Luto: Morre cantora gospel que lutava contra câncer há oito anos

Ela morreu em sua casa cercada pela família


Publicado em: 17/08/18 às 11:21 por Caio Rangel | Atualizado em 20/08/2018 às 6:29

Imagem da internet (Reprodução)

Compartilhe:

O mundo da música está de luto. Morreu na última quinta-feira (16), a cantora americana que ficou conhecida como a “rainha do soul”,  Aretha Franklin.

+ Relembre 5 músicas gospel que foram trilhas sonoras de novelas, e você não sabia

A cantora que tinha 76 anos e lutava contra um câncer diagnosticado em 2010, faleceu em sua casa na cidade de Detroit, cercada pela família. Ela já tinha anunciado em 2017 que estava se aposentando, e sua última apresentação publica foi em novembro na cidade de Nova York.

Aretha  Louise Franklin, foi uma cantora e compositora americana de música gospel, R&B e soul, que virou ícone da música negra. também foi considerada a maior cantora de todos os tempos pela revista “Rolling Stone” e pela mesma revista, a nona maior artista da música de todos os tempos.

+ Urgente! Pastor morre enquanto pregava durante culto evangélico

Aretha nasceu em março de 1942 na cidade de Memphis, no Tennessee, EUA. Filha de pastor, ela começou a cantar na igreja, e conseguiu transportar o gospel para ritmos como blues, soul e jazz.

O meio artístico musical lamentou profundamente a perda da cantora. Vários artistas do mundo inteiro, e de diversos segmentos, homenagearam Aretha Franklin.

+ Pastora Ludmila Ferber comemora 53 anos de vida e grava vídeo emocionante

No Brasil vários artistas do meio secular e gospel também homenagearam à cantora nas redes sociais. O cantor gospel Davi Sacer, foi um dos que homenageou a artista.

Davi postou nos Stories do seu Instagram uma foto da cantora e escreveu que ela era uma das cantoras que ele mais gostava.

+ Cantoras gospel quebram protocolo e se unem contra aborto

Aretha Franklin pertencia à Igreja Batista de New Bethel, na cidade de Detroit, igreja onde o seu pai foi pastor durante mais de 30 anos.

Assista à um vídeo de Aretha louvando a Deus na sua Igreja.

Conheça os sucessos gospel que são versões de músicas seculares internacionais

Priscila Alcantara, Marco Aurélio, Kleber Lucas (Reprodução)

Dentro do cenário gospel do Brasil, existem várias músicas e compositores de sucesso, canções que foram compostas e se tornaram  verdadeiras obras de artes, e são sucesso até os dias de hoje.

Porém, algumas músicas que se destacaram no cenário gospel, não foram compostas por nenhum dos grandes compositores do país, nem letra, nem melodia. Desde a década de 90, alguns cantores utilizaram músicas de origem estrangeira do meio secular, e apenas colocaram uma letra por cima de uma música que já existia. Fazendo assim uma versão, e não uma tradução real da música.

+ Kleber Lucas ignora as críticas e toma decisão surpreendente

Conheça agora quais músicas gospel são versões de canções seculares internacionais, e saiba que são os cantores que interpretaram.

A cantora gospel Melissa, fez muito sucesso nos anos 90, e foi em 1995 que a cantora ganhou notoriedade no país com o álbum “De Bem Com a Vida”. No disco, uma das canções que fez muito sucesso foi a música “Dom Real”. Essa canção é uma versão da música ” I Dont Want To Talk About “, que em português significa ( Eu Não Quero Conversar Sobre Isso). A letra da canção é romântica, e fala basicamente de uma separação.

+ Presidente nacional da Igreja Quadrangular sugere que Jesus “mentiu” ao falar do Espirito Santo

A música foi composta por Danny Whitten com o contributo de Nils Lofgren. A banda de Whitten, Crazy Horse, a lançou em uma faixa de seu álbum Crazy Horse, em 1971, e foi regravada pelo cantor e compositor britânico Roderick “Rod ” Stewart, em 1975, para seu álbum “Atlantic Crossing”. A música tornou-se bem conhecida no mundo inteiro quando lançada em versão single. Nos Estados Unidos foi uma das cinquenta mais do Billboard Hot 100 de 1979.
Veja agora a versão gospel em português na voz de Melissa.

Veja agora a versão oficial com o cantor Rod Stewart.

