Homem ataca fiéis com uma faca durante culto e depois de preso se arrepende do crime

Das quatro vítimas atingidas pelo criminoso, somente uma foi liberada pelos médicos até agora


Publicado em: 03/12/18 às 8:08 por Caio Rangel | Atualizado em 15/01/2019 às 7:43

Uilker Alves, autor do crime sendo preso (Reprodução Internet)

Na manhã do último domingo (02), a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias que fica localizada no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia, foi alvo de um atentado realizado por um homem armado com uma faca, onde aproveitou a oportunidade para atacar os fiéis. Segundo testemunhas, o acusado teria entrado no templo gritando “vai morrer todo mundo” logo em seguida deu início ao ataque atingindo quatro homens.

+ Pastor José Wellington celebra último culto na Assembleia de Deus e fiéis caem no choro

Os primeiros socorros as vítimas foram feitos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e logo em seguida encaminhadas para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). A direção geral do hospital informou que um homem de 33 anos deu entrada com ferimentos por arma branca, passou por avaliação ortopédica e foi submetido a uma mini cirurgia na mão esquerda, tendo alta logo após o procedimento, segundo os médicos que atenderam ao homem, esta foi a única vítima a ser liberada até então.

As outras três vítimas atingidas pelas facadas se encontram internadas, segundo o Huapa, com estado de saúde estável. As informações colhidas na unidade de pronto atendimento confirmaram que um homem de 40 anos, que sofreu diversos ferimentos ao ser atingido pelo meliante, foi atendido e aguarda a realização de alguns exames. A vítima de 42 anos, que também foi ferida com várias perfurações, passou por sutura e está em observação. A previsão de alta para ambos ainda está indefinida pelos médicos.

+ Grávida de gêmeos, cantora gospel que é “estrela” Adventista dá notícia triste e fãs lamentam

A última vítima de 31 anos foi atingido no punho direito e está em um estado mais grave, ele passou por uma avaliação cirúrgica e foi transferido para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

No início da tarde do último domingo, o acusado foi encaminhado para o 1º Distrito Policial (DP) na cidade de Aparecida de Goiânia, onde foi registrada a ocorrência. Em seguida, foi submetido a exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O autor do atentado foi levado para uma unidade de saúde para ser atendido devido a um machucado na testa que sofreu no momento em que populares o imobilizaram.

+ Cantor gospel Jairo Bonfim “detona” pastor em desabafo polêmico

Segundo um vídeo compartilhado pelo site de notícias G1, o jovem Uilker Alves, 28 anos, que atacou os fiéis no templo religioso confessou que se sente arrependido e declara: “Aconteceu. Se eu pudesse voltar atrás, eu voltava.”

Assista o vídeo na íntegra o momento em que o autor do crime revela o motivo de ter feito o ataque:

Após fim da dupla com Alisson, Neide Martins comemora marca histórica em seu ministério

Neide Martins (Reprodução)

Neide Martins (Reprodução)

A cantora gospel Neide Martins, que formava dupla com Alisson Santos, publicou um testemunho no seu mais novo canal, no YouTube, onde a mesma falava sobre a sua carreira, e sobre o agir de Deus na vida dela.

A cantora, que agora segue carreira solo, emocionou a todos falando sobre quando foi acometida com câncer de mama. Ela durante todo o vídeo contou como foi sua trajetória de vida, desde criança até os dias atuais.

Logo no começo do vídeo Neide disse que a vontade de cantar veio desde criança, quando cantava no coral da igreja. Entretanto ela revela que era super desafinada e que não tinha vocação nenhuma. O segredo do seu talento foi um propósito que a mesma estabeleceu com Deus, onde ela orava às 3h da manhã e pedia por uma voz diferente que tocassem as vidas das pessoas.

Confira o vídeo na íntegra:

Essa semana a artista comemorou em seu perfil do Instagram as mais de 100 mil visualizações do testemunho no YouTube e compartilhou a sua alegria com os seus seguidores.


Neste momento o vídeo alcança mais de 145 mil visualizações, e continua abençoando a vida de quem o assiste.




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Jotta A alcança 30 milhões de views no YouTube e agradece fãs

Jotta A conseguiu realizar mais um feito histórico com a sua música. Ele agradeceu a todos os seus fãs e seguidores pelos 30 milhões de views no YouTube


Mesmo abalada, Flordelis canta música “Jó” no velório do esposo

O velório do pastor Anderson do Carmo, aconteceu na Cidade do Fogo, em São Gonçalo, Niterói (RJ)


Daniela Araújo quebra o silêncio e fala sobre assalto à sua família

Daniela Araújo escreveu um longo texto envolvendo a violência demasiada no Brasil. Ela relembrou um caso que aconteceu com sua irmã, o cunhado e seus pais


Homem é preso em flagrante se masturbando dentro de igreja evangélica

De acordo com o boletim de ocorrência, um policial civil participava do culto e conseguiu prender o acusado


Vídeo: Pr. Anderson do Carmo diz que “Satanás não vai assassinar essa geração” antes de morrer

Anderson do Carmo foi morto com mais de 15 tiros na madrugada do domingo


Investigação: Morte do pastor Anderson do Carmo pode ter sido encomendada por um parente

O pastor Anderson do Carmo teria tido, segundo a polícia, uma desavença com um parente por conta de dinheiro.


Pastores, cantores gospel e amigos lamentam a morte do pastor Anderson do Carmo

As redes sociais foram inundadas com postagens de famosos do meio gospel lamentando sua morte.


Morte do pastor Anderson do Carmo repercute na Europa

O pastor acabou recebendo homenagens de diversos lideres religiosos e artistas gospel brasileiros


Luto: Pastor Anderson do Carmo é morto na frente de Flordelis, em Niterói

Anderson do Carmo era casado com Flordelis desde 1994 e tinha 55 filhos, dos quais, 51 eram adotados.


Pastor Marco Feliciano quebra silêncio e faz duras críticas ao STF

Marco Feliciano, gravou um vídeo para falar sobre a decisão do STF. O deputado se levantou contra o Supremo que decidiu criminalizar a homofobia