noticias gospel

Gideões não aceita acordo com jornalista e processo segue na justiça

Ivandro Morim busca na justiça trabalhista, os direitos por 32 anos de serviço no Gideões

Publicado em: 21/09/17 as 8:34 por Thalita Guedes Fontes

Gideões não aceita acordo com jornalista e processo segue na justiça
Compartilhe:

O congresso Gideões Missionários da Última Hora, voltou a ocupar o centro de uma nova polêmica em julho deste ano, o jornalista Ivandro Morim, um dos funcionários mais antigos da casa, anunciou que estaria entrando com um processo trabalhista contra a instituição.

Considerado um dos funcionários mais próximos do saudoso pastor Cesino Bernadino, fundador do congresso, Ivandro luta pelos diretos referente aos seus 32 anos de serviços prestados a casa.

O jornalista também alega ser o criador de diversos produtos que são comercializados ao longo de várias edições do evento. Sobre isso, ele busca os direitos autorais, já que o Gideões teria lucrado sobre sua criação.

Conversamos com Ivandro Morim sobre o caso, e ele nos informou que o pastor Reuel Bernadino, presidente do congresso Gideões Missionários da Última Hora, não aceitou nenhum tipo de acordo;

“Infelizmente não houve acordo, fiz de tudo para fosse resolvido segundo a vontade da diretoria da Convenção catarinense – Pr. Reuel Bernardino resolveu não obedecer a ordem da junta executiva e nem seguir os conselhos de um acordo do Dr. Horongozo (advogado da convenção), preferiu contratar um outro advogado para seguir com o processo.

Meus advogados aguardaram todos os meus pedidos de espera, como não houve esse acordo, já estão entrando com o processo na justiça legalmente, ou seja, a justiça trabalhista e civil. Vão fazer o que tem que ser feito.

Tudo oque for resolvido a partir de agora é na justiça – lembrando que obedeci todos os critérios da junta executiva da CIADESPC,  presidida pelo Pr. Nilton do Santos e seu Vice Pr. Melfior.

Meu proposito era fazer um acerto e continuar fazendo parte da convenção de SC, realizando meu trabalho de reportagens cinematográfica e jornalistica.

Repito: Pr. Reuel Bernardino e seu vice Hueslen Ricardo Santos optaram em desobedecer a convenção dispensando o advogado da convenção e contratando outro para seguir no processo.”

Na última quarta feira (20), procuramos o pastor Reuel Bernardino pra falar sobre o caso.

Ele nos respondeu que estaria em reunião durante todo o dia, procurando a melhor forma de resolver o problema do senhor Ivandro Morim.

Crise no Gideões

O Gideões Missionários da Última Hora, passa por uma longa crise financeira. desde a morte do seu fundador, milhares de contribuintes simplesmente pararam de pagar os boletos de ajuda mensal, que representam uma enorme fatia de toda a renda da instituição.

Isso gerou atrasos salárias que provocou a venda de diversos bens, para quitar essas dividas com funcionários.

Na última semana, pelo menos 10 funcionários foram demitidos, e isso vem acontecendo quase que mensalmente.

A expectativa, é que isso influencie diretamente na realização do congresso em 2018, já que exigi-se um alto investimento para a realização do evento, embora seja bastante lucrativo, mas esse capital não está disponível em coisa,e  com tantas dividas, o pastor Reuel Bernardino terá um desafio maior do que a edição de 2016.

Compartilhe: