Pastor Silas Malafaia dar “xeque mate” na imprensa em vídeo revelador

O pastor criticou a imprensa por não dar a devida cobertura ao atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro


Publicado em: 10/09/18 às 16:21 por Micael Batista | Atualizado em 24/09/2018 às 7:37

Pastor Silas Malafaia (Reprodução)

Compartilhe:

O pastor Silas Malafaia, se utilizou de suas redes sociais para desabafar e fazer duras criticas a imprensa brasileira que quer desqualificar o criminoso que tentou matar Bolsonaro, dizendo que o agressor é doente mental.

+Ricardo Oliveira, o pastor evangélico que vale milhões no futebol

Na postagem o pastor se mostrou indignado com a imprensa, e citou o caso da vereadora Mariele do PSOL, que foi assassinada em 14 de março. Lembrou que a imprensa se mobilizou cerca de 60 dias de forma implacável, pedindo justiça, ao Ministério Público, Polícia Federal, Polícia Estadual, Governador, Presidente República, Ministro de Estado, e disse que esse é o papel da imprensa.

Silas disse que 06 (seis) meses depois, ainda fazem isso. O pastor disse que o que aconteceu com Bolsonaro, não viu ninguém com matéria de primeira mão, nem ninguém da imprensa pressionar autoridades para desvendar quem está por traz do bandido.

+ Nova onda: Porque artistas gospel estão fazendo o gesto do Olho de Hórus?

O pastor fez lembrar que está no Facebook do criminoso, que ele tem curso de nível superior, e que foi ou é militante do PSOL, e acrescentou que está nas redes sociais, que o criminoso é defensor das causas do PT e de Lula, e acrescentou que o ele estava a 15 dias em Juiz de Fora (MG), pagando pensão com dinheiro vivo.

Em sua fala, também citou que tem 04 (quatro) advogados a serviço do criminoso, disse também que a imprensa não pede investigação, exclamou mais uma vez, “isso é uma vergonha.”

Ele lembrou que  disse à alguns dias no twitter, que o bandido assessorava Dilma, e que jornalistas O Globo e da Folha vieram lhe questionar perguntando se ele tem prova do que tinha falado.

A assessoria de campanha da ex-presidente Dilma Rousseff  irá processar o pastor por injúria, calúnia e difamação.

+ Igreja evangélica fundada pela maçonaria já foi a maior do Brasil e tem 4 milhões de membros

Caio Fábio insinua que ataque à Bolsonaro é reflexo do seu próprio ódio

Caio Fábio e Jair Bolsonaro (Reprodução)

O líder da Igreja Evangélica Assembléia de Deus Vitória em Cristo – ADVEC pastor Silas Malfaia, se utilizou de suas redes sociais para desabafar, e fez criticas dizendo que é vergonhoso, uma grande parte da imprensa brasileira que querem desqualificar o criminoso que tentou matar BOLSONARO, dizendo que o agressor é doente mental.

+Ricardo Oliveira, o pastor evangélico que vale milhões no futebol

Na postagem o pastor se mostrou indignado com a imprensa, e citou o caso da vereadora Marielle do PSOL, que foi assassinada em 14 de março, lembrou que a imprensa se mobilizou cerca de 60 dias de forma implacável, pedindo justiça, ao Ministério Público, Polícia Federal, Polícia Estadual, Governador, Presidente República, Ministro de Estado, e disse que esse é o papel da imprensa.

O Pastor Silas disse que 06 (seis) meses depois, ainda fazem isso, o pastor disse que com o que aconteceu com Bolsonaro, não viu ninguém com matéria de primeira mão, não viu ninguém da imprensa pressionar autoridades para desvendar quem está por traz do bandido.

+ Nova onda: Porque artistas gospel estão fazendo o gesto do Olho de Hórus?

O Ministro fez lembrar que está no Facebook do criminoso, que ele tem curso de nível superior, disse mais que foi ou é militante do PSOL, o pastor falou claramente que está nas redes sociais, que ele é defensor das causas do PT e de Lula, acrescentou que o criminoso estava a 15 dias em juiz de fora pagando pensão com dinheiro vivo.

Em sua fala, alegou que tem 04 (quatro) advogados a serviço do criminoso, disse também que a imprensa não pede investigação, exclamou mais uma vez, isso é uma vergonha.

O pastor fez lembrar que disse à alguns dias no twitter que o bandido assessorava Dilma, jornalista do globo e da folha vieram lhe questionar perguntando se ele tem prova do que tinha falado.

A assessoria da campanha de Dilma Rousseff  vão processar por injúria, calúnia e difamação o Pastor Silas.

Assistam o vídeo:

 

Compartilhe:



Mais artigos

Bomba! Vaza video de cantor gospel fazendo sexo oral em rapaz

Depois que o vídeo vazou, todas as redes sociais do cantor gospel foram excluídas, e até o momento, ele não se manifestou sobre o caso.


“Não tenho realmente mais nada a perder”, diz Ludmila Ferber em post do Instagram

A pastora Ludmila Ferber luta contra um câncer no pulmão diagnosticado em março deste ano


André Valadão toma decisão e fala o que pensa sobre Damares Alves

Por dizer que teve uma visão de Jesus em um pé de goiaba, e que Ele a convenceu a não cometer o suicídio, ela passou a ser ironizada nas redes sociais


Polêmica envolvendo Magno Malta e Cabo Daciolo divide mundo gospel

Magno Malta apoiou Bolsonaro para presidente ao invés de Daciolo, assim como a maioria dos evangélicos


O plano “B” de Malafaia sobre Bolsonaro

O líder religioso é um dos principais "Espiritual Influencer" do Brasil e já apoiou alguns candidatos que depois lhe causaram decepção


Pastora lésbica faz declaração na TV e constrange evangélicos

A pastora se utilizou de um argumento já ultrapassado da comunidade LGBT de que a orientação sexual homossexual seria algo de nascença


Cantor secular doa piano de R$ 60 mil para igreja evangélica e revolta fãs

A doação gerou polêmica pois o artista está devendo a pensão alimentícia do filho Matheus, de 6 anos


Haddad perde mais uma e é condenado a pagar 80 mil por ofensas a Edir Macedo

Além da condenação, Haddad também terá que se retratar, sob pena de multa de R$ 1.000 por dia de atraso


Tragédia: Sofrendo com depressão há dois anos, pastor evangélico tira a própria vida

Ultimamente casos de suicídios entre pastores estão aumentando e preocupando a liderança evangélica no Brasil


Fernanda Brum vai responder na justiça por não comparecer a evento gospel. Saiba qual

A organização do Clama Bahia informou por meio de nota, que irá entrar na justiça contra a cantora