Vice-presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco grava vídeo e se defende de acusações

O pastor alegou que falsificaram um documento e atribuíram a sua pessoa


Publicado em: 19/07/18 às 16:35 por Caio Rangel

Pastor Ailton Júnior (Reprodução)

Compartilhe:

O vice-presidente da Assembleia de Deus do ministério de Pernambuco, publicou na manhã desta quinta-feira(19),  um vídeo no canal oficial da igreja no Instagram, para esclarecer as várias acusações que a Igreja Assembleia de Deus em PE, vem recebendo, na pessoa de seu presidente, pastor Ailton José Alves.

No vídeo publicado pelo vice-presidente, pastor Ailton Júnior, que é filho do presidente, ele alegou que falsificaram um documento, e atribuíram a sua pessoa, e que o documento manipulado foi divulgado para denegrir a imagem da Igreja, da diretoria, e de seus líderes.

+Vazou! Cantores gospel são “Barrados” em Assembleia de Deus, denuncia pastor

O pastor desmentiu que tinha apartamento na beira da praia, o que diz o documento, e também afirma que os valores a ele atribuído são falsos. Ailton Júnior atribui as acusações a um grupo de cinco pessoas, que foram obreiros da igreja, e a cerca de um ano vem perseguindo e difamando o presidente da igreja, e agora toda família.

+“Vice presidente da Assembleia de Deus Madureira faz alerta grave sobre “ré-te-té”

O pastor disse que irá procurar a justiça para que todas as medidas cabíveis fossem tomadas. Ailton Júnior disse que tanto ele quanto o seu pai, pastor “Ailton José Alves”, como também toda a diretoria, tentaram se manter todo esse tempo, apenas com a postura pastoral, mas por causa do risco que corre sua família, pelas  informações falsas que foram publicadas nas redes sociais e em meios de comunicações, e diante de todos esses crimes, terão que avançar, e procurar as autoridades para serem tomada todas as providências, e todas as pessoas que estão cometeram esses crimes, respondam diante da justiça.

O vídeo completo está no IGTV, Facebook e também no Youtube.

Assista ao vídeo.

Igreja Assembleia de Deus é citada pelo Ministério Público em investigação

Ministério Público (Reprodução)

O Ministério Público do Rio de Janeiro, vai investigar encontro de Marcelo Crivella(PRB), com pastores e líderes de igrejas.  O prefeito do Rio promoveu um evento no palácio da cidade com cerca de 250  pastores.

De acordo com o Jornal O Globo, Crivella ofereceu auxilio em cirurgia de catarata e varizes, além de assistência para pastores que tivessem problemas de IPTU em seus templos.

+Urgente! Presidente da Assembléia de Deus que leiloou igrejas aceitou deixar o cargo

Segundo o jornal Bom Dia RJ, além da Igreja Universal, o nome da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, é citada pelo MP, e poderá fazer parte das investigações, uma vez que vários representantes da denominação estiveram na reunião com Crivella.

Durante a reunião Marcelo Crivella, falou diversas vezes o nome do pastor Rubens Teixeira, que é pré-candidato a deputado federal pelo (PRB). Rubens é Pastor da Igreja Assembleia de Deus em Marechal Hermes, Ministério de Madureira no RJ.

+Bianca Toledo não resiste e quebra promessa dois meses após terceiro casamento

O MP informou que a Coordenação das Promotorias de Justiça da Cidadania, vai analisar  se houve inobservância e irregularidades pela prefeitura, conferindo tratamento privilegiado os fiéis de um determinado segmento religioso, o que é proibido pela constituição e pode em tese, configurar improbidade administrativa.

As falas do prefeito também serão analisadas pela Coordenação de saúde do MP, para fiscalização da política de regulação do Sistema Único de Saúde (SUS).

O encontro foi no último dia 4 de julho, reservado apenas líderes e pastores, segundo a denúncia os organizadores pediram que os participantes não registrassem o encontro. Durante o evento foram solicitadas reivindicações por  escrito, relações de suas igrejas e números de fiéis.

+ Vídeo: Pastor famoso leva soco no rosto após se envolver em acidente de trânsito

Em áudio gravado, o prefeito oferece ajuda aos participantes em diversas áreas. A prefeitura nega as acusações e em nota disse que a reunião teve como objetivo prestar contas, e divulgar serviços importantes para sociedade, entre eles um mutirão de cirurgias de catarata, e não ofereceu nenhum tipo de beneficio indevido ao grupo de lideranças evangélicas que participaram da reunião.

Marcelo Crivella é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, e sobrinho do bispo Edir Macedo.

Compartilhe:



Mais artigos

Aline Barros se reinventa para escrever um novo capítulo na música gospel

Essa é uma de suas principais características para se manter sempre em evidência no mercado gospel


Luto: Morre cantora gospel que lutava contra câncer há oito anos

Ela morreu em sua casa cercada pela família


Nova música de Eli Soares coloca o cantor de volta ao topo das “paradas gospel”

O cantor que não obteve muito êxito com o último álbum " Memorias ", lançado em 2017


Fernanda Brum explica doença do marido e esclarece “climão” com Eyshila

Fernanda Brum esclareceu que não está brigada com Eyshila, ressaltou que são amigas e irmãs, mas destacou; "Temos nossos dias!".


Brigadas? Fernanda Brum implora que Eyshila a desbloqueie e expõe amizade abalada

Eyshila e Fernanda Brum são consideradas exemplo de amizade no meio gospel


Voz da Verdade comemora 40 anos, com gravação de DVD

A programação será a partir do dia 01 a 04 de Novembro


Polêmica revela “rixa” entre Cassiane e Shirley Carvalhaes e mundo gospel não perdoa

Uma foto polêmica está circulando nas redes sociais e causando muita discussão


Urgente: Ex-produtor de Aline Barros passa mal e é submetido à cirurgia cardíaca

Ele também é guitarrista de uma famosa banda do meio secular


Fernandinho lança clipe de “Deus não está morto” em sala de cinema

O evento contou com a presença do protagonista do filme David A. R. White


Cantora gospel declara patrimônio de mais de R$2 milhões ao TSE e assusta seguidores, confira outros

Ao registrar sua candidatura, o candidato também declara seus bens