Conexão Repórter entrevista ex-Menudo, Roy


Publicado em: 18/04/17 às 13:23 por Micael Batista


Compartilhe:
Roy Rosseló, conhecido como “Roy o ex-Menudo”, devido a sua passagem pela banda de maior sucesso na América Latina nas décadas de 80 e 90, concedeu uma emocionante entrevista ao programa Conexão Repórter (SBT), apresentado pelo jornalista Roberto Cabrini.
Roy faz duras revelações sobre o drama que viveu 30 anos atrás, enquanto vivia o auge da fama e do sucesso, mas sofria abusos que marcaram sua vida até hoje.

A reportagem mostra o dia-a-dia de Roy, e mostra sua nova vida na igreja.
Tendo como mentor e concelheiro espiritual o pastor e cantor gospel Wesley Ros, Roy já encontra forças para contar seu testemunho e usar seu drama para levar uma palavra de esperança a pessoas que vivem ou viveram um drama como o seu.
O O Fuxico Gospel conversou com o pastor Wesley Ros, sobre Roy.
Perguntamos se a entrevista do Ex-Menudo ao jornalista Roberto Cabrini, seria uma forma de projetá-lo no cenário gospel, para ensaiar um possível lançamento de CD ou algo do gênero.
 Wesley Ros respondeu que; Chega de artistas usarem o meio gospel para se levantar.
Ele afirmou que não pretende produzir nenhum trabalho de Roy enquanto não concluir o seu discipulado, e esclarece que a reportagem no Conexão Repórter não foi para promover o artista, mas orientar outros pais que tem filhos que possam estar sendo abusados dentro da própria casa. Essa entrevista pode ajudar a prevenir que outros adolescentes passem pelo que ele passou.
“Preciso discipular ele para que não se espelhe em alguns artistas famosos do nosso meio que já são velhos de estrada e dão péssimos exemplos como discípulos.
Na maioria dos casos, são ovelhas sem pastor, fazem o que dá na telha, esnobam por ter fama, dinheiro e seguidores no mundo gospel.
Não quero isso para o Roy, quero que ele tenha outro modelo de evangelho.
Sempre que alguma dessas estrelinhas gospel que temos em nosso meio, causa algum barulho seguido de escândalo, me perguntam; E ai pastor, você viu fulano que fez tal coisa?
Eu sempre respondo; Simples, pergunte ao pastor dele o que ele acha.
Obviamente, essa pessoa não tem pastor, porque uma ovelha que tem pastor é discipulada, orientada. Os líderes dizem; Não faça isso e nem aquilo, quando faz é porque é dono do seu próprio nariz.
Com certeza, ao o confrontar, perguntando o que o seu pastor acha, você descobrirá o porque dos escândalos, ele simplesmente não tem pastor.” Disse Wesley Ros.
Assista a esta emocionante entrevista
Compartilhe:



Mais artigos

Saiba mais: O que levou o pastor José Wellington a tocar trompete durante o culto?

Sem que ninguém esperasse o pastor surpreendeu a todos com a atitude inusitada


Aline Barros comemora 18 anos de aniversário de casamento

Gilmar Santos foi jogador de alguns times nacionais e internacionais, hoje ele é pastor em uma igreja no Rio de Janeiro


Depois de cantar em evento gospel, Ton Carfi prestigia luta de amigo no UFC

Ton foi um dos cantores que participaram do  Canto pela Paz em São Paulo


Dossiê Magno Malta: Youtuber polêmico revela passado obscuro do Senador pastor

O vídeo vem dividindo as opiniões dos internautas


Cantor gospel famoso separa da mulher e casa em segredo com novinha

O cantor gospel já se envolveu em outra grave polêmica em 2015


Apóstolo que foi preso com dólares na “cueca” unge Bolsonaro em hospital

O líder esteve no último sábado 22 visitando o presidenciável


Surpreendente: Pastora muda visual e mostra antes e depois

Para mim academia era para gente magra, musculosa, jovem... Eu estou vencendo o preconceito!


10 Notícias para entender o mundo gospel no mês de Setembro

Tragédias, acidentes, polêmicas, surpresas, um emaranhando de situações que fizeram de setembro um mês totalmente atípico no mundo gospel


Pastor famoso se une a Kleber Lucas e posa ao lado de pai de santo contra intolerância

Ele é Pastor Presidente da Igreja Batista Betânia, e muito conhecido no meio gospel


Por que Fernanda Brum e Damares deixaram de seguir Shirley Carvalhaes no Insta?

As cantoras gospel parecem seguir o exemplo de Cassiane