ONU define data em menção ao aumento da violência religiosa

A ONU proclama 22 de agosto como Dia Internacional das Vítimas de Atos de Violência Baseada na Religião ou Crença


1 ano atrás | Redação



ONU (Reprodução)

A Assembleia Geral da ONU reconheceu a violência e perseguição religiosa que ocorrem em diversos países ao designar o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença.

A resolução foi copatrocinada pelo Brasil junto com Canadá, Estados Unidos, Polônia, Egito, Iraque, Jordânia, Nigéria e Paquistão. Logo depois, foi adotada por consenso pelos 193 membros da entidade na última terça-feira (24).

+ Adolescente é agredida em terminal por pregar a palavra de Deus

O documento diz lastimar “todos os atos de violência contra pessoas com base em sua religião ou crença. Bem como quaisquer atos dirigidos contra os seus lares; empresas; propriedades; escolas; centros culturais ou locais de culto; além dos ataques contra ou em lugares religiosos, locais e santuários que violam o direito internacional ”.

Conforme a resolução, “o terrorismo e o extremismo violento em todas as suas formas e manifestações não podem e não devem estar associados a nenhuma religião, nacionalidade, civilização ou grupo étnico”.

Combate crimes de ódio relacionados à religião

O documento enfatiza que “liberdade de religião ou crença, liberdade de opinião e expressão, direito à reunião pacífica e direito à liberdade de associação são interdependentes, inter-relacionados e reforçam-se mutuamente, e salientar o papel que esses direitos podem desempenhar na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação com base na religião ou crença”.

O Dia Internacional terá como objetivo “homenagear as vítimas e os sobreviventes que muitas vezes permanecem esquecidos”, disse o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz.

Ele relembrou a onda de ataques nos últimos meses, inclusive em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. Além disso, falou sobre o alvejamento de cristãos no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa.




publicidade

Mais artigos

Eyshila dá chilique e xinga seguidora: “Você devia ter vergonha”

A cantora perdeu a paciência após ser criticada por ostentar plástica em plena pandemia


CGADB lamenta a morte do pastor Alberto Resende por Covid-19

O pastor Alberto Resende de Oliveira, presidia Assembleia de Deus em Várzea Paulista (SP)


Urgente: Justiça determina apreensão de documento na casa de Flordelis

O pastor Anderson do Carmo foi assassinado há mais de um ano, e a parlamentar continua sendo investigada


Igreja evangélica estima prejuízo de R$ 200 mil após ciclone em Blumenau

A Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil, foi tombado como patrimônio histórico em 2002.


Cantora Aline Nunes vence Covid-19 e se prepara para lançar novo single

A cantora emocionou o país quando participou de uma homenagem a pastora Ludmila Ferber no Programa Raul Gil


Pastor faz duras críticas a líderes religiosos que descumprem decreto

“Lideres pregam a obediência mas não obedecem?" desabafou o pastor


Após questionamentos, Daniela Araújo revela que se casou em secreto

Daniela disse que um dos motivos dessa decisão foi a sua privacidade


Marido pode ter traído e espancado Elaine de Jesus; Ouça conversa com novinha

O pastor Alexandre Silva está proibido pela justiça de se aproximar de Elaine de Jesus


“Serva de Deus”, espanca homossexual com barra de ferro

Ela alegou que vítima teria que morrer por causa da sua orientação sexual


Casal de pastores da Igreja Quadrangular morre vítima da Covid-19

O pastor morreu às 8 horas do sábado (27), e a pastora às 23 horas do domingo (28)