noticias gospel

Prédio da Adalpha pode ter sido mantido com dinheiro público; Aluguel chega a R$70 mil

Publicado em: 06/06/17 as 12:00 por Micael Batista

Compartilhe:
Um ex-presbítero da ADALPHA (Assembleia de Deus Alphaville), igreja liderada pelos cantores Cassiane e Jairinho, está preso por suposto envolvimento em um esquema que desviou mais de R$10.000.000,00(Dez milhões de reais) dos cofres da prefeitura de Cajamar.

Luiz Teixeira da Silva Junior era gerente da FENAESC (Federação Nacional das Entidades Sociais e Comunitárias).

Basicamente, a Fenaesc é uma Organização Social de Saúde (OSS) formada por um grupo de profissionais experientes na área médica e de administração hospitalar.
Eles gerenciam diversos hospitais na região, e são responsáveis inclusive por pagar os salários dos servidores, por isso, a facilidade no desvio do recurso.
A PF apurou que, Luiz Teixeira da Silva pagava o aluguel da ADALPHA, o valor era R$70.000,00  (Setenta mil reais).
Além disso, conforme já publicado aqui no site, pelo menos duas ambulâncias ficam estacionadas no pátio da igreja. Existem rumores de que essas ambulâncias deveriam estar nos hospitais da região.
Além dos alugueis, o ex-gerente da Fenaesc teria feito diversas doações a igreja, o que também está sendo investigado.

Liliane Bernardo Rios da Silva, esposa de Luiz Teixeira, foi presa com cerca de R$30.000,00 (trinta mil reais) em dinheiro. Ela estava na região de Alphaville no momento da prisão.

Fontes contaram ao O Fuxico Gospel, que a igreja pode mudar de endereço em breve.
Compartilhe: