Bolsonaro decepciona Malafaia e pastor critica duramente o presidente eleito

O pastor chegou a responsabilizar Bolsonaro pela derrota do senador nestas eleições


Publicado em: 29/11/18 às 11:05 por Caio Rangel | Atualizado em 29/11/2018 às 13:04

Malafaia e Bolsonaro (Reprodução)

Compartilhe:

Na última quarta-feira (28), o anúncio do deputado Osmar Terra (MDB/RS) como titular do Ministério da Cidadania e Ação Social, parece ter colocado fim nas expectativas do senador Magno Malta (PR/ES) de ser ministro do governo de Jair Bolsonaro.

A escolha desagradou o pastor Silas Malafaia, que tentava emplacar o nome de Malta, que vinha sendo apontado como preferido para a pasta.

+ Pastor é morto durante tentativa de assalto em frente à igreja após realizar culto

O pastor chegou a responsabilizar Bolsonaro pela derrota do senador capixaba nestas eleições. e disse:“A única pessoa que pode responder por que o Magno não foi confirmado é o próprio presidente. Para mim, Bolsonaro disse três vezes que estava pensando em colocar o Magno no Ministério da Cidadania. Apoio integralmente o Bolsonaro, mas não vou concordar 100% com as ações dele. A unanimidade é burra. Malta não, perdeu a eleição porque fez campanha para Bolsonaro”.

Em um vídeo gravado logo após o fim do segundo turno, Bolsonaro agradece a Deus por ter colocado Magno na sua “vida” e faz uma promessa: “Ele estará comigo sim no Palácio do Planalto. Afinal de contas, é um grande homem e um grande valor.”

+ Whindersson Nunes conta como superou a depressão e fãs se emocionam

Magno Malta se pronunciou e emitiu uma nota na mesma noite do anúncio e disse: “Eu tenho certeza que participei de uma luta grandiosa para libertar o Brasil do viés ideológico. Meu ideal era mudar a política no país e foi a vitória mais importante. Quem escolhe o ministério é o presidente, que tem meu apoio e desejo boa sorte para o Ministro Osmar Terra e para o novo governo. Deus acima de todos”.

Cantora gospel é convidada para série da Globo e salário surpreende

Logo da Globo (Reprodução)

Na tarde da última terça-feira (27), a cantora gospel Ariely Bonatti, esteve na rádio “Feliz FM”, no programa da Bianca Pagliarin, onde falou sobre sua carreira, planos e projetos para 2019.

O ápice da entrevista foi quando a cantora revelou em primeira mão que havia sido convidada para fazer uma minissérie da Rede Globo.

+ Nego do Borel canta música gospel em vídeo e emociona evangélicos

Ariely foi convidada pelo próprio escritor Walther Negrão, a fazer parte do elenco de “A Casa Das Setes Mulheres”, que foi exibida entre 7 de janeiro à 8 de abril de 2003, em horário nobre da emissora.

A cantora revelou que a direção insistiu muito para que ela participasse, ao ponto de lhe ofereceram um alto cachê, mas ela rejeitou a proposta e não se rendeu as investidas da emissora para tê-la em sua minissérie.

+ Músico tem equipamento roubado após culto na Igreja Batista da Lagoinha

O cenário que a trama foi gravada contava história de sete mulheres da família do líder dos farrapos, Bento Gonçalves, que se passava no sul do Brasil de 1835, onde ocorreu a Revolução Farroupilha.

Nesse horário as produções da emissora costuma ser mais ousadas, com cenas de nudez, violência, sexo e outras mais que fogem do padrão tradicional da família cristã.

+ Aline Barros aceita convite de jogador famoso para cantar em evento beneficente

Ariely Bonatti se orgulha em dizer que recusou a proposta da Rede Globo, e os ouvintes e internautas que interagiram com o programa elogiaram a atitude da cantora.

Compartilhe:



Mais artigos

Tragédia: Sofrendo com depressão há dois anos, pastor evangélico tira a própria vida

Ultimamente casos de suicídios entre pastores estão aumentando e preocupando a liderança evangélica no Brasil


Fernanda Brum vai responder na justiça por não comparecer a evento gospel. Saiba qual

A organização do Clama Bahia informou por meio de nota, que irá entrar na justiça contra a cantora


Após denuncias de abuso sexual MP de Goiás pede prisão do médium João de Deus

A medida foi requerida após o MP receber mais de 200 denúncias das supostas vítimas do líder religioso


Jovem evangélico cresce na web e rompe barreira do gospel

O sucesso nas redes sociais tem atraído cada vez mais os jovens e adolescentes


Urgente: Pastor evangélico eleito deputado federal em 2018, é preso em operação da PF

Outras seis pessoas foram detidas na ação de combate a desvios de recursos públicos do fundo partidário e fundo especial de financiamentos de campanha


Ana Paula Valadão revela que as igrejas não estão mais cantando suas músicas e cai no choro

Ela lamentou a situação e chegou a derramar lágrimas, dizendo que os últimos discos não foram bem aceitos como os dos anos 2000


Sarah Farias irrita pastores com exageros e começa a perder agenda

Quando a cantora recebe uma oportunidade para cantar uma ou duas musicas, ela canta seis, desconstruindo a programação do culto.


Famosa da aula sobre “sexo gospel”, ganha diploma de teologia e pode se tornar pastora

Ela garante que o passado de fotos sensuais, do corpo nu nos desfiles de carnaval, tudo isso está sepultado


Simone volta a se encontrar com pastora que ajudou Daniela Araújo em retiro espiritual

A cantora anunciou no último dia 5 de dezembro que estaria se ausentando das redes sociais e pediu orações


Pastor ora antes de diplomação de Bolsonaro e constrange ministros, diz repórter de O Globo

De acordo com o jornalista Bernardo Mello Franco, de O Globo, “a oração constrangeu alguns dos "presentes"