noticias gospel

CIEADEP obriga igreja a aceitar pastor acusado de assédio sexual

Publicado em: 19/04/17 as 4:17 por Micael Batista

Compartilhe:

A CIEADEP (Convenção das Assembleia de Deus no Estado do Paraná), autorizou a cerimônia de posse do pastor Edson Feitosa, como pastor presidente da Assembleia de Deus na cidade de Cerro Azul.

Edson Feitosa foi acusado de assediar sexualmente uma fiel, enquanto era pastor presidente na cidade de Matinhos.

Quarenta dias após receber a denúncia, a CIEADEP tomou uma atitude histórica, decidiu que, enquanto a justiça apura os fatos para comprovar se de fato ocorreu o crime de assédio, Feitosa deveria ser transferido para a cidade de Cerro Azul.

A CIEADEP escolheu trilhar o caminho comum entre as convenções de igrejas brasileiras, quando se vê diante de uma acusação de assédio ou até mesmo em caso de adultério comprovado, as convenções optam por retirar o pastor do campo em que surgiu o escândalo, e o envia para outra cidade.

O problema, é que, a cidade para qual o pastor problemático é enviado, já existe um pastor, que muitas vezes é querido e amado pela igreja, e sem culpa de nada, acaba sendo transferido do lugar que vem fazendo um bom trabalho, apenas para ceder aos caprichos de uma convenção que toma decisões políticas e não pensa nas ovelhas.

Isso aconteceu nessa transição do pastor Edson Feitosa de Matinhos, para a cidade de Cerro Azul, sob a então liderança do pastor Odair Lech.

A igreja protestou contra a substituição de Lech por Feitosa, e muitos consideraram a atitude da CIEADEP como autoritária e irresponsável.

“Que culpa tem a igreja, se ele está envolvido em um escândalo em Matinhos, deve ficar em Matinhos até provarem se é culpado ou inocente, e não, mandarem pra cá e tirarem o pastor Odair, um grande homem de Deus que não tem nada haver com isso.” Disse um membro da igreja que não quis ser identificado.

“Quando os pastores erram, a CIEADEP entra no caso pra resolver, mas, se a CIEADEP errar, a quem iremos recorrer?” Perguntou outro fiel revoltado.

Ao saber que seria rejeitado em Cerro Azul, Edson Feitosa decidiu contrariar a ordem da CIEADEP, ele disse durante um culto ainda em Matinhos, que não iria acatar a ordem da convenção, mas acabou cedendo a pressão.

Assista o momento da posse do pastor Edson Feitosa, e o protesto dos fiéis:

Uma fonte revelou ao O Fuxico Gospel, que a decisão de enviar Feitosa para Cerro Azul, partiu do próprio presidente da convenção, o pastor Perci Fontoura.
A ordem do pastor Perci, é que Feitosa deveria ir para Cerro Azul e a igreja teria que aceitar.

Pastor Perci Fontoura, presidente da CIEADEP

Ainda não se sabe até quando essa situação continuará, no momento, única certeza é que os fiéis não aprovam a permanência de Feitosa na igreja em Cerro Azul, e já se cria na igreja, uma resistência contra as ações da própria CIEADEP.

Compartilhe: