ONU define data em menção ao aumento da violência religiosa

A ONU proclama 22 de agosto como Dia Internacional das Vítimas de Atos de Violência Baseada na Religião ou Crença


5 meses atrás | Redação



ONU (Reprodução)

A Assembleia Geral da ONU reconheceu a violência e perseguição religiosa que ocorrem em diversos países ao designar o dia 22 de agosto como a data internacional para homenagear as vítimas de atos de violência baseada na religião ou crença.

A resolução foi copatrocinada pelo Brasil junto com Canadá, Estados Unidos, Polônia, Egito, Iraque, Jordânia, Nigéria e Paquistão. Logo depois, foi adotada por consenso pelos 193 membros da entidade na última terça-feira (24).

+ Adolescente é agredida em terminal por pregar a palavra de Deus

O documento diz lastimar “todos os atos de violência contra pessoas com base em sua religião ou crença. Bem como quaisquer atos dirigidos contra os seus lares; empresas; propriedades; escolas; centros culturais ou locais de culto; além dos ataques contra ou em lugares religiosos, locais e santuários que violam o direito internacional ”.

Conforme a resolução, “o terrorismo e o extremismo violento em todas as suas formas e manifestações não podem e não devem estar associados a nenhuma religião, nacionalidade, civilização ou grupo étnico”.

Combate crimes de ódio relacionados à religião

O documento enfatiza que “liberdade de religião ou crença, liberdade de opinião e expressão, direito à reunião pacífica e direito à liberdade de associação são interdependentes, inter-relacionados e reforçam-se mutuamente, e salientar o papel que esses direitos podem desempenhar na luta contra todas as formas de intolerância e discriminação com base na religião ou crença”.

O Dia Internacional terá como objetivo “homenagear as vítimas e os sobreviventes que muitas vezes permanecem esquecidos”, disse o ministro das Relações Exteriores da Polônia, Jacek Czaputowicz.

Ele relembrou a onda de ataques nos últimos meses, inclusive em mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia. Além disso, falou sobre o alvejamento de cristãos no Sri Lanka durante o domingo de Páscoa.




publicidade

Mais artigos

Fadi Faraj pode ter a prisão preventiva decretada

Fadi Faraj nega as acusações e diz não entender o motivo que motivou as mulheres a fazer tais acusações contra ele.


Pastores se mobilizam para ajudar vítimas do desabamento em Fortaleza

O edifício tinha 7 andares, e desabou no último dia 14


Youtuber cristão desmascara pastor Adeildo Costa: “Maçom”

O pastor que prega nos grandes congressos do país é acusado de ser viciado em drogas


Pastor denuncia esposo da cantora gospel Midian Lima

Eliel Lima cancelou as agendas da cantora sem motivo justo, e não arcou com os prejuízos


Exclusivo: Saiba quem encomendou a morte do pastor Anderson do Carmo

A cada dia uma nova revelação deixa o caso ainda mais complexo


Cantora gospel Mara Maravilha envergonha evangélicos aos beijos com Preta Gil

A foto está gerando a revolta até mesmo daqueles que antes a veneravam e a defendiam frente a qualquer crítica ou polêmica que a artista se envolvesse


7 notícias gospel bizarras de 2019 que envergonharam evangélicos

Confira algumas das manchetes que polemizaram no mundo gospel em 2019:


Fadi Faraj “quebra” o silêncio e se pronuncia sobre acusações de abuso sexual

A notícia foi publicada nos principais sites de notícias gospel do país


Apóstolo Fadi Faraj é acusado de abusar sexualmente de quatro mulheres

As vítimas eram membros de sua igreja, o Ministério da Fé, no Distrito Federal


Cantor que largou o gospel se dá bem na música secular

Filho de artista o cantor inicio sua carreira bem cedo na música gospel