Pastor da Assembleia de Deus é vítima de suicídio e o primeiro caso em 2018

Gilson Genário Rodrigues era dono de uma fabrica de moveis na cidade


2 anos atrás | Caio Rangel




O pastor da Igreja Assembleia de Deus Ministério Rio Comprido, na cidade de Espera Feliz em Minas Gerais, foi encontrado morto por volta das 22 horas desta Segunda-Feira (29).

Gilson Genário Rodrigues era dono de uma fabrica de moveis na cidade, e seu corpo foi encontrado já sem vida. O pastor foi vítima de suicídio, e usou uma corda para tirar a própria vida.

Em estado de choque, a família do pastor ainda sem acreditar no que aconteceu, tem procurado evitar tocar no assunto nas redes sociais nesse momento. Informações apontam que o sepultamento do corpo foi feito ás pressas, para amenizar a dor.

Não se sabe o que teria levado o pastor Gilson a tirar a própria vida, mas rumores apontam que ele estaria bastante endividado, informação que ainda não foi confirmada pela família.

Nas redes sociais da igreja também não foi publicado nada sobre o caso, e ao que se percebe, deve permanecer assim, já que muitos entendem que um pastor cometer suicídio pode manchar a imagem da igreja.

O caso é apontado como o primeiro suicídio de um pastor evangélico em 2018. Só em Dezembro de 2017, pelo menos três pastores tiraram a própria vida, chocando toda a comunidade evangélica do país.

Suicídio de pastores

No fim de 2017, três mortes acenderam a luz vermelha sobre o que estaria acontecendo com nossos pastores. Um das mortes que mais chocaram, foi o suicídio do pastor Júlio Cesar. Ele já havia presidido a Assembleia de Deus em Araruama, na região dos lagos no estado do Rio de Janeiro.

Outro suicídio foi do Moisés Ricardo, que era pastor da Assembleia de Deus na cidade de Cornélio Procópio no interior do Paraná. Ele morava com sua família em uma casa que ficava nos fundos da igreja e foi encontrado pela esposa morto em sua casa.

+ Mais um pastor da Assembleia de Deus morre de forma trágica

Dois dias após comemorar o Natal, houve o suicídio de uma pastora. Lucimari era pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular, e era casada com o pastor Sandro Barro. Ela foi encontrada enforcada em sua casa, seguindo o mesmo modelo de suicídio dos demais pastores.

Mãe de um filho, sua partida repentina parece não ter deixado pistas de sua motivação. No entanto, no dia de Natal, a pastora compartilhou em seu Facebook, o clipe da música “Liberdade” da cantora gospel Priscilla Alcântara.

Além dos suicídio, houveram vários homicídios contra pastores e pelo menos dois casos de afogamento.




publicidade

Mais artigos

Pastor é executado a tiros e motivação pode ter sido esquema de pirâmide financeira

O pastor era muito conhecido e tinha um canal no Youtube para divulgar suas empresas com altos investimentos em bitcoins


Juíza proíbe Flordelis de visitar filho acusado de matar Anderson do Carmo

O réu também ficará isolado dos demais presos


Cantora mirim tem couro cabeludo arrancado em acidente com brinquedo

A família usou as redes sociais para agradecer as orações e o apoio


Famosa cantora gospel sofre acidente de carro três dias antes de gravar DVD

O carro derrapou em uma curva e em seguida capotou


Sarah Farias confirma gravidez e testemunha milagre

A notícia foi confirmada às 18h dessa segunda-feira 11 após ela realizar a  ultrassom morfológica


Funkeiro MC Guimê é batizado na ADAlpha pelo pastor Jairo Manhães

O batismo nas águas do funkeiro aconteceu no dia do seu aniversário


Sarah Farias: Fãs descobrem a verdade sobre segredo da cantora

A cantora irá confirmar as especulações às 18h desta segunda-feira em seu Instagram


Leandro Borges grava vídeo em apoio a bispo da Universal expulso por adultério

No dia 30 de outubro a Igreja Universal publicou em seu site uma nota que anunciava o desligamento de Formigoni


Vídeo: Silas Malafaia se retrata com o PT e Dilma Rousseff

O pastor corrigiu uma declaração que fez contra a ex-presidente há um ano atrás


Filho de Flordelis desmente a mãe e nega autoria de carta com confissão

Lucas dos santos disse em depoimento que a mensagem foi escrita por Flávio e um ex-PM