Nome indicado por Jair Bolsonaro para chefiar a Advocacia Geral da União é um pastor presbiteriano

O advogado da união também é líder na Igreja Presbiteriana em Brasília


Publicado em: 21/11/18 às 22:13 por Caio Rangel | Atualizado em 15/01/2019 às 11:28



Jair Bolsonaro e André Luiz (Reprodução Internet)

Jair Bolsonaro, o presidente eleito na última eleição de 2018, informou pelo seu Twitter oficial, na última quarta-feira (21), que o advogado André Luiz de Almeida Mendonça, é o o mais novo nome indicado para chefiar a Advocacia Geral da União.

+ Saiba qual a denominação que tem metade da bancada evangélica no Congresso Nacional

Ele fez a seguinte declaração em suas redes sociais: “Informo a todos que a Advocacia Geral da União será liderada pelo senhor André Luiz de Almeida Mendonça, advogado com ampla vivência e experiência no setor.”

Veja a seguir a postagem oficial do presidente:

+ Cantor gospel que saiu do armário fala em voltar para igreja

O André Luiz, além de advogado também é pastor da Igreja Presbiteriana de Brasília, onde ele prega aos domingos na escola bíblica pela manhã e no culto da noite. E referente a um possível conflito entre as atividades de pastor e advogado, André declarou ao jornal O  Globo, já disse que não há chance de ter nenhum conflito da sua parte.

O pastor que é o Advogado da União desde fevereiro de 2000, tem atuado especialmente como assessor do Wagner Rosário que é o então ministro da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União desde 2016, e que conquistou a simpatia de Sérgio Moro também, que será o ministro da Justiça e Segurança no governo bolsonaro.

+ Pastor alerta pastores: Cuidado com as “Periguetes gospel”

Advogados públicos federais protocolaram na última semana, um ofício que pedia que Bolsonaro analisasse uma lista em que continha três indicações para chefiar a Advocacia Geral da União, porém o presidente não aceitou nenhum dos nomes indicados.

Cabo Daciolo: Quem realmente ele é, homem de Deus ou falso profeta?

Cabo Daciolo (Reprodução)

Cabo Daciolo (Reprodução)

O deputado federal Cabo Daciolo, está no meio de uma grande polêmica desde as acusações que fez aos pastores Marco Feliciano e Silas Malafaia. O parlamentar afirmou em um vídeo que os pastores citados eram maçons.

Na  36º edição do “Congresso dos Gideões Missionários da Última Hora”, Daciolo protagonizou o maior constrangimento para o presidente do gideões pastor Reuel Bernadino, e o seu fiel escudeiro e eterno vice pastor Hueslen Santos. 

+ Pastor alerta pastores: Cuidado com as “Periguetes gospel”

Ao receber a oportunidade para falar a primeira palavra foi “Deus está me dizendo; Não quero pastores maçons em cima deste púlpito”.

Em seguida o parlamentar disse que Deus estava mandando Reuel e Hueslen dividirem todo o dinheiro das ofertas que foram arrecadadas naquele sábado, com todas as pessoas que estavam no local, mas eles não fizeram como sugeriu Daciolo, e a repercussão foi grande, manchando ainda mais a reputação do Gideões.

O parlamentar foi elogiado, e muitos entenderam que ele havia sido usado por Deus para entregar aquele recado.

+ Cantor Alisson Santos ignora as críticas e mostra que sabe a fórmula para o sucesso

Durante sua campanha para presidente, Daciolo levava a Bíblia para os debates, e sempre iniciava qualquer discurso com o famoso “Glória a Deus”.

Ainda durante a campanha, depois de orar e jejuar vários dias no monte, Daciolo afirmou que Deus disse que ele seria eleito Presidente da República com 51% dos votos no primeiro turno.

Como esperado, ele não conseguiu passar para o segundo turno, e daí em diante suas profecias começaram a perder credibilidade.

Um dia antes da eleição o parlamentar fez uma Live pelo Facebook e afirmou que Marco Feliciano e Silas Malafaia eram maçons. Dias depois Feliciano cobrou explicações de Daciolo e houve bate boca entre os dois dentro da câmara dos deputados.

+ Foi um teatro, diz apóstolo sobre suposta consagração a “Rei”

A gota d’água para Daciolo foi gravar uma propaganda para o canal de humor  no Youtube “Porta dos Fundos”, que em alguns vídeos ridicularizam os personagens bíblicos, e ainda usam e abusam palavrões em seus textos.

por essas e outras, Daciolo vem sendo muito criticado e rotulado como “falso profeta”. O deputado irá deixar o parlamento em 2019, mas ainda terá de responder a uma representação que o deputado Marco Feliciano abriu contra ele no Conselho de Ética.




publicidade

Mais artigos

Flordelis reage a depoimento do filho e abre o jogo

A cantora gospel resolveu publicar uma nota de esclarecimento e explicar o que é verdade ou não nos depoimentos


Polícia confirma: Mensagem que pedia a morte de Anderson foi escrita por Flordelis

A casa caiu, e finalmente o quebra-cabeça está sendo montado


Flordelis foi “mentora intelectual” da morte do pastor, revela filho

O filho adotivo Misael contou em um depoimento que comprometeu ainda mais a cantora gospel


Homem tenta invadir igreja e é baleado por segurança do templo

O suspeito mencionou que iria sacar uma arma e acabou sendo baleado


Profecia diz que três pastores “poderosos” irão morrer em queda de avião

O pastor também profetiza que sete cantoras gospel também irão descer a sepultura


Igreja Universal lançará seu próprio banco digital

O investimento irá render R$ 32 milhões de reais ao mês para igreja


Flordelis sabia de tudo! diz filha que encomendou morte do pastor

O crime havia sido premeditado três meses antes da morte do pastor, que foi assassinado com 30 tiros


Pastor extremamente conservador é preso por abuso contra menor

O pastor foi acusado de tentar abusar sexualmente de um jovem de 16 anos


Urgente! Anderson do Carmo abusava sexualmente da neta, segundo Flordelis

A informação foi passada por uma filha do casal em depoimento à polícia civil


Namoro de Juninho Black com Dra. Fabi Nogueira, chega ao fim

O relacionamento do cantor gospel com a odontologa das estrelas, durou cerca de dois meses apenas