia ali a “Cidade do Fogo”.

O ministério já crescia com um bom número de membros, somando sobretudo o tamanho da própria família. Anderson do Carmo era o presidente, e apesar de a igreja levar o nome da esposa, a essa altura, ele tomava as decisões sobre todo e qualquer assunto na igreja.

Seu espirito de liderança e visão empreendedora, levaram a Cidade do Fogo a crescer rapidamente, se tornando uma vitrine para artistas gospel e pregadores, que procuravam um palco e uma plateia.

Uma estrutura invejável e cultos lotados, se tornaram a marca do ministério, considerado bem sucedido. Logo surgiram filiais, e o ministério expandiu para;

  • Pendotiba
  • Piratininga
  • Itaboraí
  • Itaipuaçú
  • Jardim Catarina

CIM – Congresso Internacional de Missões

A mente criativa de Anderson do Carmo não parava, e ele teve uma ideia que ajudaria a cobrir as despesas e investir em novos projetos. Foi assim que surgiu o CIM, um Congresso Internacional de Missões, que acontece até hoje.

O evento dura 7 dias, e recebe milhares de pessoas todos os dias. No palco, os principais artistas gospel da atualidade, e os mais renomados pregadores e líderes religiosos.

Confira um cartaz do CIM 2018:

Cartaz do CIM 2018

Cartaz do CIM 2018

Bem relacionado, Anderson do Carmo conseguia reunir os principais pregadores do país. A organização quase não tem custos, já que a grande maioria dos nomes que aparecem nas listas de pregadores, vão “abençoar” o evento. Como a proposta do CIM é seguir um viés missionário, os próprios pregadores fazem campanha para arrecadar oferta e garantir o funcionamento do projeto.

Em 2017, recebemos a denúncia de que o CIM é uma fraude. Depois que a matéria sobre as acusações foi publicada, o pastor Anderson do Carmo entrou em contato com o O Fuxico Gospel, pedindo que lhe fosse dado direito de resposta.

Ele garantiu que os valores arrecadados durante o evento, servia para a manutenção e sustento de missionários que atuavam em alguns países, inclusive na África.

Flordelis no Programa da Xuxa

A história da mãe de 55 filhos impressionou Xuxa, que era uma das principais apresentadoras da Globo na época.

Flordelis acabou sendo convidada para ir no palco do Programa da Xuxa, e teve sua história contada para todo o Brasil. A partir dali, ela se tornaria conhecida em todo o país.

Assista a participação de Flordelis no Programa da Xuxa.

O filme

Depois da aparição no Programa da Xuxa, a Globo se interessou em dar continuidade no processo de contar a história dessa mãe. Com trilha sonora e divulgação da MK Music, o filme “Flordelis – Basta uma Palavra para Mudar”, poderia acontecer. A proposta era fazê-lo com pouco recurso financeiro. Atores foram contactados, e toparam participar sem receber cachê.

Em 2009, o filme estreou nos cinemas, com direção de Marco Antônio Ferraz e Anderson Corrêa.

Confira o elenco do filme:

  • Flordelis
  • Marcello Antony
  • Giselle Itié
  • Isabel Fillardis
  • Pedro Neschling
  • Ana Furtado
  • Reynaldo Gianecchini
  • Thiago Rodrigues
  • Rodrigo Hilbert
  • Letícia Sabatella
  • Cauã Reymond
  • Fernanda Lima
  • Graziella Schmitt
  • Bruna Marquezine
  • Cris Vianna
  • Deborah Secco
  • Guilherme Berenguer
  • Erik Marmo
  • Patrícia França
  • Roumer Canhães
  • Eduardo Galvão
  • Thiago Martins
  • Fernanda Machado
  • Alexandre Zacchia
  • Carolina Oliveira
  • Júlia Mattos
  • Letícia Spiller
  • Alinne Moraes
  • Sérgio Marone
  • Edílson Vieira
  • Adriano Vianna
  • Fabio Bianchini
  • Rafael Lozada
  • Daniela Couto
  • Diego Rian
  • Ulisses Bonfim
  • Janice Brytis
  • Marcello Ferreira

Flordelis e a música gospel

Em 1998, um ano antes do filme, ela decidiu se lançar cantora gospel, o que ajudou a propagar ainda mais a história da mãe de 55 filhos adotivos.

A música abriu novas portas para a “mãe flor”, e agora as pessoas podiam levar para casa um produto produzido por ela. Virou uma “casadinha”, quase um “combo”. Anderson do Carmo pregava e Flordelis cantava e contava o testemunho. No fim, Anderson vendia os discos da esposa, e todos voltavam pra casa felizes.

