Fernanda Brum e o pior disco de sua carreira na música gospel

As músicas não caíram no gosto nem mesmo dos fãs mais apaixonados

Publicado em: 20/03/18 as 10:50 por Thalita G
Fernanda Brum e o pior disco de sua carreira na música gospel
Compartilhe:

Fernanda Brum lançou recentemente o álbum “Som da Minha Vida”, e nos primeiros dias de lançamento até deu o que falar. Ficou entre os mais vendidos no Itunes, e segundo a gravadora, todo o estoque teria sido vendido. Apesar disso, os dias que se seguiram parece que não foram de tanta glória.

As músicas não caíram no gosto nem mesmo dos fãs mais apaixonados. Um dos fatores que podem explicar essa desaprovação generalizada, pode ser o fato de o CD não conter músicas congregacionais, aquelas que “viralisam” nas igrejas.

Apesar da qualidade musical e uma produção indiscutivelmente perfeita, do maestro e esposo de Fernanda, o pastor Emerson Pinheiro, Som da Minha Vida já é considerado por muitos, o pior álbum de sua carreira.

Fala-se até de o álbum ter flopado. [Flopar é uma gíria muito utilizada por fãs de determinados artistas, significa o antônimo de bombar]

+ Escândalo faz Gabriela Rocha ser barrada na igreja da Fernanda Brum

E agora Fernanda Brum?

A solução é lançar algum single o mais rápido possível. Isso parece que já está sendo providenciado e em breve, passaremos a acompanhar a operação “tapa buraco” que a cantora irá iniciar nas redes sociais.

Fernanda Brum e as redes sociais

Fernanda Brum anunciou em meados de fevereiro, sua saída por tempo indeterminado das redes sociais. Ela tentou seguir os passos de outra cantora gospel, a Ana Paula Valadão, que abandonou as redes sociais depois de ser “bombardeada” por se posicionar contra os homossexuais.

Tal qual a Valadão, Fernanda Brum não resistiu 30 dias sequer, longe das redes. Ela já está de volta e a todo vapor, surpreendendo aos seguidores e criando uma imagem de que, é bom não acreditar em tudo o que ela diz.

Compartilhe: