Silas Malafaia se defende de acusações de suposta aliança com deputado cassado

O pastor gravou mais um vídeo e publicou em suas redes sociais


Publicado em: 17/09/18 às 10:11 por Caio Rangel | Atualizado em 21/01/2019 às 11:25

Silas Malafaia (Reprodução)

O Pastor Silas Malafaia, trouxe esclarecimentos sobre uma suposta carta, enviada ao povo evangélico, onde aponta seu envolvimento em um suposto acordo com o deputado cassado Eduardo Cunha, na indicação de seu irmão Samuel Lima Malafaia para cargo de Deputado Estadual.

+ Urgente: Criminoso que sequestrou e torturou cantor gospel foge de penitenciária

Através de um post em seu Instagram ele fez a seguinte declaração: “Esclarecimento! Querem envolver a mim e a meu irmão em acordo que não fizemos”.

Malafaia, em sua defesa disse que estão se utilizando de um período de eleição para tentar denegrir a sua imagem, e que não tem nenhuma aliança com ex- Deputado Eduardo Cunha. O Pastor disse ter o apoiado uma só vez para Presidente da Câmara.

+ Soraya Moraes publica foto com Priscilla Alcantara e relembra passado da cantora gospel

Silas, enfatizou que, conhece muito bem o império do mal, e deixou bem claro que não deve a esses caras, apoia quem ele quer e se errar desce a ripa em cima deles, e afirmou que essa é a prova que não tem nenhum envolvimento.

Seus seguidores gostaram do esclarecimento, e demonstraram total apoio ao pastor Silas Malafaia.

+ Pastor Silas Malafaia “xeque mate” na imprensa em vídeo revelador

Vejam o Vídeo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Esclarecimento! Querem envolver a mim e a meu irmão em acordo que não fizemos. Assista e divulgue!

Uma publicação compartilhada por Pr. Silas Malafaia (@pastormalafaiaoficial) em

Aline Barros terá de pagar R$200 mil a ex-funcionária por determinação da justiça

Cantora gospel Aline Barros

A cantora gospel Aline Barros foi ré em um processo na 21º vara do Trabalho, e acabou condenada pelo juiz Paulo Rogério dos Santos, a pagar indenização a uma ex-funcionária, Marcela da Costa Macedo.

Segundo informações associadas ao processo, Marcela, que foi assistente da cantora, processou Aline Barros por não receber comissões devidas de shows e diversos trabalhos que haviam sido realizados enquanto trabalhava com a artista.

O juiz determinou que Aline Barros indenize sua ex-assistente com a quantia de R$ 200 mil.

Segundo o blogueiro Léo Dias, a cantora gospel tem tentado se esquivar de pagar o valor, e ofereceu crédito de ações do Botafogo, time que seu marido, o pastor Gilmar Santos, jogou por muito tempo.

O processo 0100337-23.2016.5.01.0021 pode ser consultado  no site da Justiça do trabalho do Rio de Janeiro.




Aniversariante do mês
Giselli Cristina

Cantora

39 anos


publicidade

Mais artigos

Regis Danese anuncia lançamento de novo single e fãs se emocionam

Através do Instagram de Regis Danese compartilhou um pouco da sua nova música intitulada "Eu Decido Adorar". Todos torcem pelo sucesso do cantor


Priscilla Alcantara emociona sucessora com declaração de amor

Após cantar sucesso de Lady Gaga e causar polêmica, Priscilla volta a chamar atenção dos internautas


Igreja é alvo de arrombamento e furto nesta madrugada

Uma igreja católica foi alvo de furto na madrugada desta quinta-feira (23). A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local da ocorrência


Pastor é preso em BH suspeito de falsificar diplomas e carimbos médicos

Segundo a Polícia Militar (PM), vários materiais comprometedores foram encontrados com o pastor


Pastor era o alvo do atirador que matou quatro pessoas em Igreja Batista

De acordo com informações do irmão de uma das vítimas, o assassino Rudson Aragão Guimarães, queria se vingar do pastor


Homem é submetido a cirurgia e declara: “Milagre de Deus”

"Um milagre de Deus. Primeiramente de Deus e, segundo, o doutor. Nunca me faltou fé, até hoje não, graças a Deus", disse o homem durante uma entrevista


Lauriete vota a favor da COAF e é “atacada” na internet

Lauriete votou a favor da COAF e se julgou estar visando o melhor para o Brasil, entretanto, a atitude foi o bastante para causar polêmica


Abílio Santana se reúne com Bolsonaro no gabinete presidencial

Recebido com honra pelo presidente em seu gabinete, o leão da Bahia tratou de assuntos de interesse dos evangélicos


Ministério Público arquiva inquérito contra Igreja Universal

O inquérito havia sido instaurado no ano de 2017, após uma série de reportagens da rede de televisão TVI, ser exibidas.


Igreja evangélica faz jejum e oração para ministério “concorrente” fechar

Ainda é um tabu que precisa ser quebrado, as igrejas mais antigas em sua grande parte não se unem com os novos ministérios.