Marco Feliciano quebra o silêncio e diz que igrejas não pagarão tributos

O pastor e deputado federal expôs os argumentos citados em uma reunião com o presidente


Publicado em: 17/05/19 às 9:42 por Junior Moura | Atualizado em 17/05/2019 às 9:42

Marco Feliciano (REPRODUÇÃO)

No último dia 14, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se reuniu com os integrantes da bancada evangélica. Nesta assembleia, ele esclareceu as questões relacionadas à possibilidade de tributação de ofertas e dízimos recebidos pelas igrejas, que vêm sendo especulada na grande mídia.

+Membro da família Valadão é internado às pressas após sofrer acidente

No entanto, essa atitude foi tomada após a indignação generalizada no meio evangélico pelo secretário da Receita Federal. Vale lembrar que, Marcos Cintra havia falado sobre uma proposta que visava tributar as igrejas.

Essa declaração, acabou afrontando o meio gospel, pois as igrejas no momento são isentas de pagar tributos.

Uma das reações da bancada que na ocasião se encontrava, foi sobre o prazo de cobrança das receitas e despesas da igreja. Os argumentos usados para esse fato, foi em mudar o prazo estipulado pela Receita Federal que geralmente ocorre a cada três meses. As igrejas, assim como templos de todas as religiões, são isentas de todos os tributos pela Constituição. Mas, o governo passado, criou mecanismos que efetuassem cobranças a essas instituições.

Depois da reunião haver acontecido, o pastor Marco Feliciano concedeu uma entrevista, onde esclareceu a pauta da reunião.

+Midian Lima surpreende e faz convite inusitado a cantora de brega

“Marcos Cintra, o secretário, afirmou para nós que foi mal interpretado. Que o presidente Bolsonaro assumiu desde sua campanha eleitoral que não haveria de criar nenhum tipo de imposto a mais. Então essa reunião foi só para confortar todos os pastores e entender que não vai haver nenhum tipo de tributação sobre as igrejas”, falou o pastor.

Feliciano enfatizou em seu discurso que, a imunidade de cobranças das igrejas é garantida pela Constituição Federal. Pelo fato a bancada evangélica agora, quer que o presidente concerte isso e, finalmente nenhum templo religioso seja cobrado.




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Confira a foto da arma que executou o pastor Anderson do Carmo

A arma encontrada no quarto do filho da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), uma pistola calibre 9mm, foi a utilizada para matar o pastor Anderson do Carmo


Elaine Martins atinge marca histórica e comemora 65 milhões de views no YouTube

Elaine Martins comemorou recentemente uma marca histórica em sua carreira. O single "Santificação" ultrapassou a marca dos 65 milhões de visualizações


Michelle Bolsonaro recebe título de embaixadora da paz

O reconhecimento dado a Michelle Bolsonaro, foi concedido pela Federação para a Paz Universal, pela  Associação das Mulheres para a Paz Mundial


Delegada confirma que arma encontrada na casa de Flordelis foi usada na noite do assassinato

Uma outra perícia no Instituto de Criminalista Carlos Eboli será feita, nesta quarta-feira 19


Mais dois filhos de Flordelis são levados para a delegacia

Os filhos adotivos, que não tiveram a identidade revelada, foram conduzidos para depor sobre a morte do pastor Anderson do Carmo.


Urgente! Flordelis quebra o silêncio e defende filho acusado de executar Anderson do Carmo

A assessoria da artista publicou uma nota no instagram.


Policiais fazem buscas na casa da cantora gospel Flordelis

O alvo do mandado, era localizar e recolher o celular do pastor Anderson do Carmo, morto na madrugada deste domingo (16).


Pastor de igreja evangélica é preso durante operação policial

Desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (18), a Polícia Civil está dando cumprimento a 14 mandados de prisão expedidos pela Justiça


Filho de Flordelis passa mal dentro da cela e é socorrido pelo Samu

O atendimento ao filho da cantora gospel durou cerca de 30 minutos


Pai de cantora famosa aguarda por vaga na UTI de hospital público

Ela ficou 35 anos sem falar com o pai, mas pediu perdão depois que ficou famosa e se tornou evangélica