noticias gospel

Deputado Takayama propõe café com o presidente para pastores

Sóstenes Cavalcante e Pastor Euríco, desaprovam

Publicado em: 04/09/17 as 14:58 por

Deputado Takayama propõe café com o presidente para pastores
Compartilhe:

A bancada evangélica tem crescido ano após ano, misturando política e religião no congresso.
Liderada atualmente pelo deputado Hidekazu Takayama (PSC-PR), a frente parlamentar evangélica tem sido fundamental na luta pela defesa dos interesses da família. Pelo menos é isso que espera o eleitorado cristão.

Com 69 anos e no auge do seu quarto mandato como parlamentar, o deputado e pastor Takayama apresentou uma pauta para a reunião da frente parlamentar, que está dando o que falar. A nova proposta do deputado, é copiar uma ideia que deu certo nos Estados Unidos e vários outros países, e trazer para o Brasil.

Nos EUA, no início de cada ano, o presidente americano oferece um café para os pastores mais influentes do país. É um evento bastante concorrido, e como resultado, aproxima o líder do mundo livre, dos líderes religiosos.

Aqui no Brasil, a todo instante vemos nas redes sociais, fotos e vídeos de diversos pastores e líderes de diferentes religiões, em audiência com o presidente Temer, independente de “Café”. É assim com Michel Temer, foi assim com Dilma, Lula e outros.

A proposta de Takayama, é realizar um café para os pastores, com a presença do presidente, como se o próprio presidente fosse o anfitrião, assim como acontece nos EUA.

O O Fuxico Gospel conversou com  deputado Takayama,  e perguntamos o que estaria por trás dessa pauta proposta  e debatida em três reuniões da frente parlamentar.
O deputado esclareceu, que o objetivo não é fazer um café para o presidente Michel Temer, e sim, para a instituição “Presidência da República”. Segundo o deputado, é importante que os pastores da nação se reunam com o presidente, seja ele quem for, para um momento de oração, e realização de um “ato profético”.

Apesar das três reuniões, o deputado Takayama ainda não conseguiu definir junto a bancada, quando o evento ocorrerá.

Sobre a proposta, conversamos também com o deputado Pastor Euríco (PHS/PE).

Por questão de FÓRUM pessoal eu não irei.
Acho o momento muito tempestivo, principalmente para mim que defendo investigação do presidente. Disse ele.

Também conversamos com o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ)

Te garanto que o presidente está tão mal, que se pagasse 50.000 para pastores ir, teriam muitas dificuldades. Eu não vou a nenhum café com o Temer. Finalizou

Pelo que estamos acompanhando, está difícil do deputado Takayama conseguir aprovar esse café com o presidente

Compartilhe: