noticias gospel

Vaza boleto do cachê de Fernandinho, valores seriam abusivos

Além de multa gigante por atraso, o cantor também cobra juros ao dia

Publicado em: 08/09/17 as 12:42 por Thalita Guedes Fontes

Vaza boleto do cachê de Fernandinho, valores seriam abusivos
Compartilhe:

O cantor gospel Fernandinho esteve no centro de uma polêmica, depois de um produtor de eventos da cidade de Pedreiras-MA, publicou a transcrição de uma suposta conversa entre a secretaria de cultura do município, e a produção do cantor.

Na conversa, a produção de Fernandinho teria feito uma série de exigências a prefeitura, como por exemplo, um carro SW4 exclusivo para o cantor, um ônibus leito para a banda e que o cantor não poderia passar no saguão do aeroporto, entre outros itens.

O assunto se tornou viral na web, e fez lembrar outros casos que já ocorreram em que problemas semelhantes aconteceram com Fernandinho, em um deles, o cantor está sendo processado por não comparecer a um evento no Piauí. Segue o número do processo: 00000.15-78.2014.8.18.0073

Esta semana, o O Fuxico Gospel voltou a receber denúncias contra a produção do cantor. Produtores de eventos reclamam que a produção seria bastante arrogante e de difícil comunicação. Em uma das denúncias, um produtor nos enviou um boleto que foi pago para o cachê do cantor. Ao que se sabe, poucos artistas gospel ou secular trabalham com boleto, apesar disso, Fernandinho cobra multa diária de R$600 reais por atraso, mais juros ao dia. Os valores são considerados abusivos.

Até o momento, o cantor não se pronunciou sobre as supostas acusações da secretaria de Pedreiras-MA.

Confira o boleto:

Compartilhe: