Vídeo revela bastidores da igreja que consagrou o pastor George Alves, o “Nardoni Gospel”

George Alves teria sido consagrado pela igreja, sem nenhum tipo de curso de teologia


Publicado em: 11/06/18 às 14:08 por Thalita G | Atualizado em 11/06/2018 às 14:09

Pastor George Alves e Pastora Juliana Salles (Reprodução)

Compartilhe:

O pastor George Alves, principal acusado na morte das crianças; Joaquim Alves Salles de 3 anos (filho), e Kauã Salles Butkovsky de 6 anos (enteado), segue preso enquanto aguarda por julgamento. George teria ateado fogo no quarto das crianças enquanto estavam desacordados, depois de serem molestados sexualmente e espancados.

o crime aconteceu no dia 21 de Abril, em Linhares-ES, e desde então a imprensa vem buscando entender os bastidores da vida do pseudo-pastor, que foi capaz de cometer um crime de tamanha crueldade e que repercutiu em todo o país.

No Youtube, um canal vem apurando e publicando as informações desde o início. Trata-se do “No Entanto“, capitaneado pelo youtuber Paulo Santos.

Foi ele quem publicou que George mentiu para encobrir seu apóstolo, durante a sua participação na CPI dos Maus tratos, presidida pelo Senador Magno Malta.

Agora, o mesmo canal trás um vídeo revelador sobre a igreja de George Alves e revela que a igreja pode mudar de nome, com o objetivo de não “manchar” o nome do ministério.

+ Após prisão, o que pensam fiéis e esposa do pastor acusado de matar filho e enteado

Assista ao vídeo e confira as novas revelações sobre o caso:

Pastora Juliana Salles, mãe das crianças abusadas e mortas pelo pai fala pela primeira vez

Juliana Salles, a pastora evangélica que perdeu os filhos Kauã e Joaquim no dia 21 de Abril em um incêndio criminoso, onde a polícia apontou o seu esposo, pastor George Alves, como principal acusado, quebrou o silêncio e decidiu falar a imprensa pela primeira vez desde que o crime aconteceu.

O inquérito policial apontou que antes de atear fogo nas crianças, George teria espancado e abusado sexualmente das duas crianças, e apesar de ter apontado evidências conclusivas contra o pastor, a perícia descartou que Juliana tenha se envolvido de qualquer forma neste crime.

Ela estava em um congresso religioso durante o fim de semana que o crime aconteceu, e foi avisada por um bombeiro do que havia acontecido.

Juliana Salles aceitou ser entrevistada pelo jornal A Tribuna, e se mostrou bastante duvidosa quanto a inocência do marido.

Ela disse que conseguiu falar com ele apenas uma vez através de uma carta, que conseguiu enviar antes da polícia fazer a acusação oficial.

Perguntada se pretende visitá-lo na cadeia, ela disse que ainda não sabe.

Juliana disse ainda, estar disposta a ir a CPI dos Maus Tratos em Brasília, caso seja convocada. George foi interrogado pelo Senador Magno Malta, dias após a polícia apresentar o ínquerito

Você pode ouvir a entrevista da pastora Juliana Salles sobre o caso, no vídeo [Abaixo], publicado pelo canal No Entanto, que vem acompanhando esse caso de perto desde o início.

+ “Nardoni gospel” Caso do pastor que matou filho e enteado para encobrir estupro, lembra caso antigo

Compartilhe:



Mais artigos

Bomba! Vaza video de cantor gospel fazendo sexo oral em rapaz

Depois que o vídeo vazou, todas as redes sociais do cantor gospel foram excluídas, e até o momento, ele não se manifestou sobre o caso.


“Não tenho realmente mais nada a perder”, diz Ludmila Ferber em post do Instagram

A pastora Ludmila Ferber luta contra um câncer no pulmão diagnosticado em março deste ano


André Valadão toma decisão e fala o que pensa sobre Damares Alves

Por dizer que teve uma visão de Jesus em um pé de goiaba, e que Ele a convenceu a não cometer o suicídio, ela passou a ser ironizada nas redes sociais


Polêmica envolvendo Magno Malta e Cabo Daciolo divide mundo gospel

Magno Malta apoiou Bolsonaro para presidente ao invés de Daciolo, assim como a maioria dos evangélicos


O plano “B” de Malafaia sobre Bolsonaro

O líder religioso é um dos principais "Espiritual Influencer" do Brasil e já apoiou alguns candidatos que depois lhe causaram decepção


Pastora lésbica faz declaração na TV e constrange evangélicos

A pastora se utilizou de um argumento já ultrapassado da comunidade LGBT de que a orientação sexual homossexual seria algo de nascença


Cantor secular doa piano de R$ 60 mil para igreja evangélica e revolta fãs

A doação gerou polêmica pois o artista está devendo a pensão alimentícia do filho Matheus, de 6 anos


Haddad perde mais uma e é condenado a pagar 80 mil por ofensas a Edir Macedo

Além da condenação, Haddad também terá que se retratar, sob pena de multa de R$ 1.000 por dia de atraso


Tragédia: Sofrendo com depressão há dois anos, pastor evangélico tira a própria vida

Ultimamente casos de suicídios entre pastores estão aumentando e preocupando a liderança evangélica no Brasil


Fernanda Brum vai responder na justiça por não comparecer a evento gospel. Saiba qual

A organização do Clama Bahia informou por meio de nota, que irá entrar na justiça contra a cantora