Silas Malafaia para Mourão “Se o senhor não quer colaborar, pelo menos se cale pra não atrapalhar”

Em vídeo o pastor Silas Malafaia criticou duramente o vice-presidente Mourão, e recebeu o apoio dos evangélicos


8 meses atrás | Micael Batista



Pastor Silas Malafaia (Reprodução)

No último sábado (02), o Pastor Silas Malafaia, publicou um vídeo em seu canal do Youtube criticando duramente  o fato de estarem fazendo um jogo sujo ao governo Bolsonaro, e acusou o vice-presidente general Mourão, de está apoiando.

Após Mourão se posicionar e declarar que é a favor do “aborto”, e dizer que se trata de um caso de saúde pública, o pastor afirmou dizendo que o motivo do seu voto, e da maioria do povo brasileiro, foi por concordar com as pautas que Bolsonaro defende.

+Presente diabólico: Assembleia Legislativa recebe estátua que homenageia satanás

Silas afirmou que o General é, e sempre foi o responsável por manter a agenda dos esquerdistas ativa.

“… General Mourão, porque lá atrás, antes da indicação de você como vice, porque você não abriu a boca dizendo que apoiava o aborto, que o aborto era questão da saúde pública…” Falou o pastor indignado com o oportunismo do vice-presidente.

+Artista gospel famosa posta foto de biquini e fãs não aprovam

Malafaia também disse que o papel de Mourão na ausência de Bolsonaro, é substituir nos impedimentos do presidente ao invés de dar opiniões na agenda pela qual o povo elegeu o candidato, acusando-o de estar fazendo um jogo para desestabilizar o governo, e atuando como um porta voz para enviar informações à uma imprensa que politicamente e na concepção deles estão certos.

O pastor concluiu usando algumas palavras Bíblicas que diz que um reino dividido não subsiste, tampouco consegue vencer.

“… se o senhor não quer colaborar, pelo menos se cale pra não atrapalhar, vai fazer um grande favor pra nação e pra o governo Bolsonaro…” Desabafou Malafaia.

Assista ao vídeo na íntegra.

Qual será a posição de Silas Malafaia no governo Bolsonaro?

Pastor Silas Malafaia (Reprodução)

Um dos principais cabos eleitorais do presidente Jair Bolsonaroo pastor Silas Malafaia, já deixou bem claro em algumas entrevistas que não pretende entrar para política, e que o seu papel é de influenciar.

Muito envolvido com a última eleição, Malafaia defendeu com unhas e dentes o presidente eleito, e comprou briga com quem ousou em discordar de suas convicções.

+ Pastor Gilmar Fiuza quebra silêncio e faz denúncia grave sobre evento famoso

Mas o que Malafaia ganha com Bolsonaro na presidência? muitas pessoas estão se perguntando, e acham que o líder religioso poderá até ocupar algum cargo no atual governo.

Mas o clima entre Bolsonaro e Malafaia não ficou dos melhores quando o presidente não escolheu Magno Malta para ocupar um de seus ministérios.

+ Aline Barros “quebra” a internet com foto na praia e post arrepiante

O pastor chegou a responsabilizar Bolsonaro pela derrota do senador capixaba nestas eleições. e disse: “A única pessoa que pode responder por que o Magno não foi confirmado é o próprio presidente. Para mim, Bolsonaro disse três vezes que estava pensando em colocar o Magno no Ministério da Cidadania. Apoio integralmente o Bolsonaro, mas não vou concordar 100% com as ações dele. A unanimidade é burra. Malta não, perdeu a eleição porque fez campanha para Bolsonaro”.

+ Pastor comemora posse de Bolsonaro tomando bebida alcoólica e choca evangélicos

Tudo indica que a posição de Malafaia no governo Bolsonaro é viver nesse clima de morde e assopra todas as vezes que o presidente tomar uma decisão que seja contra a sua vontade, as críticas e os elogios iram caminhar lado a lado com Malafaia, e ele poderá usar muito de sua principal ferramenta, “a língua”.