8 Músicas gospel tão ruins, que você nem deveria ouvir

Criamos uma lista com 8 das piores músicas gospel já gravadas no Brasil.

Publicado em: 12/01/18 as 10:29 por Thalita G
8 Músicas gospel tão ruins, que você nem deveria ouvir
Compartilhe:

Sabe aquela música gospel que não faz sentido algum? Aquela que mesmo não tendo nenhum argumento teológico, as pessoas insistem em cantar na igreja jurando que é uma adoração a Deus. Você conhece alguma música gospel assim?

Confira nosso top 8 músicas gospel tão ruins, que você nem deveria para pra ouvir.

01 – Dízimo e oferta (Adriano gospel)

Essa música foi lançada em 2011 e tem como tema principal, distorcer o texto de Malaquias que trata sobre os dízimos e ofertas entregues no templo. O clipe da música faz paródia com frases de Silvio Santos enquanto mostra várias pessoas constrangidas por saberem que estão sendo filmadas. Confira:

02 – Crente celular  (Toinho de Aripibú)

“Crente celular” é uma espécie de sátira gospel que o cantor Toinho de Aripibú compôs, fazendo uma crítica aos evangélicos que vão para a igreja e não se conectam com o mundo espiritual.

Dá pra imaginar essa música sendo cantada em sua igreja durante o momento de louvor?

03 – Crente da lojinha R$1,99 (Jacinto Labareda)

Essa música não tem nenhum aspecto teológico, é difícil entender como pode ser classificada como gospel. Já ouviu? Então aproveita que é uma das piores.

04 – Som pro verão  (Pregador Luo)

Considerada uma das piores músicas gravadas pelo cantor gospel Pregador Luo, “Som pro verão” não agradou muito nem o próprio publico do cantor.

7 Músicas gospel pra encarar a dor de cotovelo com estilo

05 – Fusca azul (Tribo do funk)

Essa é uma das músicas gospel mais sem noção que já foi gravada, embora seja voltada para o público infantil. A Tribo do funk caprichou nessa.

06 – Passinho do abençoado (Tonzão)

Embora tenha anunciado sua saída da música gospel, mas sua herança continua. Tonzão gravou a música “Passinho do abençoado” e você precisa ver e ouvir essa sinfonia melódica gospel.

07 – Sabor de Mel (Damares)

Embora tenha feito muito sucesso e até projetado Damares para o topo das paradas da música gospel, “Sabor de Mel” foi considerada uma música anti-teológica pelos críticos de teologia.

08 – Meu pai me falou (Fernanda Brum e Eyshila)

Quem é fã das cantoras deve ter adorado essa canção, mas o fato é que, ninguém que não conheça Fernanda Brum ou Eyshila, ao ouvir essa música, seria capaz de dizer que se trata de uma música gospel. Isso por que, a música não tem nenhuma referência bíblica, exceto por alguns princípios morais.

É claro que a lista não para por ai! Que música você acha que merecia estar em nossa lista?

Comente abaixo nos comentários!

Compartilhe: