Advogados do homem que tentou matar Bolsonaro revelam que são pagos por igreja evangélica

A notícia foi publicada por um importante portal de notícias de Minas Gerais


Publicado em: 08/09/18 às 15:05 por Thalita G | Atualizado em 08/09/2018 às 15:07

Adelio Bispo de Oliveira (Reprodução)

Compartilhe:

Uma notícia publicada no site EM- Estado de Minas, na manhã deste sábado (08), trouxe ainda mais revolta sobre o caso do atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo a matéria, os quatro advogados que defendem Adelio Bispo de Oliveira, estão sendo financiados por uma igreja evangélica, da cidade de Montes Claros, em Minas Gerais.

A defesa de Adelio Bispo é formada pelos advogados; Marcelo Manoel da Costa, Oliveira Magalhães, Fernando Costa, Pedro Augusto de Lima Felipe e Zanone Manuel de Oliveira Júnior. Eles  estiveram todos na audiência de custodia, que ocorreu na cidade de Juiz de Fora, ainda na tarde da última Sexta-Feira (07).

+ Pr. Silas Malafaia visita Bolsonaro no hospital e faz alerta “Corajoso” sobre eleições

Os advogados do réu preferiram manter em sigilo o nome da igreja que os patrocinaram, o que leva a imprensa a questionar o motivo de uma igreja evangélica decidir bancar tantos advogados para um homem preso em flagrante.

Uma outra hipótese, é que eles tenham mentido sobre essa informação, apenas para tirar o foco do verdadeiro financiador.

A Polícia Federal segue investigando se o homem agiu sozinho, ou se o atentado contra o presidenciável faz parte de um esquema montado para tirar a vida de Bolsonaro, envolvendo autoria intelectual.

Youtuber cristão vira alvo de críticas após mudar de opinião sobre Bolsonaro, “não voto mais”

O youtuber e influenciador digital Paulo Souza, dono do canal do Youtube “No Entanto”, publicou na última sexta-feira (07), um vídeo em seu canal que acabou gerando a maior polêmica.

+ Urgente: Bolsonaro é esfaqueado durante evento de campanha

Com o título “Deixei de votar no Bolsonaro depois da facada“, ele inicia contando alguns fatos de sua juventude e confessa que já foi totalmente alienado em questões políticas, chegou a ser fã do guerrilheiro e político Che Guevara, e conta que pouco a pouco foi acordando e passou a ser uma pessoa de extrema direita.

O youtuber confessa que se tornou fã de Bolsonaro, e esclarece que o político não é esse monstro que a mídia vende, que esteve em um evento em que o presidenciável participou e pôde comprovar pessoalmente que o candidato não é o que a mídia fala, mas esclareceu que ele é “despreparado para o cargo de presidente“.

+ Fernanda Brum grava vídeo e explica porque não vai cantar em evento missionário em PE

Paulinho conta que depois de estudar bastante sobre o candidato e ler livros de psicologia, principalmente os que analisam o comportamento humano, ele chegou a conclusão que é um “Ateu político”, que não leva fé no super-herói político, principalmente na pessoa que se diz transformada por ter encontrada uma ideologia política.

O jovem youtuber conta uma experiencia que teve há alguns anos com sua ex-esposa e filho, quando foi abordado pela polícia à caminho da igreja e teve um desentendimento por não aceitar ser tratado como um delinquente e foi ameaçado de morte pelo policial que o abordou.

+ Foto de Ludmila Ferber revela detalhe surpreendente sobre recuperação da pastora

A outra história que ele conta, é sobre a vitória do comunismo em Cuba, que assim que Fidel Castro e Che Guevara assumiram o poder, executaram 400 pessoas.

Paulinho conta que Cuba não conseguiu apoio dos EUA por que Deus não quis,  pois o governo dele foi fundado com sangue, e muitos dos acordos políticos que não são fechados é porque Deus não permite, pois o povo não merece prosperar e nem crescer.

