Marco Feliciano: “No Brasil não houve ditadura, o que tivemos foi uma intervenção militar”

A declaração foi dada durante uma entrevista na rádio Jovem Pan


Publicado em: 29/10/18 às 16:16 por Estagiário | Atualizado em 29/10/2018 às 16:16

Jair Bolsonaro, Marco Feliciano (Reprodução Internet)

Compartilhe:

Na última sexta-feira (26), o deputado federal Marco Feliciano (PSC) concedeu uma entrevista na rádio Jovem Pan, e em suas palavras afirmou que não houve ditadura militar, ato que aconteceu no período de 1964 a 1985: “No Brasil, não houve ditadura. O que tivemos foi uma intervenção militar com apoio do Congresso, que nunca foi fechado”, disse o deputado.

+ Vídeo: Gabriela Rocha é vaiada durante show na Bahia

Acompanhe a postagem em seu perfil do Instagram, e ouça a sua declaração dada no programa Pânico da rádio Jovem Pan:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Vamos lutar pela verdade! Acorda Brasil! #compartilhe (vídeo completo no Facebook)

Uma publicação compartilhada por Marco Feliciano (@marcofeliciano) em


Uma das entrevistadoras do programa Pânico perguntou: “Ninguém sofreu ditadura no Brasil?”. Feliciano respondeu: “Eu fiquei sabendo na comissão da verdade, criada por Luiza Erundina, que 436 pessoas morreram, 500 ou 600 desapareceram, isso em 22 anos de Regime Militar”.

Em continuação a sua fala, segundo Marco Feliciano: “Ditadura aconteceu na União Soviética com 30 milhões assassinados, na China mais de 65 milhões de assassinados, isso é ditadura, milhões sendo assassinados, campos de concentração. Aqui no Brasil?”.

+ Depois da vitória pastor Cláudio Duarte deixa recado para seus seguidores

E continua sua declaração afirmando que as pessoas que morreram assassinadas durante a ditadura, eram os comunistas que soltavam bomba, matavam e seqüestravam pessoas.

Feliciano também lembrou da sua família, de quando viveu no período militar no Brasil: “Meu avô nunca falou de ditadura, nunca foi perseguido, nunca tomou uma borrachada de ninguém, porque era cortador de cana, trabalhava, cuidava da família dele, nunca teve problema com o exercito. Pelo contrário, eu me lembro da gente poder andar na rua, eu me lembro de você poder cumprimentar o seu pai, sua mãe”.

+ Com gritos de “Adeus, Lula” cantor gospel Davi Sacer comemora vitória de Jair Bolsonaro

Ainda dando continuidade a entrevista, o parlamentar expos que a verdadeira ditadura existe nos lugares que o PT apoia, como por exemplo a ditadura na Venezuela e na Angola, país africano que o deputado foi proibido de entrar, e desabafou: “Sou extremamente querido em Angola, porque lá tem uma igreja extremamente gigante. Eu fui proibido de entrar lá, por ser contra o PT”.

Ele finaliza sua fala sobre ditadura, declarando: “Quer ditadura, eleja o Haddad. Haddad sai do Brasil e fica a Manuela [D’avila, vice presidente do Fernando Haddad] como presidente, comunista. Imagina uma comunista governando o nosso país? Pronto aí nós temos um ditadura”.
Assista na integra o vídeo da entrevista que o parlamentar concedeu a rádio Jovem Pan, programa Pânico:

Haddad passa vergonha e cita versículo inexistente

Haddad (Reprodução)

Na reta final da disputa para ocupar o posto mais importante nos sistemas presidencialistas, o presidenciável Fernando Haddad (PT), tem adotado um discurso “mais cristão” desde o 12 de outubro, quando participou de uma missa em São Paulo. Contudo, ele deixa claras evidências que não possui nenhuma intimidade com o tema.

+ Silas Malafaia se une a Edir Macedo em decisão histórica para corrigir erro do passado

Depois da repercussão sobre a bíblia que o candidato ganhou em um comício no Ceará, e foi encontrada horas depois no lixo, Haddad comete garfe durante entrevista ao programa “Roda Viva”. Questionado pelo apresentador Ricardo Lessa sobre uma frase que o inspirava, arriscou: “Quem salva uma vida, salva o mundo inteiro”, que segundo ele é bíblica.

A declaração serviu para confirmar a falta de intimidade que o presidenciável tem com as escrituras sagradas, e ainda foi motivo de muitas piadas na internet.

+ A música gospel está de luto: Morre pastor e cantor em acidente trágico

Acontece que esse é um ensinamento do Talmude, comentário rabínico de leis e tradições do judaísmo. O petista ainda arriscou que estava “no Torá”, livro da lei judaica que constitui os primeiros livros do Antigo Testamento. O ditado tornou-se popular nos últimos anos por conta de uma das cenas mais emocionantes do filme “A Lista de Schindler”.

+ Depois do culto Kleber Lucas quebra protocolo e abençoa bar

Assista ao vídeo.

Compartilhe:



Mais artigos

Tragédia: Pastor morre em acidente de carro quando voltava do velório da sua irmã

Sua esposa e sua sobrinha também morreram no acidente


Cantora gospel cancela apresentação por falta de cachê e fãs não perdoam

Recentemente a cantora Lauriete passou por alguns problemas na mesma cidade, Cametá, no Pará


Idolatria? Vídeo de apóstolo sendo ungido a “Rei” causa revolta e discussão na internet

O apóstolo costuma pregar usando trajes sacerdotais, um cajado, e a sua poltrona mais parece um trono


Anderson Freire fala a verdade no Instagram depois de perder o Grammy Latino

"O que é maior para Deus, a dor do filho ou o resultado do trabalho do filho?"


Cabo Daciolo dá resposta aos inimigos em post no Instagram

O parlamentar fez alguns inimigos em Brasília, mas também conquistou a simpatia de muitos brasileiros


Vanilda Bordieri desabafa em Live no Facebook e diz que “não é a favor do divórcio”

Vanilda está em pé de guerra com alguns seguidores desde a transmissão que fez do casamento relâmpago de sua irmã Célia Sakamoto


Daniela Araújo lança clipe da música “Sonhadora” e dar a volta por cima

"Eu continuo aquela pessoa sonhadora, meio criança meio boba, imaginando coisas boas por aí..."


Jojo Todynho “detona” críticos após ser flagrada cantando música gospel

Ela reclama da falta de tolerância e ataca duramente os seus críticos.


Bebê é abandonado na porta da igreja e religioso toma decisão inusitada

"Me sinto responsável por ele, desejava até adotar a criança"


Álbum “Fraquinho” de Fernanda Brum ganha Grammy e desbanca Anderson Freire e Cassiane

A cantora ganhou com o álbum "Som da Minha Vida"