Em 2010, Anderson do Carmo conseguiu convencer a MK a gravar sua esposa. Não foi difícil, diante da ascensão meteórica que a historia teve. Na época, a MK era a principal gravadora gospel do país, e isso foi muito bom para ambos os lados.

Flordelis - Fogo e Unção

Flordelis – Fogo e Unção

Carreira na política

Em 2004, Flordelis disputou uma vaga na Câmara de vereadores da cidade de São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Apesar da popularidade, ela não foi eleita. A artista obteve 2.262 votos.

Apesar de não ter sido eleita, a candidatura deu o tom do seu projeto futuro. Na eleição seguinte, ela voltou a colocar seu nome como candidata, mas dessa vez, o projeto de Anderson do Carmo para a esposa, era a prefeitura de São Gonçalo. Flordelis até ensaiou uma candidatura, mas não conseguiu apoio político para ir para as urnas. Ela acabou abortando o projeto naquele ano, fortaleceu as bases e em 2018 recebeu o apoio do presidente do PSD no Rio de Janeiro, o Senador Arolde de Oliveira, dono da MK.

Com apoio da MK, Flordelis engatou a campanha para deputada federal, e foi eleita com 196.959 votos, (2,55% dos válidos). Agora, Flordelis concorre ao prêmio de melhor deputada, pelo “Prêmio Congresso em Foco”.

Morte de Anderson do Carmo

No dia 16 de Junho, o pastor Anderson do Carmo foi executado em um crime cercado por mistérios e contradições. Ainda não se sabe o que de fato aconteceu na fatídica madrugada em que o pastor teve sua vida ceifada com quase 30 tiros.

A notícia da morte de Anderson do Carmo rapidamente se espalhou pela web, vários pastores e cantores gospel lamentaram sua morte.

Inicialmente a polícia divulgou que a morte de Anderson do Carmo poderia ter sido encomendada por algum parente, mas logo a notícia se tornaria pior do que se imaginava.

No velório, Flordelis encontrou forças para cantar e trocar de roupa várias vezes, ela até chegou a ser empoçada presidente do ministério, enquanto o marido estava no caixão.

No dia seguinte, minutos depois de o corpo do pastor ser enterrado, agentes da polícia civil prenderam Flávio dos Santos, primeiro filho de Flordelis.

Pouco tempo depois, outro filho, dessa vez adotivo, foi preso. Mais tarde os dois confirmariam a participação no crime.

O caso ficou tão emblemático, que ainda hoje, é muito difícil entender o que é verdade e o que é mentira no caso Flordelis.

Mesmo se o fim das investigações, muitas pessoas acreditam que Flordelis pode ter participado efetivamente na morte do marido. A polícia continua no caso, e uma grande reviravolta promete mudar o rumo das investigações nos próximos dias.




publicidade

Mais artigos

Igreja Universal lançará seu próprio banco digital

O investimento irá render R$ 32 milhões de reais ao mês para igreja


Flordelis sabia de tudo! diz filha que encomendou morte do pastor

O crime havia sido premeditado três meses antes da morte do pastor, que foi assassinado com 30 tiros


Pastor extremamente conservador é preso por abuso contra menor

O pastor foi acusado de tentar abusar sexualmente de um jovem de 16 anos


Urgente! Anderson do Carmo abusava sexualmente da neta, segundo Flordelis

A informação foi passada por uma filha do casal em depoimento à polícia civil


Namoro de Juninho Black com Dra. Fabi Nogueira, chega ao fim

O relacionamento do cantor gospel com a odontologa das estrelas, durou cerca de dois meses apenas


Quem é a filha de Flordelis com quem Anderson do Carmo teve um caso?

A notícia do possível relacionamento da filha de Flordelis com Anderson do Carmo, foi revelada pela mãe do pastor


Vídeo: Ton Carfi quebra o silêncio sobre “cobrança de cachê” nas igrejas

O artista falou sobre o fato de alguns artistas gospel cobrarem cachê para se apresentarem em eventos ou até mesmo em igrejas.


Namorado de Isadora Pompeo ostenta carro de R$5 milhões

O namorado da cantora gospel publicou uma foto de pé sobre o carro que custa milhões


Pastor Silas Malafaia se irrita com ataques a Michelle Bolsonaro; “Cadê as feministas?”

Malafaia chamou de "covarde" a forma com que a imprensa tem mirado Michelle para atacar ao presidente Bolsonaro


Luto: Acidente grave tira vida de pastor famoso, saiba mais

O veículo do pastor se chocou de frente uma carreta que vinha no sentido contrário