Valdemiro Santiago lança campanha polêmica para arrecadar 30 milhões de reais

O apóstolo está vendendo 100 mil chaves simbólicas cada uma a 300 reais


10 meses atrás | Caio Rangel



Valdemiro Santiago (Reprodução)

Final do ano se aproximando e a Igreja Mundial do Poder de Deus lançou uma campanha que vem dando o que falar. O apóstolo Valdemiro Santiago colocou a venda 100 mil chaves simbólicas a R$ 300,00 cada chave.

Valdemiro revelou que o propósito da mobilização é arrecadar os valores necessários para quitar dívidas com emissoras de TV, 13º salário de funcionários e “salvar a obra de Deus”.

Em outros anos, esta “campanha” já envolveu colher de pedreiro, tijolos, fronha de travesseiro e toalha – foi feito durante um dos programas da denominação na TV. O convite para que os fiéis “ofertassem” os R$ 300 adicionais, veio com a justificativa de que, assim, o contribuinte garantiria a entrada abençoada em 2019.

+ Apóstolo famoso que luta contra o câncer, promove evento com Ludmila Ferber

O apóstolo disse que isso é um investimento, e que é uma semente que irá tirar os ofertantes da situação de aperto e salvar a obra de Deus.

Valdemiro também falou que essa chave é especialmente para quem quer entrar o ano de 2019 com as portas escancaradas.

+ Após três anos separado Leonardo Gonçalves se casa novamente em cerimônia secreta

Ele explica no início do vídeo que serão 50 mil pessoas, o propósito era 15 milhões, mas de repente a ideia muda: o propósito que era para arrecadar R$ 15 milhões, dobra: “Serão 100 mil pessoas, não 50 mil. É, Deus me tocou no coração e já disse, já confirmou que tem cem mil pessoas que vão participar. Ele é quem escolhe”, concluiu.

Programa da Rede Globo diz que Deus é mulher e irrita cristãos

Logo da Globo (Reprodução)

A Rede Globo costuma promover conteúdos em suas programações que afrontam a fé cristã, assim como boa parte da moralidade herdada do cristianismo.

Enquanto isso os cristãos em geral estão rejeitando cada vez mais esses conteúdos e realizando boicotes a muitos programas da emissora.

+ Aline Barros recusa convite de Tatá Werneck e grava participação no The Noite

Um exemplo disso é a decadência  sofrida pelo programa “Amor & Sexo”, apresentado por Fernanda Lima. A produção já vinha enfrentando a reprovação do público por explorar temas polêmicos e apelar para a exposição de nudez, mas uma edição em particular, no último dia 20, parece ter marcado de vez a decadência do programa.

Um comentário da jornalista Milly Lacombe, convidada do “Amor & Sexo” nesse dia, sugeriu que Deus seria uma “mulher”, contrariando o significado moral contido na forma como o próprio Jesus Cristo se referiu ao Senhor, como um “Pai”, segundo a Bíblia.

+ Kemilly Santos divulga novo single e fãs vão à loucura

“Se meu comportamento sexual não faz mal a nenhuma outra pessoa, ele é ok. Ah, mas talvez faça mal para Deus. Do meu relacionamento com Deus cuido eu. Quando eu chegar lá, converso com ela, diretamente”, disse ela, no que Fernanda enfatizou”: “Com ela”.

+ Cantora sertaneja Marília Mendonça pede ajuda de pastora e anuncia pausa na carreira