noticias gospel

Sou Cristão e estou viciado em pornografia, o que faço?

Foi comprovado que a taxa de infidelidade conjugal aumentou em mais de 300% com o acesso a esse ceonteúdo

Publicado em: 11/11/17 as 8:40 por Thalita Guedes Fontes

Compartilhe:

Cristãos estão entre as estatísticas dos que acessam ou consomem conteúdo adulto com frequência.

Uma boa parte adoece devido a culpa causada após frequentar sites ou revistas que entregam esse tipo de conteúdo.

A pornografia vem crescendo absurdamente na internet, disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, gratuita e privada. Atualmente, cerca de 20% de todos os sites acessados no mundo são de conteúdo pornográfico até mesmo pela facilidade de acesso à internet.

Pornografia na Internet é um atiçador especial do seu circuito de recompensa, pois os estímulos estão todos a apenas um clique. Pode ser uma “nova parceira”, uma cena incomum, um ato sexual esquisito.

Qualquer um pode ficar clicando por horas e experimentar muito mais estímulos em dez minutos do que qualquer um de nossos ancestrais pôde experimentar durante toda a sua vida.

Por causa disso, milhões de pessoas têm passado por situações difíceis, constrangedoras e muitos observam a perda tanto física quanto espiritual. Veja abaixo algumas estatísticas:

. A média de exposição à pornografia é de apenas 11 anos.

. A média de visitantes em sites pornô é: 72% homem e 28% mulher.

. Os homens têm 6 vezes mais chances de ver pornografia do que a mulher, e também são mais propensos a gastar mais tempo vendo isto.

. Ver esse conteúdo repetidamente pode afetar negativamente o desejo sexual.

. Mais de 50% das pessoas envolvidas em interações sexuais virtuais perderam o interesse na relação sexual no casamento.

.40% dos “viciados em sexo” perderam seus cônjuges.

. 58% sofreram perdas financeiras consideráveis.

. Foi comprovado que a taxa de infidelidade conjugal aumentou em mais de 300%.

. 56% dos casos de divórcio envolveu uma pessoa com interesse obsessivo em material pornográfico.

Na vida do Cristão a pornografia pode trazer graves consequências espirituais:

Te afasta de Deus, te cega para as consequências, cria expectativas irrealistas, distorce sua visão do sexo, nunca é o bastante, você se torna escravo dos seus pensamentos, traz sentimento de culpa, te isola, ameaça a sua reputação, transforma a mulher em objeto sexual.

Jovens cristãos, que buscam a Deus frequentemente, sabem que isso não é algo bom biblicamente e que fazendo estas coisas estão poluindo cada vez mais as suas mentes, e com isso sentem certo peso depois de ver sites pornográficos e até mesmo depois da masturbação.

Este peso na consciência é algo que nos mostra que o que acabamos de fazer é algo totalmente errado; o que mais dói é saber que o Deus que servimos deve ter visto tudo aquilo e não se agradou de forma nenhuma, pois sabemos que Deus vê todas as coisas (Hebreus 4.13).

A Bíblia diz que devemos lutar contra nossa carne diariamente e nunca deixar de vigiar. Devemos saber que servimos a Deus, que além de ver todas as coisas, as boas e as más, mas ele está apto a perdoar pois sua misericórdia é grandiosíssima (Salmo 100.5).

Além da palavra de Deus você também pode procurar ajuda de especialistas como psicólogos, ou talvez se abrir para um amigo maduro e de confiança poderá te ajudar consideravelmente, reconhecer que está precisando de ajuda é um passo muito importante para sanar o problema.

Compartilhe: