noticias gospel

Ex-marido de Amanda Ferrari ficou preso por 12 dias em São Paulo

Publicado em: 15/05/17 as 0:40 por

Compartilhe:

Gunnar Vingren, conhecido por ser casado com a cantora gospel Amanda Ferrari, ficou preso por 12 dias CDP ( Centro de Detenção Provisória) na cidade de Americana no interior de São Paulo.

Como esposo de Amanda, Gunnar atuou como seu empresário, o que o levou a ser muito conhecido nos bastidores do mercado gospel.

Gunnar Vingren também era chamado de pastor, apesar de agora esse título não fazer mais parte de suas redes sociais.

Ele mesmo publicou em seu perfil no Facebook sobre sua prisão, mas apagou o post horas depois sem dar maiores detalhes.

Separado de Amanda Ferrari, em fevereiro Gunnar publicou prints de brigas do casal, expondo uma situação bastante constrangedora para a cantora.
No último mês as coisas ficaram ainda piores, Gunnar voltou a publicar prints e áudios da cantora, e expôs o lado negro de Amanda Ferrari que ninguém conhecia.

Em um dos áudios divulgados, Amanda Ferrari critica a cantora Flor de Lis e outros cantores gospel.

Na ocasião, nossa redação conversou com a cantora, que afirmou está sofrendo com os ataques do ex-marido na internet, mas alegou que não poderia se defender já que havia um processo tramitando contra ele, porém, os detalhes não poderiam ser revelados devido ao “Segredo de Justiça”.

Sobre a prisão de Gunnar, nossa redação voltou a procurar Amanda Ferrari sobre o caso, e ela se limitou a indicar o contato do seu advogado, alegando que ele seria a pessoa mais adequada para comentar a situação.

Procuramos o advogado da cantora, mas até o fechamento da matéria, não obtivemos resposta.
Também procuramos Gunnar Vingren, enviamos inúmeros email’s e mensagens de Whatsapp, mas também não obtivemos resposta.

Compartilhe: