Quase gospel? Entenda porque Simone vive um evangelho “Nutella”

Simone vive cercada por cantores gospel e até frequenta igrejas, mas ainda segue na carreira secular


12 meses atrás | Micael Batista



SImone Mendes (Reprodução: Instagram)

Simone Mendes, a artista secular quase gospel, que está fazendo um enorme sucesso entre os artistas cristãos e é seguida por milhares de evangélicos, vive uma linda fase de encontro com Cristo. Será mesmo?

A artista faz dupla com sua irmã, Simaria, e frequentemente publica trechos biblicos, canta música gospel em suas redes sociais, e até arrisca falar de Jesus para a zamigas. Simone também costuma frequentar uma igreja nas horas vagas, o lugar de retiro espiritual preferido da artista, é a Estância Paraíso, capitaneado por Ezenete Rodrigues, intercessora do Diante do Trono e famosa por seu ministério de “Cura Interior”.

Apesar de aparecer com frequência falando de Jesus e até mesmo ligada à pessoas religiosas, Simone segue sua carreira na música secular.

O fato da artista não haver decidido abrir mão da sua carreira na música secular, tem sido alvo de criticas e intensas discussões na internet. Há quem defenda que ela vive o “Evangelho Nutella”, uma forma de afirmar que a cantora não quer seguir integralmente o que diz a palavra, apenas, usufruir da parte que mexe com as emoções.

Igual a Simone, existem outros exemplos, como é o caso do cantor Wesley Safadão, que até foi batizado recentemente, mas segue sua agenda “de boas”, embora seja tratado como evangélico e viva rodeado de artistas gospel e pastores intere$$antes.

Além do câncer, pastora Ludmila Ferber enfrenta grave crise que pode atrapalhar tratamento

O Brasil tem orado e acompanhado a luta da pastora e cantora gospel Ludmila Ferber, que está enfrentando um câncer no pulmão e vem travando uma intensa batalha contra a doença.

A pastora surpreendeu o mundo gospel no dia 16 de maio deste ano, ao revelar que estava com câncer, e já iria iniciar o tratamento.

+ Banda gospel formada por mulheres vence o “The Voice Gospel”

Desde então, a pastora tem compartilhado nas redes sociais o seu dia a dia, desdes as primeira sessões de quimioterapia até o anúncio que estava em estúdio gravando um novo álbum.

Ludmila diminuiu consideravelmente suas agendas para se dedicar ao tratamento, que além de deixar alguns efeitos colaterais temporariamente como a queda de cabelo, custa muito caro.

+ Wesley Safadão diz que Deus se comunicou com ele através de um profeta

A rumores que a pastora esteja enfrentando uma grande crise financeira por conta das despesas do seu tratamento e o cancelamento de muitas agendas.

Mesmo visivelmente debilitada por conta da doença, Ludmila entrou em estúdio para gravar um novo álbum que tem gerado grande expectativa entre seus seguidores.

+ Com câncer, cantor famoso pede oração a evangélicos

Apesar de não fazer parte do cast da MK, a pastora tem recebido grande apoio de sua antiga gravadora, que cedeu o estúdio para a gravação do novo álbum.

Supostamente seria uma maneira de ajudar a pastora, para que através do novo álbum ela tenha recursos suficientes para se manter até o final do tratamento, e finalmente sua saúde seja restabelecida.