noticias gospel

Como está a igreja da Fernanda Brum 17 meses depois?

Fernanda e Emerson Pinheiro fundaram o Ministério Profetizando as Nações

Publicado em: 02/09/17 as 8:09 por Izael Nascimento
Como está a igreja da Fernanda Brum 17 meses depois?
Compartilhe:

Fernanda Brum e o esposo, o produtor musical Emerson Pinheiro, iniciaram em abril de 2016 o ministério Profetizando as Nações.

Fernanda e Emerson foram consagrados a pastores e iniciaram os trabalhos em meio a uma nuvem de criticas por parte de alguns na internet, e apoio incondicional de amigos próximos.

Já se passaram 17 meses desde então, e a igreja só cresce.

Como é característico em igrejas fundadas por “Artistas Gospel”, o ministério Profetizando as Nações está sempre promovendo eventos, congressos, seminários, conferências e principalmente, levando outros artistas gospel e pregadores famosos.

A exemplo disso, por esses dias será realizado mais uma edição da Conferência Profetizando as Mulheres.

Como nas edições anteriores, a conferência terá uma lista enorme de grandes nomes da música gospel, o que certamente atrairá uma multidão.

Em Junho deste ano, Fernanda Brum sofreu uma tentativa de assalto, o que gerou uma enorme comoção entre a comunidade evangélica.

A pastora Fernanda Brum e o pastor Emerson, continuam se estabelecendo a cada dia mais como líderes, e sobretudo, se mantendo longe de escândalos e qualquer tipo de polêmicas negativas.

Ao contrário da cantora Cassiane e o esposo Jairinho, líderes da Adalpha (Assembleia de Deus Alphavile). Segundo o MP (Ministério Público), o aluguel da igreja, que custa cerca de R$70 mil reais por mês, estava sendo pago por um empresário que desviava recursos de um hospital. O empresário era presbítero da igreja e está preso juntamente com a esposa.

Uma outra cantora gospel que abriu igreja recentemente, foi a cantora Gisele Nascimento.

Ela fundou junto com o marido, a GETEMI. Apesar de ter sido aberta recentemente e a igreja ainda não ter seu nome envolvido em nenhuma polêmica, essa semana a cantora declarou em uma rede social, que não é pastora. A declaração da cantora levou as pessoas a se perguntarem, quem então teria consagrado o esposo de Gisele, ou até mesmo, sob a benção de quem a igreja foi aberta.

São questionamentos que ainda ecoarão por muito tempo

Compartilhe: