Marco Feliciano quebra o silêncio e diz que igrejas não pagarão tributos

O pastor e deputado federal expôs os argumentos citados em uma reunião com o presidente


Publicado em: 17/05/19 às 9:42 por Micael Batista | Atualizado em 17/05/2019 às 9:42



Marco Feliciano (REPRODUÇÃO)

No último dia 14, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) se reuniu com os integrantes da bancada evangélica. Nesta assembleia, ele esclareceu as questões relacionadas à possibilidade de tributação de ofertas e dízimos recebidos pelas igrejas, que vêm sendo especulada na grande mídia.

+Membro da família Valadão é internado às pressas após sofrer acidente

No entanto, essa atitude foi tomada após a indignação generalizada no meio evangélico pelo secretário da Receita Federal. Vale lembrar que, Marcos Cintra havia falado sobre uma proposta que visava tributar as igrejas.

Essa declaração, acabou afrontando o meio gospel, pois as igrejas no momento são isentas de pagar tributos.

Uma das reações da bancada que na ocasião se encontrava, foi sobre o prazo de cobrança das receitas e despesas da igreja. Os argumentos usados para esse fato, foi em mudar o prazo estipulado pela Receita Federal que geralmente ocorre a cada três meses. As igrejas, assim como templos de todas as religiões, são isentas de todos os tributos pela Constituição. Mas, o governo passado, criou mecanismos que efetuassem cobranças a essas instituições.

Depois da reunião haver acontecido, o pastor Marco Feliciano concedeu uma entrevista, onde esclareceu a pauta da reunião.

+Midian Lima surpreende e faz convite inusitado a cantora de brega

“Marcos Cintra, o secretário, afirmou para nós que foi mal interpretado. Que o presidente Bolsonaro assumiu desde sua campanha eleitoral que não haveria de criar nenhum tipo de imposto a mais. Então essa reunião foi só para confortar todos os pastores e entender que não vai haver nenhum tipo de tributação sobre as igrejas”, falou o pastor.

Feliciano enfatizou em seu discurso que, a imunidade de cobranças das igrejas é garantida pela Constituição Federal. Pelo fato a bancada evangélica agora, quer que o presidente concerte isso e, finalmente nenhum templo religioso seja cobrado.




publicidade

Mais artigos

Flordelis pode ser presa, será mesmo?

Em um vídeo publicado pelo canal Politizando, fica claro que Flordelis ainda não foi indiciada, e isso pode dar pistas do seu futuro


Flordelis reage a depoimento do filho e abre o jogo

A cantora gospel resolveu publicar uma nota de esclarecimento e explicar o que é verdade ou não nos depoimentos


Polícia confirma: Mensagem que pedia a morte de Anderson foi escrita por Flordelis

A casa caiu, e finalmente o quebra-cabeça está sendo montado


Flordelis foi “mentora intelectual” da morte do pastor, revela filho

O filho adotivo Misael contou em um depoimento que comprometeu ainda mais a cantora gospel


Homem tenta invadir igreja e é baleado por segurança do templo

O suspeito mencionou que iria sacar uma arma e acabou sendo baleado


Profecia diz que três pastores “poderosos” irão morrer em queda de avião

O pastor também profetiza que sete cantoras gospel também irão descer a sepultura


Igreja Universal lançará seu próprio banco digital

O investimento irá render R$ 32 milhões de reais ao mês para igreja


Flordelis sabia de tudo! diz filha que encomendou morte do pastor

O crime havia sido premeditado três meses antes da morte do pastor, que foi assassinado com 30 tiros


Pastor extremamente conservador é preso por abuso contra menor

O pastor foi acusado de tentar abusar sexualmente de um jovem de 16 anos


Urgente! Anderson do Carmo abusava sexualmente da neta, segundo Flordelis

A informação foi passada por uma filha do casal em depoimento à polícia civil