Maior divisão da Assembleia de Deus, começou. Saiba quem sai ganhando

O pastor Samuel Câmara já entregou sua carta de desligamento da igreja


Publicado em: 07/11/17 às 8:37 por Thalita G

Pastor Samuel Câmara e José Wellington

Compartilhe:

Depois de muito burburinho, especulação e batalhas na justiça, agora é oficial! O Pastor Samuel Câmara, Líder das Assembleia de Deus em Belém, conhecida como a igreja “mãe”, com um requerimento protocolado e entregue na sede da CGADB no Rio de Janeiro, está oficialmente fora da Convenção Geral Assembléia de Deus no Brasil.

A notícia publicada no próprio site do pastor, ainda ontem (6) por volta do fim da tarde, mostrava a carta de desligamento, onde o pastor assina, com data comemorativa dos 500 anos da Reforma e do próprio aniversário do pastor, 31 de outubro.

Mas o pastor afirma que apesar de seu desligamento “seguirá ativo no trabalho incessante para dar crescimento à obra de Deus, ao lado de pastores assembleianos de todo o Brasil em um novo movimento que vem trazer avanços, dinamismo e resgate histórico da Assembleia de Deus”, e que seu desligamento se restringe apenas a antiga convenção e nada tem a ver com a igreja que lidera e com a história da Assembléia de Deus no Brasil.

Ele tem a visão de fundar uma nova convenção que deverá se chamar CADB (Convenção das Assembléia de Deus no Brasil). Não se sabe ao certo quantos pastores o seguirão, estima-se que quase 30 mil líderes poderão filiar-se a nova convenção.

Segundo o site de câmara “o novo movimento, já nasce frutífero e abençoado com inúmeros pastores, ministérios e convenções que se unem para fazer uma Assembleia de Deus mais forte”.

No dia, 5, o irmão de Samuel, Jônatas Câmara, também pediu seu desligamento da convenção e daqui por diante, o que deve acontecer é uma enxurrada de desligamentos, que será um processo natural do desligamento do líder da Igreja Mãe.

Isto já vinha acontecendo espontaneamente. Sabe-se que de algum tempo pra cá, com tantos escândalos e brigas judiciais, uma delas protagonizada pelo próprio Samuel e o líder atual da DGADB, José Welington Ferreira Jr. levou muitos líderes a desistirem de fazer parte da instituição.

Este, certamente, será o maior racha da história das Assembléia de Deus no Brasil até hoje.

Compartilhe:



Mais artigos

Artistas gospel se solidarizam com Damares após morte do pai

O pai de Damares faleceu na manhã deste Domingo


Pai da cantora gospel Damares morre aos 73 anos

Damares chegou a se ausentar das redes sociais para se dedicar a família durante internamento do pai


Como a greve dos caminhoneiros afetou as igrejas evangélicas

Pastor Silas Malafaia e Bispo Samuel Ferreira cancelaram vários cultos


Pai de Priscilla Alcantara posta foto rara da filha e relembra infância

Priscilla Alcantara começou na TV, apresentando o Bom dia & Cia no SBT


Bispo Samuel Ferreira segue exemplo de Malafaia em rara decisão

O bispo é presidente da nação Madureira e líder da Adbrás


Alexandre Aposan lidera time de jurados do “Gerando Talentos 2018”

Do Samba ao Rock, o músico provou ter uma versatilidade incrível, tocando  com artistas dos mais variados estilos


Após depressão profunda, cantora gospel “zera” Instagram e anuncia novidade

A cantora é um dos grandes nomes da música gospel da igreja Adventista


Após prisão, o que pensam fiéis e esposa do pastor acusado de matar filho e enteado

George Alves era cabeleireiro antes de fundar a própria igreja


Suposto vídeo íntimo de pastor da Assembleia de Deus do Maranhão circula na internet

Ele faz parte da Convenção Estadual das Assembleias de Deus no Maranhão (CEADEMA)


Greve dos caminhoneiros obriga pastor Silas Malafaia a cancelar culto

O pastor informou em seu Instagram que o Culto da Vitória desta quinta-feira foi cancelado