Projeto que declara Bíblia patrimônio cultural é o primeiro apresentado em 2019

O projeto é de autoria do deputado federal sargento Isidório (AVANTE)-BA


Publicado em: 05/02/19 às 14:58 por Junior Moura | Atualizado em 05/02/2019 às 14:58

Bíblia (REPRODUÇÃO)

A bíblia possui um valor simbólico para diversas pessoas no Brasil e no mundo, visto que ela é tida como amuleto para muitos, e livro de instruções para outros, o deputado federal do Avante-BA, pastor sargento Isidório, apresentou um novo projeto de lei no senado, onde consta a solicitação de aprovação para que a bíblia venha se tornar  patrimônio Nacional, cultural, e Imaterial do Brasil e da Humanidade.

+Após suposta traição de Magno Malta, Lauriete aparece sem aliança

Este projeto de lei, foi apresentado na última segunda-feira (04), proposto na nova legislatura pelo parlamentar evangélico onde ocupa um sequência de 64 projetos apresentados ao longo do primeiro dia.

Projeto de Lei (REPRODUÇÃO)

Projeto de Lei (REPRODUÇÃO)

O parlamentar teve sua argumentação baseado no fato da Bíblia ser o livro mais antigo e mais lido de toda a história do mundo, além deste fato, Isidório falou que apesar de ser um bom livro, é a vontade de Deus escrita para humanidade.

+Marco Feliciano quebra o silêncio e defende Silas Malafaia sobre denúncia do MP

“Nós, cristãos, seja católicos, evangélicos, espíritas ou outros, acreditamos que estes homens escreveram a Bíblia inspirados por Deus e por isso consideram a Bíblia como a escritura sagrada. No entanto, nem todos os seguidores da Bíblia a interpretam de forma literal, e muitos consideram que muitos dos textos da Bíblia são metafóricos ou que são textos datados que faziam sentido no tempo em que foram escritos, mas foram perdendo seu sentido dentro do contexto da atualidade” , em argumento complementou o sargento.

Isidório concluiu que durante mandato de deputado estadual na Bahia, apresentou um projeto de lei igual e foi aprovado, o pastor então acredita que este também será.

A frase de Abílio Santana que calou Sargento Isidório durante diplomação

Abílio Santana (Reprodução)

Na tarde dessa segunda-feira (17) aconteceu no Teatro Castro Alves (TCA), a cerimônia de diplomação dos eleitos a governador, senador, deputado federal e deputado estadual pelo estado da Bahia.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) diplomou, ao todo, 137 políticos baianos eleitos em outubro. Além do Governador e dos senadores, também receberam diploma os 39 deputados federais e os 63 parlamentares estaduais.

O deputado federal eleito pastor Abílio Santana, juntamente com o também deputado sargento Isidório protagonizaram o maior tumulto bem na hora da cerimônia.

As cadeiras eram marcadas com o nome dos eleitos, Abílio sentou-se na fileira 09, e logo atrás dele na fileira 10, ficou o deputado sargento Isidório, que segundo informações começou a provocar Abílio soltando indiretas.

+ Em baixa na música gospel, situação de Damares acende luz de alerta

Na hora em que o juiz anunciou o nome do pastor Abílio pra ser Diplomado,  Isidório gritou:“O leão da Bahia vai virá gatinho mimi quando chegar em Brasília”.

Abílio fingiu não ouvir e seguiu para ser diplomado, pousou para fotos, e quando voltou para se assentar foi até Isidório, botou o dedo no rosto dele e disse:“Está procurando confusão comigo? você tá procurando confusão com o cabra errado, se você é deputado federal eu também sou, se você é militar eu também,  que desgraça você quer? deixa eu deixar uma deixa bem deixada. Antes que o leão da Bahia vire gato, ele vai esganar e demolir muitos veados”.

+ Campeã do UFC vai entrar em última luta do ano com música gospel

Isidório não gostou da resposta e começou uma discussão onde foi preciso os deputados Nelson Peregrino e Márcio Marinho entrarem para acalmar os ânimos que estavam extremamente exaltados. O sargento Isidório ainda disse:“O leão tem pavio curto”, então Abílio gritou:“Não tenho pavio”.

Segundo conta em seu testemunho, o sargento Isidório afirma que é um ex-gay, e Abílio acabou que na confusão relembrando o passado do parlamentar.

Depois que conseguiram conter os ânimos de ambos, o presidente do TRE, desembargador José Edivaldo Rotondano, que realizou a cerimônia, deu seguimento a diplomação.



Aniversariante do mês
André Valadão

Cantor

40 anos


publicidade

Mais artigos

Urgente: Igreja pentecostal desaba e deixa 13 mortos

A igreja estava lotada pois os fiéis estavam celebrando a Páscoa, e o evento iria durar todo final de semana


Bomba! Depois de Lauriete mais uma cantora gospel se separa do marido

Ela era casada com um pastor, e ao que tudo indica a relação não terminou de maneira amigável


Daniela Araújo abre o jogo e promete falar tudo sobre a sua vida

Daniela Araújo prometeu revelar tudo em um livro autobiográfico que está em fase de produção


Isso a Fernanda Brum não vai tolerar

Fernanda Brum foi uma das poucas amigas que esteve ao lado de Bianca Toledo, durante todo o processo em que esteve doente


“Olavetes”, ataca Silas Malafaia sobre pedido de impeachment de Mourão

Silas Malafaia insinuou que isso era uma tentativa de impressionar o guru, ele atacou Feliciano chamando de "Olavetes"


Por que Priscilla Alcantara excluiu vídeo cantando música profana?

A cantora havia publicado um vídeo cantando a música "Nico And The Niners" da sua banda preferida, mas preferiu apagar sem motivos aparentes


Bolsonaro promove cerimônia pascal em parceria com banda gospel

A surpresa foi voltada também para as crianças mais carentes da cidade, com isso o evento reuniu diversos parlamentares que prestigiaram o momento


Urgente: Morre aos 82 anos o pastor e cantor gospel Matheus Iensen

Matheus Iensen também foi radialista e um dos primeiros empresários evangélicos do mercado fonográfico


André Aquino lança novo sucesso com Gabriela Rocha e fãs adoram

Gabriela Rocha, que está no topo com a sua nova música Hosana, foi a melhor escolha para o "featuring"


Pastor foragido da Justiça acusado de estelionato, roubo e tráfico é detido

Após verificar os antecedentes do pastor, constataram que o homem era foragido da Justiça e procurado por diversos crimes