Pastor e mais três pessoas são denunciados por golpe de pirâmide financeira

O pastor é presidente da Assembleia de Deus na cidade e está sobre investigação, podendo responder por vários crimes


Publicado em: 21/05/19 às 15:23 por Caio Rangel | Atualizado em 21/05/2019 às 15:23


O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), denunciou um pastor e mais três pessoas sob a acusação de aplicar golpes em várias pessoas por meio de um esquema conhecido como “pirâmide financeira”.

De acordo com as investigações, o grupo oferecia lucro na negociação de barris de petróleo. Portanto, os  investimentos eram feitos em uma falsa empresa. O valor estimado obtido por eles é de aproximadamente R$ 500 mil.

+ Fábio Porchat ataca cristãos: “Maluquice acreditar na Bíblia”

Gersil Caetano Rosa, é pastor presidente da Igreja Assembleia de Deus na cidade Caiapônia, no sudoeste de Goiás. Segundo o MP também participavam do esquema o filho dele, Fábio Gomes Caetano, o escrivão da Polícia Civil Adolfo de Freitas Filho, e a fiel da igreja Patrícia Castro Bessa.

Entretanto, na manhã desta terça-feira (21), o advogado dos quatros denunciados se manifestou. Watson Nunes de Oliveira disse que não vai se pronunciar, por enquanto, sobre o assunto.

À TV Anhanguera, a igreja informou que também não ia comentar o assunto. Porém, a Polícia civil disse a emissora que o escrivão foi afastado da função.

Como funcionava o golpe

Segundo a denúncia o esquema existe desde 2016, e já enganou várias pessoas. As vítimas são de 4 cidades de Goiás, e uma do Mato Grosso.

Os “clientes” pagavam ainda um valor de R$ 120 por uma “taxa de participação”. Dessa maneira eles ainda alegavam que “as aplicações que estavam realizando eram seguras e não precisavam ter receio algum, pois os lucros seriam garantidos”.

+ Chateado, noivo de cantora evangélica toma decisão inesperada

Pouco depois eles começaram a ser procurados por pessoas que não conseguiam resgatar o dinheiro. Para despistar os envolvidos alegavam que o site da empresa estaria com defeito e que os lucros seriam recebidos “brevemente”.

A merce de uma reposta, as vítimas voltavam a procurar os denunciados. No entanto eles alegavam  que “a empresa tinha quebrado” e não seria mais possível ressarcir o valor.

Os quatro denunciados devem responder por estelionato, associação criminosa e crime contra e economia popular.

(G1).




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Confira a foto da arma que executou o pastor Anderson do Carmo

A arma encontrada no quarto do filho da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), uma pistola calibre 9mm, foi a utilizada para matar o pastor Anderson do Carmo


Elaine Martins atinge marca histórica e comemora 65 milhões de views no YouTube

Elaine Martins comemorou recentemente uma marca histórica em sua carreira. O single "Santificação" ultrapassou a marca dos 65 milhões de visualizações


Michelle Bolsonaro recebe título de embaixadora da paz

O reconhecimento dado a Michelle Bolsonaro, foi concedido pela Federação para a Paz Universal, pela  Associação das Mulheres para a Paz Mundial


Delegada confirma que arma encontrada na casa de Flordelis foi usada na noite do assassinato

Uma outra perícia no Instituto de Criminalista Carlos Eboli será feita, nesta quarta-feira 19


Mais dois filhos de Flordelis são levados para a delegacia

Os filhos adotivos, que não tiveram a identidade revelada, foram conduzidos para depor sobre a morte do pastor Anderson do Carmo.


Urgente! Flordelis quebra o silêncio e defende filho acusado de executar Anderson do Carmo

A assessoria da artista publicou uma nota no instagram.


Policiais fazem buscas na casa da cantora gospel Flordelis

O alvo do mandado, era localizar e recolher o celular do pastor Anderson do Carmo, morto na madrugada deste domingo (16).


Pastor de igreja evangélica é preso durante operação policial

Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (18), a Polícia Civil está dando cumprimento a 14 mandados de prisão expedidos pela Justiça


Filho de Flordelis passa mal dentro da cela e é socorrido pelo Samu

O atendimento ao filho da cantora gospel durou cerca de 30 minutos


Pai de cantora famosa aguarda por vaga na UTI de hospital público

Ela ficou 35 anos sem falar com o pai, mas pediu perdão depois que ficou famosa e se tornou evangélica