noticias gospel

Denúncia grave: Igreja Universal é acusada de cometer crime de assédio moral

Publicado em: 18/02/17 as 17:23 por Micael Batista

Compartilhe:

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), está sendo acusada de cometer crimes de assédio moral e invasão de privacidade contra os pastores.
A denúncia foi feita pelo Bispo Alfredo Paulo, ex-membro da IURD.
Alfredo gravou um vídeo onde ele revela que os pastores foram convocados para participar de uma reunião no Templo de Salomão, e ao chegar lá, foram forçados a entregar seus celulares e senha de e-mail, para serem investigados.

O objetivo da “Revista”, seria encontrar grupos de Whatsapp que denunciam as irregularidades da cúpula da IURD.
Segundo o bispo Alfredo, os pastores que se negassem a entregar os celulares, seriam imediatamente expulsos da igreja.
A informação é que, pelo menos 25 pastores se opuseram, e foram imediatamente destituídos do seu cargo.

Além do assédio Moral, o bispo denuncia também que alguns pastores sofreram agressões físicas dentro do Templo de Salomão.

Assista e comente:

Compartilhe: