noticias gospel

Prejuízo: Pr Adeildo Costa é vítima de crime de “Má Fé”

Publicado em: 18/06/17 as 14:31 por Micael Batista

Compartilhe:

O pastor Adeildo Costa teve seu nome listado como um dos pregadores confirmados no evento Cangaíba em Chamas. O problema, é que o nome do pastor foi inserido na lista sem autorização.

Não é novidade pra ninguém, que existe um acordo financeiro firmado entre os organizadores de um evento e cantores ou pregadores, isso é até comum aqui no Brasil.

O fato é que, o pastor Ricardo Deodato, um dos organizadores do evento, procurou Adeildo Costa para sondá-lo sobre a data. Com a agenda livre para o dia, Adeildo confirmou sua disponibilidade e deixou claro suas condições.
Adeildo Costa pediu uma oferta de R$3.000 (Três Mil Reais), as condições são padrão; 50% como “calção” para poder reservar a data e os outros 50% no dia do evento.

O que era apenas uma sondagem, se tornou um “fechamento” e Ricardo Deodato já pediu a conta para depositar a “oferta”.

O problema é que, mesmo sem depositar os 50% combinado, Deodato passou a usar o nome e imagem de Adeildo Costa em cartazes, dando como certa a presença do pregador.

Enquanto isso, Adeildo insistia constantemente para que as divulgações com o seu nome parassem, visto que a confirmação só era possível depois que os 50% fossem depositados. Deodato passou a evitar falar com Adeildo e alegou ter perdido o celular em um assalto.

Depois de remarcar o tal deposito para várias datas, sem honrar nenhuma delas e já usando a imagem de Adeildo em vários veículos de comunicação, Deodato decidiu então alegar que a oferta que Adeildo pediu era incompatível com a realidade do evento.
Em um post no Facebook, sem citar valores, ele  disse que a organização não concordava com a oferta missionária do pregador.

O site O Fuxico Gospel procurou Adeildo Costa, ele nos informou que esses congressos lucram com pregadores e pastores, e como ele “e outros” vivem da obra, tem o direito de serem abençoados.
Quanto a agenda, ele confirmou que teve um enorme prejuízo, desmarcou compromissos pessoais, mesmo não tendo recebido o “calção” chegou a recusar alguns convites de maior projeção, por acreditar que tudo se resolveria.

Conversamos com o pastor Ricardo Deodato, ele negou que tenha confirmado a agenda com Adeildo. Segundo ele, levou o caso até os patrocinadores, e eles acharam o valor alto.

No entanto, em áudio e texto, é possível ver que o pastor Ricardo Deodato de fato confirmou a agenda com Adeildo. Em um áudio ele confirmou inclusive, que faria o pagamento completo antes da data e que nada ficaria para ser repassado no dia do evento.

Ouça o áudio e veja as conversas:

 

 

Compartilhe: