No Natal, ator diz que Jesus era terrorista, sem-terra, drogado e defensor de bandidos

Ao transformar água em vinho, nada mais fez do que dar drogas à juventude. Disse ele


Publicado em: 25/12/17 às 11:24 por Redação | Atualizado em 25/12/2017 às 15:15

Gregório Duvivier (Reprodução)

Gregório Duvivier é um humorista já conhecido do público cristão no Brasil, por constantemente escrever e atuar em esquetes para o canal Porta dos Fundos no Youtube, que frequentemente zomba de Cristo e da fé cristã.

Em sua coluna desta Segunda-Feira(25) na Folha, ele voltou a falar de Jesus e não economizou nas ironias e interpretações descabidas.

Ele chegou a se referir a Jesus como; Baderneiro, terrorista, sem-terra e defensor de bandidos e prostitutas.

“O sujeito perdoava até o roubo, mas não perdoava a riqueza. “É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha”, dizia ele, “do que um rico entrar no reino dos céus”

Ele chegou a criticar o fato de Jesus ter vivido sem riqueza e cercado por pessoas doentes e de caráter duvidoso:

 Olhem pra vida do rapaz: não acumulou riqueza, não se formou, ao invés disso vivia descalço cercado de leprosos defendendo bandido.

Nesse trecho, comparou Jesus a um black bloc:

Quando entrou no templo e viu que tava cheio de caixa eletrônico, chutou —literalmente— o pau da barraca, como estivesse na loja da Toulon em 2013. Não sobrou pedra sobre pedra do templo de Salomão. O jovem black bloc bicou pro alto tudo quanto era maquininha da Cielo.

Duvivier seguiu seu discurso de ódio, e disse que pelo fato de Jesus ter perdoado cobradores de impostos, era comunista:

Perdoou as prostitutas e, pior, garantiu que elas vão entrar no céu antes de você. “Elas e os cobradores de imposto”, disse o comuna, provando que, se tem uma coisa que comunista gosta mais ainda do que de pu&%#$ria, é de imposto.

Ele foi mais fundo em sua crítica, ao sugerir que Jesus deu drogas aos jovens, usando como exemplo o episódio em que Jesus transformou água em vinho.

Ao transformar água em vinho, nada mais fez do que dar drogas à juventude — como bom comunista.

O texto de Gregório Duvivier foi um dos mais desrespeitosos sobre Cristo, sobretudo pela data em que foi publicado, 25 de Dezembro.

Como todo bom COVARDE, ele fez isso sem citar o nome de Jesus.




Aniversariante do mês
Álvaro Tito

Cantor

53 anos


publicidade

Mais artigos

Jotta A alcança 30 milhões de views no YouTube e agradece fãs

Jotta A conseguiu realizar mais um feito histórico com a sua música. Ele agradeceu a todos os seus fãs e seguidores pelos 30 milhões de views no YouTube


Mesmo abalada, Flordelis canta música “Jó” no velório do esposo

O velório do pastor Anderson do Carmo, aconteceu na Cidade do Fogo, em São Gonçalo, Niterói (RJ)


Daniela Araújo quebra o silêncio e fala sobre assalto à sua família

Daniela Araújo escreveu um longo texto envolvendo a violência demasiada no Brasil. Ela relembrou um caso que aconteceu com sua irmã, o cunhado e seus pais


Homem é preso em flagrante se masturbando dentro de igreja evangélica

De acordo com o boletim de ocorrência, um policial civil participava do culto e conseguiu prender o acusado


Vídeo: Pr. Anderson do Carmo diz que “Satanás não vai assassinar essa geração” antes de morrer

Anderson do Carmo foi morto com mais de 15 tiros na madrugada do domingo


Investigação: Morte do pastor Anderson do Carmo pode ter sido encomendada por um parente

O pastor Anderson do Carmo teria tido, segundo a polícia, uma desavença com um parente por conta de dinheiro.


Pastores, cantores gospel e amigos lamentam a morte do pastor Anderson do Carmo

As redes sociais foram inundadas com postagens de famosos do meio gospel lamentando sua morte.


Morte do pastor Anderson do Carmo repercute na Europa

O pastor acabou recebendo homenagens de diversos lideres religiosos e artistas gospel brasileiros


Luto: Pastor Anderson do Carmo é morto na frente de Flordelis, em Niterói

Anderson do Carmo era casado com Flordelis desde 1994 e tinha 55 filhos, dos quais, 51 eram adotados.


Pastor Marco Feliciano quebra silêncio e faz duras críticas ao STF

Marco Feliciano, gravou um vídeo para falar sobre a decisão do STF. O deputado se levantou contra o Supremo que decidiu criminalizar a homofobia