Ele cita que a principal política de Bolsonaro é mandar fogo para cima das comunidades, e que ele sempre diz que traficante se combate com fogo.

Paulinho relembra o que aconteceu na última quinta-feira (06), em Juiz de Fora (MG), onde o candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, recebeu uma facada, e afirma que os brasileiros não estão preparados para terem porte de armas. Ele relembra que o episodio que aconteceu no dia 06, serve como alerta, pois se todos os brasileiros tivessem porte de armas a coisa poderia ser muito pior. – Se todos estivessem armados iria virar um “Cangaço”, disse ele.

+ Homem que esfaqueou Bolsonaro atacou Malafaia e pastor José Wellington na web

O youtuber esclareceu que a psicoalgia fala que, para transformar um ser um humano, tem que trabalhar o psicológico, emocional, biológico, e o social, e na sua opinião tudo isso gera uma quinta coluna que é a questão “Espiritual”,que vai fortalecer todos os outros pontos.

Paulinho encerra relembrando que se o policial que o abordou na época tivesse sobre ele o Bolsonaro, ele estaria morto junto com a família, e dizia que ele tinha reagido, e diz que mudou de opinião porque política de violência não vai funcionar nesse país, e completa que quando Bolsonaro ganhar, o poder de fogo que ele vai dar para a polícia vai ser em detrimento de pessoas comuns e inocentes, pois eles serão acobertados pelo governo.

O vídeo dividiu a opinião dos internautas, e o youtuber acabou sendo muito criticado por expor a sua opinião em relação ao candidato que lidera as pesquisas para Presidente da República do Brasil.

Assista o vídeo na integra.

Compartilhe:



Mais artigos

Artistas gospel lamentam a morte do músico Sérgio Knust nas redes sociais

Serginho Knust era considerado um dos melhores guitarristas do país, e já tocou com a nata da música gospel do Brasil


Urgente: Cantora gospel passa mal e é levada às pressas para o hospital

A cantora ainda informou que não vem se sentindo bem nos últimos dias, e foi obrigada a cancelar alguns eventos que faria em Minas Gerais


Bispa Ingrid Duque visita região extrema do Amazonas em viagem missionária

O Ministério de Missões da bispa é algo que Deus tem colocado em seu coração, com o desejo de evangelizar as regiões mais difíceis e esquecidas do país


Pastora Juliana Salles é transferida para presídio em Cariacica

Juliane é mãe dos meninos Kauã e Joaquim, que foram agredidos, estuprados e queimados vivos por George Alves Gonçalves seu esposo


Morre Sérgio Knust aos 52 anos: Músico gravou com os principais nomes da música gospel

Serginho Knust estava desaparecido desde o último sábado depois de se apresentar na Queijaria Escola em Nova Friburgo


Clama Bahia cai em desgraça e se torna o maior fiasco gospel de 2018

O evento teria como atração, Fernanda Brum, Banda do Pa, Irmão Lázaro, a cantora Talita Barbosa, o cantor Gabriel Guedes e a banda paulista Ao Cubo.


Artistas gospel criam campanha para encontrar músico desaparecido

O guitarrista Sérgio Knust está desaparecido desde o último sábado 8 de dezembro depois que fez uma apresentação na Queijaria Escola, Nova Friburgo RJ


Com câncer, Ludmila Ferber se despede dos palcos e recebe homenagens

O comunicado foi feito através das suas redes sociais na manhã deste domingo 9 de novembro


Cantora gospel usa o sobrenome do “ex-marido” e do atual e evangélicos não perdoam

Após se casar pela segunda vez a cantora chamou a atenção dos internautas depois que atualizou o seu perfil nas redes sociais


Castigo? Daciolo decepciona evangélicos e passa maior vergonha de sua história

Daciolo tem sido alvo de muitas críticas por conta de algumas atitudes, e tem cada vez mais decepcionado a comunidade evangélica