ONU define data em menção ao aumento da violência religiosa

A ONU proclama 22 de agosto como Dia Internacional das Vítimas de Atos de Violência Baseada na Religião ou Crença


10 meses atrás | Redação



ONU (Reprodução)

A Assembleia Geral da ONU reconheceu a violência e perseguição religiosa que ocorrem em diversos países ao designar o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença.

A resolução foi copatrocinada pelo Brasil junto com Canadá, Estados Unidos, Polônia, Egito, Iraque, Jordânia, Nigéria e Paquistão. Logo depois, foi adotada por consenso pelos 193 membros da entidade na última terça-feira (24).

+ Adolescente é agredida em terminal por pregar a palavra de Deus

O documento diz lastimar “todos os atos de violência contra pessoas com base em sua religião ou crença. Bem como quaisquer atos dirigidos contra os seus lares; empresas; propriedades; escolas; centros culturais ou locais de culto; além dos ataques contra ou em lugares religiosos, locais e santuários que violam o direito internacional ”.

Conforme a resolução, “o terrorismo e o extremismo violento em todas as suas formas e manifestações não podem e não devem estar associados a nenhuma religião, nacionalidade, civilização ou grupo étnico”.

Combate crimes de ódio relacionados à religião

O documento enfatiza que “liberdade de religião ou crença, liberdade de opinião e expressão, direito à reunião pacífica e direito à liberdade de associação são interdependentes, inter-relacionados e reforçam-se mutuamente, e salientar o papel que esses direitos podem desempenhar na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação com base na religião ou crença”.

O Dia Internacional terá como objetivo “homenagear as vítimas e os sobreviventes que muitas vezes permanecem esquecidos”, disse o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz.

Ele relembrou a onda de ataques nos últimos meses, inclusive em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. Além disso, falou sobre o alvejamento de cristãos no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa.




publicidade

Mais artigos

Luto: Morre pastor Aurélio Rocha, compositor da música “Primeiro Amor”

A canção teve várias regravações por diversos artistas, mas ficou mais conhecida na voz da cantora Aline Barros  e Arianne


Ciro Gomes quer colocar pastores e padres na prisão se não fecharem as igrejas

A declaração gerou revolta entre a comunidade evangélica e católica no país


Expulso da Universal, Formigoni funda igreja e já apresenta ato profético contra coronavírus

Rogério Formigoni foi expulso da Igreja Universal do Reino de Deus após denúncias de adultério


Pastor se recusa a cumprir ordem de quarentena e é preso

O religioso se recusou a cancelar os cultos onde haviam uma grande aglomeração de pessoas


Esposa de Davi Passamani detona Anderson Silva e expõe verdadeira inteção do pastor

Lovaglio disse que o pastor é mais um homem que tem usado mulheres como instrumentos para satisfazer os seus próprios objetivos


Esposo de Soraya Moraes piora é fica isolado em hospital, o casal está com coronavírus

Soraya Moraes e o seu esposo Marco Moraes foram diagnosticados com Covid-19 na semana passada


Urgente: Pastora morre com suspeita de coronavírus

Mais exames estão sendo feitos para confirmar se a causa da morte foi realmente o Covid-19


Emocionado, Davi Passamani abre o jogo e pede perdão

O pastor reconheceu que errou mas negou o crime de assédio sexual no qual está sendo acusado


Fiel denuncia Assembleia de Deus e diz que igreja só está preocupada com o dízimo

Segundo a mulher as igrejas estão abertas apenas para receber os dízimos, sem prestar nenhuma ajuda social ou espiritual


Apóstolo Luiz Hermínio faz apelo ao presidente Bolsonaro

O pedido foi realizado através do culto on-line transmitido em suas redes sociais