Pastores mandam executar fiel e são presos dentro da igreja

O caso só teve seu desfecho agora, e o casal foi preso na congregação que haviam iniciado após a sua saída do local do assassinato


Publicado em: 17/04/19 às 14:40 por Junior Moura | Atualizado em 17/04/2019 às 15:41

Arma (Imagem Ilustrativa)

No último dia 04 um casal foi preso pela polícia do Espírito Santo (ES), acusados de contratar um assassino. O matador de aluguel, é conhecido como Wellington da Silva Gomes, de 34 anos.

O crime aconteceu em março de 2018, porém só veio á tona agora. Contudo, a informação foi dada pelo jornal Gazeta online.

+Padre Marcelo Rossi é processado e condenado a pagar R$ 50 milhões

O motivo do caso

Em conformidade com a polícia, o motivo do assassinato partia de um confronto entre ambos por causa de um terreno. Essa terra locada era algo dividido entre os pastores e o rapaz.

Diante disso, o delegado relatou que este crime já estava sendo investigado desde a ocorrência do caso. Após ter colhido todas as informações precisas que incriminassem o casal, o pedido de apreensão fora pedido.

De acordo com o delegado Franco Malini, parte do terreno foi colocado como pagamento de uma dívida. A dívida se tratava de um “boleto trabalhista” vencido. Havendo quitado essa obrigação, Ediana Luzia, e o marido, Adriano Faiolli, não queriam mais a vítima em suas propriedades.

Como aconteceu o crime

No entanto, eles começaram a dificultar as coisas para o rapaz, cortando a água e a luz, além de outras coisas.

“Luciano morava com a esposa e um filho de pouco mais de um mês quando foi morto. Inclusive, no dia em que o crime aconteceu, ele havia levado a criança para fazer o teste do pezinho. Não conseguimos comprovar o pagamento do serviço, mas a ligação entre o crime e os pastores foi comprovado porque eles pagaram o advogado de Wellington, mesmo alegando não ter vínculos com ele”, relatou o delegado.

Eventualmente, Ediana e Adriano contrataram Wellignton para cometer o crime. O assassino fingiu ser um trabalhador rural durante um mês, quando armou uma emboscada para Luciano Pessote.

+Kleber Lucas: ‘A Soul não faz questão de ser aceita como igreja evangélica’

” Em pouco tempo na propriedade, cerca de um mês, ele chegou até a registrar um boletim de ocorrência contra Luciano na delegacia de Domingos Martins. Acreditamos que tenha sido para armar um campo e, como ele fez depois, alegar legítima defesa, mas no exame cadavérico ficou confirmado que a vítima foi espancada e também levou um tiro. Wellington disse que Luciano estava armado e que ele mesmo havia jogado a arma no mato, mas nós nunca encontramos arma nenhuma”, contou o delegado.

Contudo, depois do ocorrido os pastores venderam o terreno e abriram uma nova igreja em Venda Nova do Imigrante, onde foram presos.




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Pastor Hueslen lamenta morte de entes familiares e comove internautas

Os dois filhos dos primos do pastor Hueslen Santos morreram afogados logo depois de um momento de descuido dos responsáveis


Escândalo envolvendo igreja evangélica ainda repercute no exterior

Naasón Joaquín García, foi preso no aeroporto de Los Angeles sob acusação de tráfico de pessoas, pornografia infantil e abuso de menores


Quatro fatos intrigantes sobre o assassinato do pastor Anderson do Carmo

Pouca coisa foi esclarecida diante das perguntas que ainda hoje permanecem sem respostas


Sarah Farias explica cancelamento de agenda e pede perdão à igreja

Os seguidores elogiaram a atitude da cantora, e deixaram muitas mensagens de apoio


Violência: Pastor é assassinado a tiros em frente a igreja

O pastor foi socorrido por vizinhos e levado para a UPA de Serra Sede, mas não resistiu e morreu antes de receber atendimento


Teto de igreja evangélica desaba após incêndio e pastor se desespera

De acordo com a Polícia Militar, um curto circuito pode ter causado o incêndio


Irmãos suspeitos de matar pastor se entregam à polícia

Os suspeitos estavam foragidos e com mandado de prisão em aberto após serem indiciados pela morte do pastor evangélico Edenilton Félix


Nesta segunda Flordelis prestará depoimento à polícia sobre morte do marido

Flordelis também pretende conceber uma entrevista coletiva aos jornalistas na próxima terça-feira 25


Segundo a polícia, cenário macabro foi encontrado na casa de Flordelis, saiba mais

Todas as pessoas que estavam na casa no dia do crime estão sendo investigadas


Flordelis quebra o silêncio, critica a polícia, e detalhe chama a atenção

Uma semana após o assassinato do pastor Anderson do Carmo a cantora desabafa nas redes sociais