15 pontos do inquérito sobre pastor que estuprou e ateou fogo no filho e enteado, que vão te fazer chorar

O pastor ainda dirigiu um culto depois de ter matado as crianças


Publicado em: 23/05/18 às 21:36 por Caio Rangel

Pastor matou filho e enteado

Compartilhe:

Na madrugada do dia 21 de abril, uma tragédia comoveu o Brasil. Em linhares, região Norte do Espírito Santo, duas crianças morreram carbonizadas dentro do próprio quarto.

No momento do incêndio, apenas uma pessoa em casa com as crianças. George Alves, pastor da “Igreja Batista Vida e Paz”. A principio, tudo parecia um acidente, um incêndio acabara de ceifar a vida de Joaquim de 3 anos, e Kauã de 6. O mais novo era filho do pastor, e o mais velho, Kauã, era enteado.

A mãe das crianças Juliana Salles, não estava em casa, tinha viajado com o filho mais novo do casal para participar de um congresso em Minas Gerais. O corpo de bombeiros foi acionado, mas quando chegou no local as vítimas já estavam sem vida.

O caso comoveu o país, e foi notícia nos principais telejornais. Apenas dois dias depois da morte dos irmãos, George deu uma entrevista e contou a sua versão do que aconteceu.

Ele contou que tentou salvar a vida dos meninos, mas a polícia constatou que o pastor passava, não eram consistentes com a realidade.

Cerca de 30 dias após o crime, a polícia divulgou o inquérito policial, que concluiu que George agrediu, estuprou e ateou fogo nas duas crianças.

+ Cantor gospel é assassinado à tiros enquanto trabalhava

Confira 15 pontos listados no inquérito, para entender melhor como o crime ocorreu:

1 – Perto de uma escrivaninha que ficava no box de um banheiro da casa, a polícia confirmou ter encontrado sangue de uma das vítimas.

2 – A polícia não tem dúvidas de que, durante a madrugada, o pastor molestou as duas crianças. Isso aconteceu antes das agressões.

3 – Depois de agredir as crianças, elas acabaram ficando desacordadas, nesse momento, o pastor colocou os dois na cama e ateou fogo em ambos, ainda respirando.

4 – A pericia concluiu que  as crianças não morreram por inalar fumaça, e que elas não reagiram por que estavam desacordadas.

5 – A teoria de que algum problema elétrico teria causado o incêndio, foi rapidamente descartada, já que não foram encontrados nenhum vestígios de curto-circuito.

6 – Uma babá eletrônica foi encontrada no quarto, mas ela estava intacta, o que comprova a tese de que o incêndio não se originou por problema elétrico.

7 – O pastor escolheu passear na rua depois de atear fogo contra as crianças. Ele foi visto em vários lugares depois do crime.

8 – Antes do incêndio, testemunhas relataram ter ouvido gritos das crianças, durante os momentos da agressão.

9 – Vizinhos precisaram derrubar o portão quando chegaram ao local, na tentativa de salvar as crianças.

10 – A perícia constatou que as vítimas morreram no mesmo local em que o incêndio iniciou, confirmando a versão de que 11  estavam desacordadas quando as chamas começaram.

11 – A mãe das crianças não teve envolvimento no crime, a perícia constatou que ela não foi conivente.

12 – A polícia revelou não ter nenhuma previsão de que outras pessoas possam ser indiciadas, já que, o pastor estava sozinho

13 – em casa, e cometeu os crimes enquanto a mãe participava de um congresso evangélico.

14 – A justiça deverá receber o inquérito policial do caso, ainda na próxima semana.

15 Se condenado, o pastor poderá responder  por duplo homicídio triplamente qualificado e duplo estupro de vulnerável. A soma máxima das penas é de 126 anos.

A polícia confirmou ainda, que não existem registros de outros casos de pedofilia envolvendo o pastor.

Compartilhe:



Mais artigos

Presidente do Gideões é submetido a cirurgia para retirada da safena

O pastor Reuel Bernardino já se recupera em casa, e deve permanecer em repouso por cerca de 30 dias


Daniela Araújo se apresenta no “Promessas no G1” desta Quinta. Saiba tudo!

A cantora gospel irá falar sobre seu retorno a música gospel e responderá perguntas dos fãs


Cantor gospel que “cutucou Malafaia com vara curta”, não grava vídeos há 3 semanas

O pastor calou o cantor gospel, depois de comentar sobre uma polêmica antiga em que o cantor se envolveu


Urgente! Pastor denuncia trama de grupo de pastores contra cantores gospel famosos

Priscilla Alcantara, Aline Barros, Thalles Roberto e André Valadão seriam os principais alvos desses pastores


“Nardonis gospel”: Pastora Juliana Salles é presa acusada na morte dos filhos

Juliana é esposa do pastor George Alves, principal acusado na morte das crianças


Último post de Ludmila Ferber revela crença em “Aliança eterna”

A cantora gospel está em tratamento contra um câncer no pulmão


Cantor gospel retoma carreira após 8 anos na administração pública

Alessandro é filho de missionários e viveu na África e em várias cidades do Brasil


Deputado Sóstenes Cavalcante defende vereador “Negro e Gay” contra ataque de Ciro

Sóstenes gritou 12 vezes a frase "Ciro Gomes Caloteiro!", durante sua fala no plenário da Câmara


“Número mágico” do Gideões causa estranheza em seus contribuintes

O Gideões Missionários da Última Hora continua usando o mesmo número de famílias assistidas pela instituição há cinco anos


Cantores gospel passam vergonha ao compartilhar suposta redução de 7% no alcance do Instagram

Os cantores gospel não foram os únicos, muitos pastores evangélicos também compartilharam a mesma história