Pastor Silas Malafaia elege todos os candidatos que apoiou no RJ

Dos cinco candidatos apoiados por Malafaia, quatro foram eleitos e um vai para o segundo turno


Publicado em: 08/10/18 às 9:23 por Micael Batista

Pastor Silas Malafaia

Compartilhe:

O pastor Silas Malafaia continua se consolidando como um excelente cabo eleitoral no estado do Rio de Janeiro.

O presidente da ADVEC (Assembleia de Deus Vitória em Cristo), conseguiu eleger todos os candidatos que apoiou no estado, e seu presidente, Jair Bolsonaro (PSL), embarcou para o segundo turno.

+ Veja cantoras gospel que se deram bem ou mal no primeiro turno

Veja quem são os candidatos eleitos no Rio de Janeiro com o apoio do pastor Silas Malafaia

Samuel Malafaia (DEM) – Deputado Estadual         | 83.784 votos
Sóstenes Cavalcante (DEM) – Deputado Federal     | 94.203 votos
Flávio Bolsonaro (PSL)  –      Senador                         | 4.380.418 votos
Arolde de Oliveira (PSD)      Senador                          | 2.382.265 votos

Evangélico, Magno Malta perde vaga no Senado após 15 anos de mandato

O Senador Magno Malta (PR-ES), amargou uma dura derrota nas urnas neste domingo de eleições. Ocupando uma cadeira no Senado Federal desde janeiro de 2004, Malta, que além de político é pastor evangélico e cantor gospel, ficará sem mandato a partir de janeiro de 2019.

Magno Malta acabou ficando em terceiro lugar nas eleições, e os 611.284 votos, não foram suficientes para lhe garantir uma das duas vagas.

Fabiano Contrato (Rede), acabou em primeiro lugar, com 1.117.036 votos e Marcos do Val, garantiu a segunda cadeira com 863.359 votos.

Escolheu errado

Magno Malta vinha sendo cogitado como o grande nome para ser o vice na chapa de Jair Bolsonaro (PSL). O partido até já havia lhe dado carta branca, mas apesar dos vários convites do próprio Bolsonaro, Magno Malta recusou todos, e preferiu apostar em sua candidatura.

Devido aos anos no poder e os serviços prestados no Estado do Espirito Santo, Malta acreditava ter uma chance real de se reeleger pela terceira vez.

Dossiê Magno Malta

Duas semanas antes das eleições, o polêmico youtuber Paulo Souza do canal “No Entanto”, divulgou um dossiê de Magno Malta que acabou dando o que falar nas redes sociais.

O vídeo acabou influenciando diretamente no resultados das eleições que deixaram Malta fora do Senado.

Compartilhe:



Mais artigos

Urgente: Cantora gospel Priscilla Alcantara se assusta com fogo no palco. Assista!

Priscilla Alcantara se assustou com o fogo dos efeitos de pirotecnia


Sensibilizada, Pastora Nani Alencar faz alerta sério as mulheres nas redes sociais

A pastora lançou recentemente o livro "Mulheres que vencem Dores"


Em dia de OXum, membros do Candomblé relembram apoio de Kleber Lucas

Kleber Lucas, tem ganhado a antipatia do público evangélico por ser um fiel defensor da liberdade religiosa


Priscilla Alcantara “nostálgica” relembra fase antiga e suspira; “Já passou!”

Priscilla Alcantara está passando por uma metamorfose com aparente objetivo de alcançar um outro público no cenário gospel


Cantor gospel J. Neto fica “irreconhecível” após suposto abuso de álcool

J. Neto já foi um dos grandes nomes da música gospel nacional


Cantora gospel Fernanda Brum faz postagem confusa no Instagram e fãs questionam

A cantora publicou uma foto meio confusa que mostram três troféus à frente de três fotos antigas do momento do seu casamento


Urgente: Filha de Deise Cipriano do “Fat Family” acaba de fazer comunicado importante nas redes sociais

A cantora que está com câncer apresentou uma queda na imunidade sendo necessário sedá-la e colocá-la em um respirador (Entubada)


Inspirada em novela da Globo, filha mata mãe na “vida real”

Segundo o laudo da polícia, a jovem injetou ar no pulso da mãe com uma seringa


Ingratidão: Após derrota nas urnas, Jorge Cananea ataca apóstolo Agenor Duque com acusações falsas

Cananea era candidato apoiado por Valdemiro Santiago, líder da "Igreja Mundial do Poder de Deus"


Cantor gospel Thalles Roberto posta vídeo com “elogios” a Lula e remove horas depois

Thalles Roberto relembra da "boa fase" do presidente Lula quando assumiu a presidência