noticias gospel

Daniela Araújo foi orientada a perdoar Priscilla Alcântara durante tratamento

Seguidores de Daniela Araújo aguardam ansiosos pelo seu retorno ao palco

Publicado em: 07/11/17 as 8:11 por Thalita Guedes Fontes

Daniela Araújo foi orientada a perdoar Priscilla Alcântara durante tratamento
Compartilhe:

As cantoras gospel, Daniela Araújo e Priscilla Alcântara, estão afastadas desde o 7 de agosto, quando vazaram os áudios que forçaram Daniela a dar uma pausa em sua carreira.

O motivo teria sido uma postagem feita por Priscilla, que comparou a amiga ao filho pródigo, após o vazamento que expôs o fato da amiga usar drogas.

Daniela Araújo parou de seguir e bloqueou Priscilla em todas as suas redes sociais, o que deixou claro que ela não gostou da forma como a cantora teen tratou do assunto em público.

Recentemente, Dani voltou a publicar fotos em seu Instagram, que inclusive perdeu metade dos seguidores. Ela falou sobre cura, admitindo estar sob tratamento médico e espiritual.

Informações obtidas com exclusividade pelo O Fuxico Gospel, apontam que Daniela Araújo foi orientada a perdoar Priscilla Alcântara. Até onde sabemos, elas ainda não se falaram.

As cantoras são estrelas da música gospel no Brasil, e possuem uma multidão de seguidores nas redes sociais.

Após meses de exílio, a filha de Jorge Araújo está voltando as atividades, e ao que tudo indica, muito em breve estará nos palcos novamente.

Música gospel em crise

O retorno ao palco da cantora gospel flagrada pedindo por drogas, é quase certo que ocorrerá nos próximos dias.

Isso mostra uma evolução, no modo como a igreja evangélica atual tem tratado os fiéis que por alguma razão, erram o alvo, mas também, abre precedentes para uma teologia onde tudo pode.

A própria cantora defendeu [nos áudios vazados] que fumar maconha não é pecado. Ela pareceu convencida disso, mesmo tendo crescido dentro da igreja e ser filha de pastores.

Dias após o escândalo da cantora gospel com drogas, Jotta A, o menino prodígio da música gospel também caiu.

Ele foi flagrado (em vídeo), bêbado e fazendo graça com questões religiosas, como línguas estranhas.

O fato é que, depois de a “Bomba” explodir, basta vir em público pedir perdão, contar uma história de fraqueza, e a comunidade o aceita de braços abertos.

Será que é assim que acontece com o irmão da igreja quando peca?

Compartilhe: