Ecumenismo? Pastor famoso participa de celebração a santo católico

O pastor tentou se antecipar as criticas, e ele mesmo publicou a foto em que aparece ao lado dos representantes da igreja católica

Publicado em: 12/01/18 as 1:01 por Thalita Guedes Fontes
Compartilhe:

Otoni de Paula, um polêmico pastor evangélico e vereador pelo PSC no Rio de Janeiro, voltou a ser destaque na mídia gospel nacional, depois que ele mesmo publicou uma nota justificando aos seus seguidores e eleitores, a sua presença em uma cerimônia católica em homenagem a São Sebastião, padroeiro do Rio de Janeiro.

O pastor tentou se antecipar as criticas, e ele mesmo publicou a foto em que aparece ao lado dos representantes da igreja católica, homenageando a estátua do santo.  Otoni justificou sua presença na cerimônia com o seguinte texto. Leia na íntegra:

NOSSAS DIFERENÇAS NÃO PODEM SER MAIOR QUE NOSSO AMOR CRISTÃO

A igreja Católica está celebrando São Sebastião, um cristão de uma belíssima história de vida. Como vereador da cidade, me fiz representar na cerimônia aqui, no meu ambiente de trabalho, na Câmara Municipal.

Se nós cristãos evangélicos ficamos honrados quando somos visitados por amigos de outra fé, devemos sempre de forma fraterna e educada fazermos o mesmo quando nos convidarem.

Obrigado ao Cardeal Dom Orani Tempesta e ao vereador Cláudio Castro pelo convite.

“Sabemos que os santos não salvam, quem salva é Jesus, apenas celebramos a vida daqueles cristãos que nos servem de exemplo é motivação de vida”

Palavras de Dom Orani Tempesta
Cardeal Católico do Rio de Janeiro

Note que a frase; “Se nós cristãos evangélicos ficamos honrados quando somos visitados por amigos de outra fé, devemos sempre de forma fraterna e educada fazermos o mesmo quando nos convidarem” lembrou bastante o que aconteceu recentemente com o cantor gospel Kleber Lucas.

Ele foi visto em uma cerimônia em um terreiro de Candomblé, e até tocando piano com os músicos do terreiro.

O caso repercutiu bastante nos principais sites de notícias gospel, mas ele justificou sempre levando pela lado da tolerância, do amor e da comunicação entre religiões.

Otoni de Paula é o mesmo pastor que “barrou” Perlla de cantar em sua igreja, depois que ela foi vista em uma roda de samba, lembra? Ele também se envolveu em uma polêmica, ao criticar a cantora Anitta e a comparou a uma prostituta.

Você concorda com a presença de um pastor evangélico em uma cerimônia católica? Deixe sua opinião nos comentários.

Compartilhe: