Conheça a história da Igreja Adventista que os adventistas tentam ignorar

Sua origem ocorre logo depois do movimento liderado por Guilherme Miller


Publicado em: 06/09/18 às 14:42 por Caio Rangel | Atualizado em 06/09/2018 às 15:22

Igreja Adventista (Reprodução)

Compartilhe:

A Igreja Adventistas do Sétimo Dia, tem mais de 17 milhões de membros em todo o mundo,  é uma igreja cristã protestante organizada em 1863 nos Estados Unidos. Sua origem ocorre logo depois do movimento liderado por Guilherme Miller que ressaltou a necessidade de maior ênfase na pregação sobre a breve volta de Jesus. A sede sul-americana da Igreja Adventista do Sétimo Dia, responsável pela coordenação administrativa em oito países, registra mais de dois milhões de membros.

+ Escândalo: Vídeo de “rodízio” de beijos entre alunos do Colégio Adventista vaza na web

Mas quem foi Guilherme Miller ?

Nasceu em 15 de Fevereiro de 1782 em Pittsfield, no estado do Massachussetts, Estados Unidos. Era um fazendeiro, batista, que teve licença para pregar mesmo sendo ignorante e de pouca instrução, mas com muita boa vontade. Miller tomou como base de sua pregação Daniel Cap.8 Vers. 13, 14, e começou a ensinar que as 2300 tardes e manhãs eram 2.300 anos.

Somou 2.300 ao ano 457 a.C, data em que Esdras chegou à Jerusalém vindo da Babilônia, e encontrou o ano de 1843 a.D. Passou então a pregar que a volta de Jesus seria nesse ano, e esse ensino passou a ser a base de sua pregação. Daí o título “adventista,” quem vem da palavra advento que traduzido significa, “aparecimento, chegada (de alguém ou algo).

+ Pastor da Assembleia de Deus que autorizou casamento gay, esclarece: “Foi armadilha”

Mas nada aconteceu, ele então alegou que houve um erro de cálculo por ter usado o calendário hebraico em vez do romano, marcou nova data para 22/10/1844. Tendo se decepcionado outra vez, Miller teve que fugir de uma multidão enfurecida e frustrada pela vã espera.

Depois disso o fazendeiro cessou suas atividades, desistiu da nova religião e segundo alguns comentadores voltou a comunhão de sua igreja. Miller, foi o precursor do movimento “sabatista”, porém ele nunca ensinou a guardar o sábado como ensinam adventistas, embora tenha ensinado que os homens ainda são sujeitos à lei.

+ Jogador conta testemunho e diz que sua mãe foi morta em sacrifício por sua carreira

Hellen G. White uma das fundadora da Igreja adventista do Sétimo Dia.

Dentre os adeptos de Miller, surgiu a  Sra. Hellen G. White, que se tornou a profetisa e papisa dos sabatista. Em meio aquele ambiente de confusão que acontecia em torno de Miller e do ensino do advento, aparece “oportunamente” a Sra. White e com tremenda sutileza procura dar uma explicação para o que tinha acontecido, remediando a situação com a teoria do “Santuário”.

Ela então passou a ensinar que o Santuário de Daniel 8. 13, 14, está no céu e não na terra, e Cristo veio em 22/10/1844, a esse santuário do céu para purifica-lo, o que ainda está fazendo; depois sim, virá à terra.

+ Cantora gospel toma decisão e faz denuncia grave contra pastor que aplica golpes em cantores

A Sra. White procurou Miller, para falar de suas “boas novas”, mas estando saindo do movimento ele não aceitou. quando Miller ainda pregava à volta de Cristo para o ano de 1943, a  Sra. white teve uma visão que conta em seu livro “Spiritual Gifts”, com as seguintes palavras: “Eis que vi Deus estava na proclamação do tempo em 1943.”!!

Tendo amenizado o problema do santuário, marcou outras datas para volta de Cristo: 1847, 1850, 52, 54, 55, 66, 67, 68, 77 etc ., e nunca Cristo veio.

Mesmo assim a Sra. White é venerada pelos sabatistas, que consideram seus livros ‘inspirados” por Deus e no mesmo nível da Bíblia, que citam apenas para comprovar o que ensinam, buscando versículos ou passagens isoladas.

 + Presidente nacional da Igreja Quadrangular sugere que Jesus “mentiu” ao falar do Espirito Santo

O livro “O Conflito dos Séculos”, é considerado a obra-prima da Sra. White e é extremamente recomendado.

Ellen Gould White nasceu em 26 de Novembro de 1827, em Gorham, e morreu em 16 de Julho de 1915 aos 67 ano. É uma das escritoras mais traduzidas da história da literatura mundial e é considerada profetisa pelos adventistas do sétimo dia.

Fonte de pesquisa, livro do professor J. cabral, editado pela Universal Produções. livro “Religiões, seitas e heresias a luz da Bíblia.”

Compartilhe:



Mais artigos

Bomba! Vaza video de cantor gospel fazendo sexo oral em rapaz

Depois que o vídeo vazou, todas as redes sociais do cantor gospel foram excluídas, e até o momento, ele não se manifestou sobre o caso.


“Não tenho realmente mais nada a perder”, diz Ludmila Ferber em post do Instagram

A pastora Ludmila Ferber luta contra um câncer no pulmão diagnosticado em março deste ano


André Valadão toma decisão e fala o que pensa sobre Damares Alves

Por dizer que teve uma visão de Jesus em um pé de goiaba, e que Ele a convenceu a não cometer o suicídio, ela passou a ser ironizada nas redes sociais


Polêmica envolvendo Magno Malta e Cabo Daciolo divide mundo gospel

Magno Malta apoiou Bolsonaro para presidente ao invés de Daciolo, assim como a maioria dos evangélicos


O plano “B” de Malafaia sobre Bolsonaro

O líder religioso é um dos principais "Espiritual Influencer" do Brasil e já apoiou alguns candidatos que depois lhe causaram decepção


Pastora lésbica faz declaração na TV e constrange evangélicos

A pastora se utilizou de um argumento já ultrapassado da comunidade LGBT de que a orientação sexual homossexual seria algo de nascença


Cantor secular doa piano de R$ 60 mil para igreja evangélica e revolta fãs

A doação gerou polêmica pois o artista está devendo a pensão alimentícia do filho Matheus, de 6 anos


Haddad perde mais uma e é condenado a pagar 80 mil por ofensas a Edir Macedo

Além da condenação, Haddad também terá que se retratar, sob pena de multa de R$ 1.000 por dia de atraso


Tragédia: Sofrendo com depressão há dois anos, pastor evangélico tira a própria vida

Ultimamente casos de suicídios entre pastores estão aumentando e preocupando a liderança evangélica no Brasil


Fernanda Brum vai responder na justiça por não comparecer a evento gospel. Saiba qual

A organização do Clama Bahia informou por meio de nota, que irá entrar na justiça contra a cantora