Pastora evangélica é convidada por Bolsonaro para ser ministra dos Direitos Humanos

A pastora pode quebrar o paradigma falso criado pela esquerda que beneficia majoritariamente o ativismo LGBT


Publicado em: 30/11/18 às 14:40 por Caio Rangel | Atualizado em 30/11/2018 às 14:40

Pastora Damares Alves (Reprodução)

Compartilhe:

Ela é pastora evangélica, advogada, educadora, e uma das mais ativas militantes pró-vida e pró-família do Congresso Nacional, Damares Alves foi convidada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro para ser ministra dos Direitos Humanos, numa pasta que incluiria ainda Mulheres e Igualdade Racial.

+ Cantora gospel com câncer surpreende ao anunciar que terá alta nos próximos dias

A pastora ainda não deu resposta sobre o convite, e segundo informações de pessoas próximas, ela ainda estuda se aceita o convite. Caso ela aceite, será a primeira vez na história que uma pastora ocupa o cargo de Ministra de Estado. Também será a segunda mulher dos ministérios do presidente eleito após Tereza Cristina (DEM/MS), indicada para a Agricultura.

A pastora se tornou conhecida por grande parte da mídia e pelos brasileiros por ser assessora do senador “Magno Malta”.

+ Caio Fábio desabafa e ataca bispo Edir Macedo: “O povo gosta de mer#?”

A frente do Ministério dos Direitos Humanos, a pastora pode quebrar o paradigma falso criado pela esquerda brasileira nos últimos governos que setorizou os “Direitos Humanos” e restringiu esse tema tão importante ao debate ideológico que beneficiou majoritariamente o ativismo LGBT.

Damares Alves pertence a Igreja do Evangelho Quadrangular, e co-fundadora do movimento ATINI – Voz Pela Vida, que exerce uma importante luta no combate à violência contra crianças indígenas. Além disso, a Dra. Damares Alves é Diretora de Assuntos Parlamentares da ANAJURE – Associação Nacional de Juristas Evangélicos.

+ Pastor é morto durante tentativa de assalto em frente à igreja após realizar culto

Pastor Rinaldi Digílio: “Devolva a igreja de Jesus. Não queremos esses patriarcas”

Pr. Rinaldi Digílio (Reprodução Internet)

Após o site de notícias O Fuxico Gospel publicar um matéria onde comunicou aos seus leitores que está acontecendo uma verdadeira guerra interna na Igreja do Evangelho Quadrangular envolvendo o atual presidente Mario de Oliveira, agora ele é alvo de uma carta que pedem sua renúncia, onde quem representou esse documento no Comitê Global da Igreja Quadrangular  foram os conselheiros da IEQ do Brasil.

E em mais uma denúncia envolvendo a instituição religiosa e seu presidente, o pastor Rinaldi Digílio tomou a frente e gravou um vídeo onde abre os olhos dos fiéis para um anúncio que o Mario de Oliveira fez durante a Escola de Sabedoria Estadual, em que ele apresentou os novos patriarcas brasileiros da Igreja Quadrangular.

+ Cantora gospel com câncer surpreende ao anunciar que terá alta nos próximos dias

Em suas palavras iniciais do vídeo o pastor Rinaldi mostra um documento de um imóvel, que é a escritura do prédio da primeira Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil.

Depois ele continua o vídeo mostrando o momento em que os nomes dos ‘supostos’ patriarcas são anunciados pelo apresentador do vento.

+ Caio Fábio desabafa e ataca bispo Edir Macedo: “O povo gosta de mer#?”

Na tentativa de ludibriar os membros da Igreja Quadrangular no Brasil e fazer esquece-los de suas origens, raízes e fundação, Oliveira inventa a consagração de Patriarcas Brasileiros, para separar definitivamente o Brasil da família Global.“, disse o pastor Rinaldi Digílio.

Acompanhe o vídeo a seguir e veja o desabafo que o Rinaldi faz em defesa dos verdadeiros fundadores da Quadrangular no Brasil:

Compartilhe:



Mais artigos

Tragédia: Sofrendo com depressão há dois anos, pastor evangélico tira a própria vida

Ultimamente casos de suicídios entre pastores estão aumentando e preocupando a liderança evangélica no Brasil


Fernanda Brum vai responder na justiça por não comparecer a evento gospel. Saiba qual

A organização do Clama Bahia informou por meio de nota, que irá entrar na justiça contra a cantora


Após denuncias de abuso sexual MP de Goiás pede prisão do médium João de Deus

A medida foi requerida após o MP receber mais de 200 denúncias das supostas vítimas do líder religioso


Jovem evangélico cresce na web e rompe barreira do gospel

O sucesso nas redes sociais tem atraído cada vez mais os jovens e adolescentes


Urgente: Pastor evangélico eleito deputado federal em 2018, é preso em operação da PF

Outras seis pessoas foram detidas na ação de combate a desvios de recursos públicos do fundo partidário e fundo especial de financiamentos de campanha


Ana Paula Valadão revela que as igrejas não estão mais cantando suas músicas e cai no choro

Ela lamentou a situação e chegou a derramar lágrimas, dizendo que os últimos discos não foram bem aceitos como os dos anos 2000


Sarah Farias irrita pastores com exageros e começa a perder agenda

Quando a cantora recebe uma oportunidade para cantar uma ou duas musicas, ela canta seis, desconstruindo a programação do culto.


Famosa da aula sobre “sexo gospel”, ganha diploma de teologia e pode se tornar pastora

Ela garante que o passado de fotos sensuais, do corpo nu nos desfiles de carnaval, tudo isso está sepultado


Simone volta a se encontrar com pastora que ajudou Daniela Araújo em retiro espiritual

A cantora anunciou no último dia 5 de dezembro que estaria se ausentando das redes sociais e pediu orações


Pastor ora antes de diplomação de Bolsonaro e constrange ministros, diz repórter de O Globo

De acordo com o jornalista Bernardo Mello Franco, de O Globo, “a oração constrangeu alguns dos "presentes"