ONU define data em menção ao aumento da violência religiosa

A ONU proclama 22 de agosto como Dia Internacional das Vítimas de Atos de Violência Baseada na Religião ou Crença


Publicado em: 04/06/19 às 14:14 por Roger Lavandoski | Atualizado em 04/06/2019 às 14:14

ONU (Reprodução)

A Assembleia Geral da ONU reconheceu a violência e perseguição religiosa que ocorrem em diversos países ao designar o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença.

A resolução foi copatrocinada pelo Brasil junto com Canadá, Estados Unidos, Polônia, Egito, Iraque, Jordânia, Nigéria e Paquistão. Logo depois, foi adotada por consenso pelos 193 membros da entidade na última terça-feira (24).

+ Adolescente é agredida em terminal por pregar a palavra de Deus

O documento diz lastimar “todos os atos de violência contra pessoas com base em sua religião ou crença. Bem como quaisquer atos dirigidos contra os seus lares; empresas; propriedades; escolas; centros culturais ou locais de culto; além dos ataques contra ou em lugares religiosos, locais e santuários que violam o direito internacional ”.

Conforme a resolução, “o terrorismo e o extremismo violento em todas as suas formas e manifestações não podem e não devem estar associados a nenhuma religião, nacionalidade, civilização ou grupo étnico”.

Combate crimes de ódio relacionados à religião

O documento enfatiza que “liberdade de religião ou crença, liberdade de opinião e expressão, direito à reunião pacífica e direito à liberdade de associação são interdependentes, inter-relacionados e reforçam-se mutuamente, e salientar o papel que esses direitos podem desempenhar na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação com base na religião ou crença”.

O Dia Internacional terá como objetivo “homenagear as vítimas e os sobreviventes que muitas vezes permanecem esquecidos”, disse o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz.

Ele relembrou a onda de ataques nos últimos meses, inclusive em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. Além disso, falou sobre o alvejamento de cristãos no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa.




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Pastor Hueslen lamenta morte de entes familiares e comove internautas

Os dois filhos dos primos do pastor Hueslen Santos morreram afogados logo depois de um momento de descuido dos responsáveis


Escândalo envolvendo igreja evangélica ainda repercute no exterior

Naasón Joaquín García, foi preso no aeroporto de Los Angeles sob acusação de tráfico de pessoas, pornografia infantil e abuso de menores


Quatro fatos intrigantes sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo

Pouca coisa foi esclarecida diante das perguntas que ainda hoje permanecem sem respostas


Sarah Farias explica cancelamento de agenda e pede perdão à igreja

Os seguidores elogiaram a atitude da cantora, e deixaram muitas mensagens de apoio


Violência: Pastor é assassinado a tiros em frente a igreja

O pastor foi socorrido por vizinhos e levado para a UPA de Serra Sede, mas não resistiu e morreu antes de receber atendimento


Teto de igreja evangélica desaba após incêndio e pastor se desespera

De acordo com a Polícia Militar, um curto circuito pode ter causado o incêndio


Irmãos suspeitos de matar pastor se entregam à polícia

Os suspeitos estavam foragidos e com mandado de prisão em aberto após serem indiciados pela morte do pastor evangélico Edenilton Félix


Nesta segunda Flordelis prestará depoimento à polícia sobre morte do marido

Flordelis também pretende conceber uma entrevista coletiva aos jornalistas na próxima terça-feira 25


Segundo a polícia, cenário macabro foi encontrado na casa de Flordelis, saiba mais

Todas as pessoas que estavam na casa no dia do crime estão sendo investigadas


Flordelis quebra o silêncio, critica a polícia, e detalhe chama a atenção

Uma semana após o assassinato do pastor Anderson do Carmo a cantora desabafa nas redes sociais