Igreja “Testemunhas de Jeová” promete processar advogado do homem que agrediu Bolsonaro

Advogado declarou que é financiado por homem ligado a denominação


Publicado em: 10/09/18 às 7:53 por Caio Rangel


Compartilhe:

A assessoria jurídica da igreja testemunhas de Jeová está se preparando para ingressar hoje na justiça, contra um dos advogados de Adélio de Oliveira Bispo, o homem que esfaqueou o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), na última Quinta-Feira (06), durante um evento em Juiz de Fora (MG).

A igreja pretende que o advogado criminalista Zanone Oliveira Junior, explique o fato de haver insinuado que  ele, e mais três advogados, estão sendo pagos por alguém ligado a essa denominação. A notícia foi publicada pelo Estadão, e revela que a igreja tenta falar com o advogado desde que trouxe à tona essa informação, a fim de descobrir que seria esse financiador que se diz membro das Testemunhas de Jeová, mas ele simplesmente não está sendo encontrado pela assessoria.

O mesmo site que publicou a matéria, revelou que a igreja chegou a publicar uma nota, para informar que o agressor de Bolsonaro ou qualquer outro membro de sua família, não possui vínculos com a igreja. Via assessoria, eles abominaram a agressão contra o presidenciável e prometem buscar na justiça a reparação do desgaste à sua imagem.

Depois de afirmar categoricamente que o homem que está financiando os advogados é membro  das Testemunhas de Jeová, agora, Zanone parece querer mudar seu discurso. Ele foi procurado depois da repercussão do caso, mas agora, diz apenas que  – É uma pessoa que conhece o Adélio do meio evangélico.

+ Caio Fábio insinua que ataque à Bolsonaro é reflexo do seu próprio ódio

O advogado optou por tergiversar sobre o que havia dito em relação à igreja, e volta a manter segredo sobre quem está pagando aos quatro advogados.

Pr. Silas Malafaia visita Bolsonaro no hospital e faz alerta “Corajoso” sobre eleições 

O pastor Silas Malafaia visitou o presidenciável Jair Messias Bolsonaro (PSL) no hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Malafaia chegou um pouco depois do Senador Magno Malta (PR), e juntos oraram pelo candidato, que se recupera na UTI do hospital, depois de ter sofrido um atentado durante um evento de campanha em Juiz de Fora – MG.

O pastor gravou um vídeo da visita à Bolsonaro, e falou que acredita que o que aconteceu faz parte da vontade permissiva de Deus. Ele também alertou: – Não vai ser essa cambada que é contra os valores da família, que irão acabar com nosso país.

+ Caio Fábio insinua que ataque à Bolsonaro é reflexo do seu próprio ódio

Assista:

Compartilhe:



Mais artigos

Cantora gospel com câncer raspa a cabeça em foto emocionante

Ela é uma das principais vozes do grupo formado por irmãos


Pastor Abílio Santana recebe alta depois de acidente grave

O pastor recebeu alta às 11 da manhã desta terça-feira 18


Cantores gospel são vítimas de “bando”e caso vai parar na polícia

O valor dos equipamentos subtraídos pelos bandidos é incalculável.


Cantor gospel Thalles Roberto e Valdemiro Santiago são denunciados em clipe secular

O clipe intitulado "Flow Valdemiro" já tem milhares de acesso no Youtube


Cabo eleitoral? Aline Barros surpreende e faz campanha para dono da MK na internet

A cantora integra o cast da Sony Music


Seminário “Fé e Finanças” com o pastor Eduardo Reis atrai milhares de pessoas em igreja baiana

O evento que teve início no último domingo 16 e encerra nesta terça-feira 18


Cantor gospel Leonardo Gonçalves faz desabafo e alfineta seguidores no Twitter

O desabafo de Leonardo pode estar diretamente relacionado ao que vem acontecendo ultimamente nas redes sociais


O que você não faria nem “fuden#@#?” Questiona Fontenelle a Malafaia

"Bate Bola", o quadro fundamentalmente é um jogo de perguntas e respostas rápidas


Cantora gospel Nicoli Francini, a nova cara do Worship no Brasil

A cantora gospel lançou seu novo single, "Eu Aceito"


Empoderada: Bruna Karla da show em participação de canção em italiano

Em Outubro está previsto o lançamento de um álbum infantil em espanhol