Escândalo na Igreja Católica: Bispo e Padres são presos acusados de desviar R$2 Milhões de dízimos

O Ministério Público investigava a ação dos padres da Igreja Católica desde 2015

Publicado em: 19/03/18 as 9:41 por Thalita G
Escândalo na Igreja Católica: Bispo e Padres são presos acusados de desviar R$2 Milhões de dízimos
Compartilhe:

Mais um escândalo envolvendo membros da alta cúpula da Igreja Católica, levou a entidade para os assuntos mais comentados no Twitter, na manhã desta segunda (19).

O Ministério Público de Goiás, fez uma ação na manhã desta segunda feira, que prendeu membros da Igreja Católica de pelo menos 3 cidades do estado. A operação foi batizada de “Caifás” [No Evangelho segundo Mateus (Mateus 26:57-67) Caifás, juntamente com outros sumos sacerdotes e o Sinédrio da época são retratados interrogando Jesus, procurando por “falsas evidências” com as quais possam incriminar Jesus].

Foram presos quatro padres, um monsenhor e o bispo da cidade de Formosa, Dom José Ronaldo. Eles são acusados de desviar recursos da igreja nas cidades de Formosa, Posse e Planaltina, todas no entorno do Distrito Federal.

+ Ecumenismo? Pastor famoso participa de celebração a santo católico

Segundo o que já foi divulgado a imprensa, a operação apura que o esquema se apropriava de dinheiro oriundo de dízimos, doações, arrecadações de festas realizadas por fiéis e taxas de eventos, como batismos e casamentos.

De acordo com o MP-GO, a suspeita é que a associação criminosa atuava na cúria da Diocese da Igreja Católica de Formosa e outras paróquias relacionadas a elas nas outras cidades. As investigações começaram após denúncias de fiéis que relataram desvios iniciados em 2015.

Compartilhe: