noticias gospel

Guerra entre convenções da Assembleia de Deus no MA, revela disputa por território

Publicado em: 29/05/17 as 14:05 por Micael Batista

Compartilhe:

As igrejas evangélicas Assembleia de Deus (Missão) no estado do Maranhão, estão vivendo um verdadeiro pé de guerra.
Acontece que, existem duas convenções no estado brigando por território.
Trata-se da CEADEMA (Convenção Estadual da Assembleia de Deus do Maranhão), essa é a pioneira no estado, e a COMIEADEPA (Convenção Estadual das Igrejas Evangélicas no Estado do Pará). Ambas disputam o poder no Maranhão de uma forma nada convencional.

Entenda a história.

A igreja Assembleia de Deus no Maranhão sempre foi conduzida pela CEADEMA, presidida pelo pastor Pedro Aldi Damasceno. Até que em 2015, o pastor Fenelon Lima Sobrinho, da COMIEADEPA, por tanto, de outro estado, decidiu entrar no Maranhão e começar um trabalho evangelístico.
A atitude do pastor Fenelon Lima foi vista como algo desnecessário, já que, tanto a CEADEMA quanto a COMIEADEPA, são conveniadas a CGADB, e portanto, fazem parte do mesmo ministério.
Pedro Aldi Damasceno tomou como uma afronta pessoal, e a partir daí, iniciou-se umas guerra por território.

Carta de repúdio

Ainda em 2015, Damasceno convenceu todos os presidentes das 16 convenções espalhadas pelo nordeste, a assinar uma espécie de abaixo-assinado, que foi encaminhado ao pastor José Wellington, presidente geral das Assembleia de Deus.
Eles classificaram como anti-ética a atitude do pastor Fenelon, e condenaram o que chamaram de; desordem e violação dos princípios bíblicos.
A carta foi entregue a presidência da CGADB, mas parece não ter surtido nenhum efeito, já que o pastor Fenelon continuava atuando no estado.

Fenelon justifica

Depois que a carta foi enviada a CGADB com a assinatura de todos os presidentes de convenções do nordeste, o pastor Fenelon Sobrinho gravou um vídeo explicando sua “invasão de território”.
O pastor mostrou um vídeo em que recebe uma profecia ministrada pelo pastor Adeildo Costa.
Segundo a profecia, fica subentendido que Fenelon deveria avançar para o Maranhão, Piauí e Bahia.
Seguindo essa orientação, ele coloca sua igreja para decidir o que farão, e de forma unânime, as pessoas decidem por evangelizar o estado vizinho, independente de já ter uma convenção por lá.

Assista o vídeo e entenda:

 

Fenelon avança

Com o apoio de sua igreja, o pastor Fenelon avançou para o Maranhão.
Dois anos depois a igreja tem crescido exponencialmente. O que justifica seu crescimento no Maranhão, é que, ele poderia estar certo quando disse lá atrás, que as pessoas do Maranhão estavam sedentas pela palavra.

PEBA X CEADEMA

Não é exagero comparar a disputa que acontece atualmente entre as duas convenções da Assembleia de Deus no Maranhão, a disputa de torcidas organizadas que ocorre no futebol.
Os Peba “da convenção de Parauapebas”, não se misturam com os pastores da CEADEMA, e alguns membros mais conservadores também não se entendem.

Adão Santos “Barrado”

Isso se intensificou nos últimos meses, depois que a CEADEMA emitiu uma notificação, proibindo que os pastores da convenção de todo o estado, não convidassem o pastor Adão Santos para ministrar em suas igrejas.
Adão Santos é conhecido por ter uma deficiência visual, é idealizador do congresso OS MILITANTES que acontece anualmente na cidade de Redenção no estado do Pará.
Leia o comunicado na íntegra:
Ps: Não removemos os erros ortográficos.
Nobres pastores, por várias vezes o pastor Adão! Que já esteve pregando em nossas igrejas da CEADEMA.
Informamos que o referido pastor, estará pregando no grupo do “Peba”. Informamos aos nossos pastores da CEADEMA. Que a partir desta data 24 de maio do ano em curso(2017).
Este referido senhor, pastor Adão! Ficará suspenso de pregar nas igrejas da nossa CEADEMA.
Motivos:
a) Por suas mensagens existir pontos duvidosos! (inverdade),
b) Por ser ciente, que este referido grupo (Peba), tem muito perturbado o bom andamento dos trabalhos Evangelístico e pastorais da Convenção das Assembleia de Deus da nossa CEADEMA.
Peço aos nobres e bondosos pastores, que não mais convide este senhor como pregador.
 E se alguém estiver convidado o mesmo, pedimos que por gentileza desfaça o convite, ou , acordo.
Grato! Do vosso em Cristo Jesus.
Pastor Pedro Aldi Damasceno.
Esta mensagem circulou em vários grupos de Whatsapp e blogs do estado, deixando claro que, o motivo do pastor Adão Santos não poder pregar nas igrejas da convenção, é porquê ele também prega nas igrejas da convenção rival.
Nossa equipe procurou o pastor Adão Santos para falar sobre o assunto, em nota, ele respondeu que sempre pregou nas igrejas da CEADEMA, e que nunca alegaram que ele pregava inverdades.
Sem criticar a direção da convenção, ele apenas lamentou o ocorrido e disse que entregaria tudo nas mãos de Deus.

Samuel Mariano “Barrado”

Quem também foi proibido de pregar nas igrejas da CEADEMA, foi o cantor Samuel Mariano.
O site O Fuxico Gospel já havia publicado uma nota sobre o assunto dias atrás.

Samuel também teria sido impedido de ministrar nas igrejas da convenção, por que constantemente aceita convites da convenção rival para ministrar.
Não faria sentido o cantor aceitar convites de uma convenção e negar ministrar em igrejas da outra.

Nossa equipe não conseguiu contato com o cantor.

A lista não para por ai.
Vários pastores e cantores locais já sofreram algum tipo de retaliação, devido a essa quebra de braço.

Compartilhe: