Amigos marcaram ela no post do concurso de música gospel e ela acabou vencendo

Quezia Lima é mais uma das centenas de jovens talentosos que estão tendo a oportunidade gravar seu CD, através do Festival W. Music

Publicado em: 22/12/17 as 23:45 por Thalita Guedes Fontes
Compartilhe:

Quezia Lima é mais uma daquelas talentosas cantoras gospel que se apresentam em igrejas no entorno de suas cidades, mas que sonham com o dia em que irão gravar e lançar seu próprio CD. Pelo menos para Quezia, esse sonho já se tornou realidade, e isso graças ao Festival W. Music.

A cantora foi marcada por amigos em um post no Facebook sobre o concurso, se inscreveu e acabou sendo a grande vencedora daquela edição. Ela finalmente teve a chance de entrar em um estúdio e ser produzida por um maestro respeitado nacionalmente, o idealizador do concurso, Wellington Corrêa.

Confira nossa entrevista com Quezia Lima, e saiba tudo sobre seu percurso até chegar no concurso que mudaria sua vida.

Como nasceu o interesse pela música?

Desde criança ouvia meus pais cantando e com 1 ano e 11 meses minha mãe me contou que do nada comecei cantar “além do rio azul do voz da verdade”
Desde então eu comecei cantar em muitas igrejas e eu vi que era isso que eu queria

 

 Quando surgiu o sonho de gravar um CD?

Conforme eu cantava nas igrejas as pessoas me incentivavam a gravar um CD e nasceu esse sonho dentro de mim

 

 Como foi cantar na final na presença de grandes nomes da música
gospel?

Emocionante, nem acreditei quando falaram meu nome rsrs

 Como você soube do festival W. Music?

Muitos amigos do Facebook me mencionaram na publicação

 Fale do futuro, quais são seus projetos?

Viver cantando, porque acho muito gratificante quando canto em igrejas e pessoas vem falar que estavam angustiadas, depressivas e quando eu cantava sentiam como se uma mão tirasse esse sentimento ruim delas

 Deixe uma mensagem para as pessoas que sonham em gravar um CD.
Que conselho você deixa para ele (a)?

Acreditem no sonho que nasceu no coração de vocês, não desistam, “porque o homem só morre quando para de sonhar”

Compartilhe: