Como uma igreja brasileira tem 2 milhões de membros sem cobrar dízimos

Ela foi criada em 1910 e tem uma igreja em cada cidade do país


Publicado em: 28/04/18 às 18:59 por Thalita G


Compartilhe:

Em meio a milhares de igrejas evangélicas que sobrevivem no Brasil com recursos oriundos dos dízimos entregues voluntariamente por seus membros, chega a ser quase irracional imaginar que alguma denominação consiga manter as portas abertas sem a tal contribuição dos 10%.

Respaldados pelo texto de Malaquias 3:10 (Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.) pregam com bastante convicção sobre as promessas contidas no antigo testamento para aqueles que se dispuserem a depositar no gazofilácio a décima parte do seu salário.

Um dos argumentos usados pelos lideres religiosos, é que, a igreja tem diversas despesas e precisam do dízimo para se manter. Contas de luz, água, aluguel, telefone e salários, precisam ser custeados e o dízimo é usado para cobrir estas despesas. Mas, e quando a igreja não prega o dízimo, como ela sobrevive?

Manter as portas abertas sem esse recurso mensal quase obrigatório, parece utopia, mas na verdade, é algo perfeitamente possível. Na verdade, essa é uma das doutrinas pregadas pela CCB (Congregação Cristã no Brasil).

Criada em 1910, por tanto, a mais de 100 anos, a CCB sobrevive de doações voluntárias. O dízimo é pregado por lá como uma heresia. Na verdade, eles se baseiam no seguinte texto do novo testamento: ”II Coríntios 9:7 : Cada um contribua segundo propôs em seu coração; não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.”

+ 14 doutrinas exóticas da Congregação Cristã no Brasil.

Sem pedir ou incentivar a entrega dos 10% do salário dos membros, a CCB construiu um império. Em praticamente todos os municípios brasileiros tem uma congregação, e os prédios costumam ser próprios.

São cerca de dois milhões e trezentos mil membros, que contribuem voluntariamente para o crescimento e manutenção da igreja, um ótimo case que prova que é perfeitamente possível manter a igreja com as portas abertas, sem a necessidade do dízimo.

+ 16 fatos assustadores sobre a igreja Deus é Amor que você não sabia

Compartilhe:



Mais artigos

Artistas gospel se solidarizam com Damares após morte do pai

O pai de Damares faleceu na manhã deste Domingo


Pai da cantora gospel Damares morre aos 73 anos

Damares chegou a se ausentar das redes sociais para se dedicar a família durante internamento do pai


Como a greve dos caminhoneiros afetou as igrejas evangélicas

Pastor Silas Malafaia e Bispo Samuel Ferreira cancelaram vários cultos


Pai de Priscilla Alcantara posta foto rara da filha e relembra infância

Priscilla Alcantara começou na TV, apresentando o Bom dia & Cia no SBT


Bispo Samuel Ferreira segue exemplo de Malafaia em rara decisão

O bispo é presidente da nação Madureira e líder da Adbrás


Alexandre Aposan lidera time de jurados do “Gerando Talentos 2018”

Do Samba ao Rock, o músico provou ter uma versatilidade incrível, tocando  com artistas dos mais variados estilos


Após depressão profunda, cantora gospel “zera” Instagram e anuncia novidade

A cantora é um dos grandes nomes da música gospel da igreja Adventista


Após prisão, o que pensam fiéis e esposa do pastor acusado de matar filho e enteado

George Alves era cabeleireiro antes de fundar a própria igreja


Suposto vídeo íntimo de pastor da Assembleia de Deus do Maranhão circula na internet

Ele faz parte da Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Maranhão (CEADEMA)


Greve dos caminhoneiros obriga pastor Silas Malafaia a cancelar culto

O pastor informou em seu Instagram que o Culto da Vitória desta quinta-feira foi cancelado