O cantor gospel Marco Aurélio, é um velho conhecido do publico gospel, e é considerado pela crítica como um ícone da música gospel, com canções que até hoje são sucesso.

Dono de uma voz aguda e marcante, o cantor fez muito sucesso entre as décadas de 90, e o ano 2000. Com 29 anos de carreira, o cantor já passou pelas principais gravadoras gospel do Brasil, e interpretou várias músicas de sucesso.

+ Pastor famoso “Puxa orelha” de cantores gospel, chama de “Artistazinhos” e faz alerta grave

No ano 2000 o cantor lançou o álbum “Recordando”, pela gravadora Line Records. Entre as 11 faixas do CD, uma em especial chamou a atenção, a música “Caminhada”, é uma versão da canção “My Way”, uma composição francesa, que foi gravada pela primeira vez em língua inglesa pelo cantor Frank Sinatra, em 1968.

+ “Sem demônios ninguém vive” diz Daniela Mercury durante show e assusta fãs

A versão em inglês manteve somente a melodia, pois o texto é completamente diferente da versão francesa original. A versão inglesa em resumo, conta a história de um único homem que tem a convicção de ter “trilhado seu caminho” conforme sua própria vontade após uma longa vida. Já a versão francesa canta a história, provavelmente na perspectiva masculina, de um casal que vive um relacionamento que já deixou de ser entusiástico e possui uma rotina fria.

Veja a versão gospel da canção interpretada pelo cantor marco Aurélio.

Agora assista a versão mundialmente conhecida interpretada pelo cantor Frank Sinatra.

Outro cantor gospel conhecido dos evangélicos, principalmente dos pentecostais, é o cantor Chagas Sobrinho, que também tem várias músicas que marcaram sua geração.

O cantor fez história, principalmente na região Nordeste do país, e no seu estado, o Rio Grande do Norte. Chagas gravou em 2012 a canção “É Como Sonho”, música que deu título ao CD, e foi a principal música do álbum. A canção se tornou febre nas igrejas pentecostais de todo o país, e até hoje é muito executada.

O que muita gente não sabe, é que esta canção é uma versão de uma música secular “When I Look At You”, que traduzida para o português quer dizer, (Quando eu olho para você), e foi gravada pela atriz e cantora norte-americana  Miley Cyrus, que ficou mundialmente  conhecida em 2006 por interpretar Miley Stewart/Hannah Montana na série da Disney Channel, Hannah Montana.

Assista a versão gospel da canção na voz de Chagas Sobrinho.

Assista a versão original da cantora Miley Cyrus.

Compartilhe:



Mais artigos

Pastor alerta pastores: Cuidado com as “Periguetes gospel”

O assunto é polêmico e nem todos os pastores se sentem confortáveis em falar


Filhos de cantores gospel fazem sucesso na internet e trilham o caminho dos pais

São pais cantores e pastores que servem de inspiração para seus filhos


Saiba qual a denominação que tem metade da bancada evangélica no Congresso Nacional

Em 2014 eram 75 deputados federais na bancada evangélica, hoje já somam 84 parlamentares.


Filha de André Valadão é consagrada pelo avô na Lagoinha Orlando Church

O momento marcante na vida da família Valadão, aconteceu no último domingo (18), na Flórida, Estados Unidos


Cantor Alisson Santos ignora as críticas e mostra que sabe a fórmula para o sucesso

Alisson recebeu muitas críticas pois a iniciativa para o fim da dupla foi dele


Cantor gospel Anderson Freire faz revelação bombástica e surpreende fãs

Anderson Freire fez o inesperado, o cantor não costuma falar da sua vida pessoal no Instagram


Cantora gospel que perdeu o esposo vítima de câncer, anuncia lançamento de canção emocionante

Ela é uma das principais representantes da música pentecostal no país


Ao lado de uma “Mãe de Santo”, Kleber Lucas grava propaganda e recebe críticas de seguidores

O pastor tem enfrentado um dos maiores desafios de sua vida, e tem sido alvo de constantes críticas do público evangélico


Foi um teatro, diz apóstolo sobre suposta consagração a “Rei”

Italo explica que o que realmente ocorreu foi uma peça teatral que aconteceu no ano de 2015


Cantor gospel que saiu do armário fala em voltar para igreja

"Ei Jerusalém! Fui só um passageiro em Babilônia"